Rafael Leitoa critica politização dos estragos causados pelas chuvas em Timon e confirma apoio do governo estadual para amenizar os prejuízos

5.4.17
As chuvas que têm caído nos últimos dias em Timon, trouxeram grandes estragos e desconforto para a população da Zona Urbana do município. E, segundo informou o deputado Rafael Leitoa (PDT), em seu pronunciamento na manhã desta terça-feira (04), que entre tantos sofrimentos e perdas materiais, a população demonstrou humanidade com os conterrâneos. Em meio às perdas, o deputado disse que a população e poder público estão unidos e tendo o bem maior e a coletividade como ferramenta de reconstrução.

O deputado Rafael Leitoa relatou o empenho da prefeitura de Timon com os prejuízos ocorridos com “a maior chuva dos últimos 30 anos”, segundo dados da Defesa Civil e do Centro Nacional de Monitoramento. “Desde o início dessa calamidade, a Prefeitura de Timon trabalha 24 horas por dia, com toda a sua equipe nas ruas fazendo levantamentos, entregando cesta básica, água potável e colchões”, ressaltou o deputado.

Ainda em seu discurso, Rafael Leitoa lembrou que desde a última sexta-feira está em contato com o governador Flávio Dino, para buscar de maneira mais rápida amenizar os prejuízos e não politizar o sofrimento alheio, como faz alguns membros da oposição de Timon, tanto na Câmara Municipal, quanto na Assembleia, que, ao invés de ajudarem de maneira prática, aparentam torcer para que a população sofra e a administração municipal seja culpada.

“Temos buscado, junto ao governo do Estado, o apoio necessário para ajudar a população e Timon. Assim, o governador Flávio Dino já homologou a situação de emergência decretada pelo prefeito Luciano Leitoa. Estamos em contato também com a Secretaria de Ações Sociais do Estado, com o secretário Neto Evangelista e a secretária das Cidades, Flávia Alexandrina, que inclusive já confirmou uma equipe da SECID, estará no próximo dia 6 em Timon, para verificar in loco, juntamente com a prefeitura, recebendo os relatórios que aqueles técnicos já fizeram”, informou o deputado. (Da Assessoria)

0 comentários:

Postar um comentário