PROTESTO - Ato contra reformas de Temer reúne mais de 4 mil pessoas em Caxias, diz PM

28.4.17
Do Portal NOCA

Milhares de pessoas se reuniram em protesto no centro de Caxias em adesão à greve geral convocada para a manhã desta sexta-feira (28) por centrais sindicais e movimentos sociais em todo o país.

O protesto partiu da Praça da Matriz e seguiu em direção das principais ruas do centro da cidade. A Polícia Militar, que acompanhou o protesto, estima que mais de 4 mil pessoas participaram do ato.

A greve geral é contra as reformas trabalhista e da Previdência do governo de Michel Temer (PMDB), que tramitam no Congresso Nacional, além de criticar a Lei da Terceirização.

O movimento teve adesão de diversas categorias profissionais, entre elas, funcionários públicos municipais, estaduais e federais, aposentados, advogados, trabalhadores de empresas privadas, funcionários de bancos e Correios, agentes de saúde, professores e estudantes.

Segundo Dilson Aquino, diretor sindical dos bancários do Maranhão, a greve tem como objetivo "a luta contra as reformas que precarizam os trabalhadores. É a luta contra um governo fascista que rouba o povo e quer que o povo pague a conta dos políticos".

Para Adão Silva, presidente do Diretório Central dos Estudantes (DCE) do Centro de Estudos Superior de Caxias, "os alunos, os futuros professores, também são prejudicados com essas reformas, daí a importância do engajamento de todos contra a atual conjuntura política".

0 comentários:

Postar um comentário