Cursos de especialização do Hospital Sírio-Libanês são concluídos em Caxias

5.12.17
Profissionais da Região de Saúde Caxias, que desde o mês de março deste ano participam das especializações do hospital paulista Sírio-Libanês, concluíram as pós-graduações que tiveram carga horária de 420h aulas, sendo encerradas no auditório da Faculdade do Vale do Itapecuru (FAI).

“É um dia de dever cumprido, nos trouxe novas metodologias de ensino com mais possibilidades de repassar educação permanente para os profissionais. Adquirimos vários saberes e conseguimos finalizar os projetos aplicativos que serão desenvolvidos em Caxias e na Região de Saúde”, disse Joseneide Câmara, especializanda do curso de Gestão em Saúde Pública.

Gestora de aprendizagem do Hospital
Sírio-Libanês, Lara Paixão.
São cinco especialidades nas áreas de: Gestão de Regulação; Qualidade e Segurança do Paciente; Preceptoria em Residência Médica; Gestão em Saúde Pública e Gestão da Clínica. Os conteúdos devem refletir de forma positiva junto aos usuários do SUS, como explicou a gestora de aprendizagem do Hospital Sírio-Libanês, Lara Paixão.

“Estas especializações preparam o trabalhador para desenvolver atividades que transformem o dia a dia de trabalho com o projeto aplicativo; temos uma gama de ferramentas que podem alavancar o desenvolvimento na região de Caxias e, aqui eles saem preparados para essa nova fase”, concluiu a gestora.

No encerramento os especializandos apresentaram os trabalhos e projetos aplicativos que devem intervir na realidade onde eles atuam.

“A metodologia ativa trazida pelo Sírio estimulou o desenvolvimento do pensamento estratégico que permitiu ver o paciente de vários ângulos, podendo traçar diversos planos terapêuticos, olhando o paciente de outra forma”, disse Donny Lima, enfermeiro.

O Hospital Sírio-Libanês é um centro de referência internacional em saúde e, as especializações aconteceram por meio da parceria entre o Ministério da Saúde, Conselho Nacional de Saúde e ANVISA, além do apoio da Prefeitura de Caxias por meio da Secretaria Municipal de Saúde. (Ascom/Caxias)

0 comentários:

Postar um comentário