Cadê meu dinheiro que era pra estar aqui? Centenas de servidores da Prefeitura de Caxias reclamam falta de pagamento de salários

24.10.16

Na última quinta-feira, 20, data que o salário dos servidores da Prefeitura de Caxias é depositado na conta corrente dos trabalhadores, era grande o número de pessoas que protestavam em frente ao caixa eletrônico da agência do Banco do Brasil, tão logo constatavam que a conta estava zerada.

Não foram todos os servidores que tiveram essa ingrata surpresa, pois boa parte teve seu salário depositado normalmente.

Esperançosos, os que se deparavam com a conta no vermelho davam uma volta na rua e retornavam ao Banco do Brasil para ver se “o dinheiro havia caído”, diziam uns aos outros. Após pegar nova fila, a mesma e triste constatação: nenhum tostão havia sido depositado.

O martírio daqueles que não receberam os salários se estendeu também na sexta-feira, 21, onde o vai e volta de servidores, na tentativa de receber o “faz-me-rir”, continuou. No sábado, 22, ainda era possível ver os constrangidos servidores municipais dirigindo-se ao Banco na tentativa de que tudo não tivesse passado de um mal-entendido qualquer e que o dinheiro já estava lhes esperando para aliviar os compromissos. Ledo engano!

O titular do blog recebeu vários relatos de servidores que não receberam seus salários referentes a outubro, sendo que muitos falam que no mês passado também não receberam o pagamento.

O vigilante de uma escola, que pediu para não ser identificado, procurou o titular do blog para denunciar que desde o mês de agosto, nem ele, e nem um grupo de 110 vigilantes que trabalham nos programas ligados a Ação Social, estariam recebendo os salários. “Sabá, falei com a Fátima Ligouri no mês passado e ela me disse que a culpa era do Temer”, contou-me o vigilante revoltado. Para aumentar a revolta do trabalhador, ele contou que foi informado recentemente na Secretaria de Ação Social que a secretária estava viajando pra Itália. “Ela pode ir pra Itália, mas nós não temos condição de ir nem pra Aldeias Altas”, esbravejou o servidor.

0 comentários:

Postar um comentário