A VOLTA DOS QUE NÃO FORAM!!! Marqueteiro Carlos Alberto ressurge das cinzas para comandar mídia oposicionista contra Fábio Gentil

15.5.18
SEM SENTIDO / Carlos Alberto reúne-se quinzenalmente com blogueiros oposicionistas
e o resultado é uma aprovação de 72% do governo Fábio Gentil

Depois de colecionar muitos dissabores em Caxias desde o fim da segunda gestão de Humberto Coutinho na Prefeitura, o marqueteiro Carlos Alberto está de volta à cidade para prestar seus serviços de assessoria política para a oposição comandada pela ex-deputada Cleide Coutinho, que agora é novamente pré-candidata ao mesmo cargo exercido entre 2006 e 2014.

Tendo sido dispensado pelo então prefeito Léo Coutinho logo no início da sua administração, Carlos Alberto viveu num limbo publicitário que o levou a mudar de ramo, se desfazer da sua moderna gráfica em São Luís e abandonar o Maranhão. Em seguida, se aventurou em montar uma rede de pizzarias em São Paulo, cujo negócio se mostrava promissor até o destino sorrir novamente para ele e trazê-lo mais uma vez ao Estado.

Com o câncer diagnosticado em 2013, e após iniciado o delicado tratamento quimioterápico, eis que Humberto Coutinho, novamente candidato a deputado estadual em 2014, estende a mão para o antigo pupilo e o resgata para assessorar sua campanha de retorno à Assembleia. Era o fim da aventura de empresário em São Paulo e a garantia de comandar a poderosa diretoria de comunicação do legislativo maranhense, que já estava prometida pelo patrão, pois a presidência do Poder Rangedor era favas contadas com a iminente vitória de Flávio Dino naquele ano.

Humberto Coutinho deputado estadual e presidente da Assembleia; Flávio Dino um governador amigo e parceiro, eis que no meio do caminho tinha um prefeito Léo Coutinho com índices de aprovação desesperadores, o que merecia esforço redobrado de HC para tentar reverter o quadro de uma derrota do sobrinho esperando para acontecer nas eleições municipais.

Embora forte e com todas as bênçãos e apadrinhamentos possíveis, Carlos Alberto tentou repetir a mídia insossa que produzia nas gestões do “grandão”, mas seus serviços como chefe da comunicação de Léo Coutinho demoraram poucos meses. Foi dispensado e o ex-prefeito tentou fabricar vários assessores de comunicação para conseguir melhorar os índices da sua administração, no que todos já sabem o desfecho da história.

Mas o tempo passou e junto com a morte do padrinho veio também a perda do poder na Assembleia, haja vista que foi demitido do cargo de diretor de comunicação da Casa e teve que se contentar com um cargo menor obtido nem tanto por méritos, mas por consideração que o atual presidente Othelino tem pela memória do seu antecessor.

‘Bunker’ oposicionista na Rua Senador Costa Rodrigues recebe a
visita quinzenal do marqueteiro Carlos Alberto para comandar
reunião com grupo de blogueiros
Presente em Caxias a cada 15 dias, Carlos Alberto dá expediente no atual QG oposicionista do município, situado na Rua Senador Costa Rodrigues, no centro da cidade, local onde funcionava o antigo prédio da Ascom na gestão Léo Coutinho e onde dá expediente o ex-vereador e ex-secretário de Finanças do município, Berilo Araújo, e também os advogados James Lobo e Mário Bayma, que cuidam dos assuntos jurídicos da turma.

A agenda do marqueteiro Carlos Alberto nas visitas quinzenais ao ‘bunker’ oposicionista resume-se em uma reunião com os blogueiros Irmão Inaldo, Zé Mário Júnior, Caio Motta e Fernando Portela para fazerem uma espécie de prestação de contas do trabalho desenvolvido no período e também para traçarem estratégias que possam desgastar o governo Fábio Gentil onde, cada um a seu modo, são incansáveis em procurar detalhes na administração municipal ou qualquer comentário irresponsável nas redes sociais para usarem como matéria-prima nas suas tarefas, e que não surtem nenhum efeito a não ser demonstrar os efeitos da crise de abstinência que os acomete. Ontem, segunda-feira, 14, uma nova rodada de bate-papo com o marqueteiro serviu para produzir as últimas pautas da turma, onde o desespero de um e a preguiça dos demais mostra que o ânimo por lá não é dos melhores.

Assim como tentou repetir com Léo Coutinho o que fez com Humberto, e que acabou não dando certo, Carlos Alberto demonstra que suas estratégias contra o prefeito Fábio Gentil na mídia são infrutíferas, uma vez que a aprovação do governo Fábio Gentil, que passou de 72% na pesquisa do Instituto Amostragem divulgada recentemente, ultrapassou aquelas apresentadas nos tempos áureos de Humberto Coutinho, que alcançaram no máximo 68% no sempre solidário Instituto Escutec.

Vê-se então que a comunicação oposicionista precisa de outro ‘diretor’, pois a produção do material da rapaziada só conseguiu até agora deixar o prefeito de Caxias com 72% de aprovação.

Força, rapaziada! Quem sabe um dia vocês conseguem voltar ao comando do município.

Sonhem, sonhem...

0 comentários:

Postar um comentário