Conta de energia fica 8,24% mais cara no Maranhão

25.8.16
O aumento passa a vigorar no domingo, dia 28, para 2,3 milhões de unidades consumidoras localizadas no estado.

A Diretoria da ANEEL aprovou ontem, dia 08, durante Reunião Pública, o reajuste tarifário anual da Companhia Energética do Maranhão (Cemar), a vigorar no domingo, dia 28, para 2,3 milhões de unidades consumidoras localizadas no estado do Maranhão.

Ao calcular o reajuste, conforme estabelecido no contrato de concessão, a Agência considera a variação de custos associados à prestação do serviço. O cálculo leva em conta a aquisição e a transmissão de energia elétrica, bem como os encargos setoriais. Os custos típicos da atividade de distribuição, por sua vez, são atualizados com base no IGPM.

O efeito médio da alta tensão referese às classes A1 (>= 230 kV), A2 (de 88 a 138 kV), A3 (69 kV) e A4 (de 2,3 a 25 kV). Para a baixa tensão, a média engloba as classes B1 (Residencial e subclasse residencial baixa renda); B2 (Rural: subclasses, como agropecuária, cooperativa de eletrificação rural, indústria rural, serviço público de irrigação rural); B3 (Industrial, comercial, serviços e outras atividades, poder público, serviço público e consumo próprio); e B4 (Iluminação pública).

Outros reajustes

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou também um reajuste médio de 5,13% nas tarifas da Energisa Paraíba. Para consumidores conectados à alta tensão, o aumento será de 5,04%, e para a baixa tensão, a elevação será de 5,17%. As novas tarifas vigoram a partir de domingo, 28 de agosto. A distribuidora atende a 1,36 milhão de unidades consumidoras na Paraíba.

Elektro

Também nesta terça, a Aneel aprovou uma redução de 13,40% nas tarifas da Elektro. Para consumidores conectados à alta tensão, a queda será de 15,02%, e para a baixa tensão, a diminuição será de 12,28%. As novas tarifas vigoram a partir de sábado, 27 de agosto. A Elektro atende 2,4 milhões de unidades consumidoras em 223 cidades de São Paulo e 5 no Mato Grosso do Sul. A empresa pertence ao grupo Iberdrola.

CEAL e CEPISA

A mesma Aneel prorrogou as tarifas das distribuidoras Ceal e Cepisa, que atuam respectivamente em Alagoas e Piauí, por um mês As empresas não tiveram sua concessão renovada e estão sob administração da Eletrobras até que sejam licitadas pelo governo para um novo operador. A data original do reajuste das empresas era 28 de agosto, mas, a partir deste ano, será em 28 de setembro. No ano que vem, as duas empresas também passarão por revisão tarifária, marcada para 31 de agosto. (O Imparcial)

0 comentários:

Postar um comentário