PACIÊNCIA NO LIMITE - Prefeito Américo de Sousa quebra o silêncio e faz duras críticas ao Secretário Estadual Adelmo Soares

16.12.17
Américo acusou Adelmo Soares de perseguição contra Coelho Neto

O Prefeito de Coelho Neto, Américo de Sousa-PT, na manhã deste sábado(16), durante seu pronunciamento na solenidade de entrega de certificados de conclusão de curso aos agricultores familiares, mostrou-se indignado e fez duras críticas ao Secretário Estadual de Agricultura Familiar, Adelmo Soares, o qual vem penalizando o município de Coelho Neto, mostrando-se indiferente às ações da secretaria municipal de agricultura, omitindo-se em colaborar com o município. Também no programa, Conversando com o Prefeito, na rádio local, ao destacar os avanços da Agricultura Familiar promovidos pelo governo municipal, Américo de Sousa quebrou o silêncio e denunciou a postura de perseguição do Secretário para em relação ao município.

Titular da SAF coleciona denúncias feitas por 
aliados de Flávio Dino
Todas as ações voltadas para a agricultura em Coelho Neto estão sendo executadas com recursos próprios, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Pesca. De acordo com o prefeito, Adelmo tem usado toda a estrutura da SAF para se auto beneficiar, através de acordos políticos, com prefeitos em diversas regiões do estado.

"Desde o inicio do ano, temos sofrido retaliações por parte do secretário Adelmo, a nossa gestão está sendo penalizada. Ele tem sido um verdadeiro inimigo de Coelho Neto, o progresso passa ao redor do município, mas por conta de um secretário que é candidato estamos pagando um preço alto. Não há justificativa para essa perseguição. Nós não temos nada da agricultura em Coelho Neto, por meio da SAF. Estamos sendo maltratados por um secretário de estado, isso é lamentável", disse Américo de Sousa.

O prefeito destacou, ainda, que é aliado do governador, vota em Flávio Dino, mas não pode ficar calado com tamanhos abusos que o município de Coelho Neto vem sofrendo.

“Queremos que as políticas públicas da SAF sejam aplicadas na cidade, estamos precisando de socorro, é preciso que o Governador Flávio Dino tome conhecimento disso, não dá mais para ficar calado com esse comportamento político. Adelmo está perseguindo não a mim, Américo, mas o nosso povo" finalizou.

0 comentários:

Postar um comentário