Cadê a transparência que deveria estar aqui? Prefeitura de Caxias ‘esquece’ de publicar despesas de fevereiro de 2016 no Portal da Transparência

11.4.16
Portal da Transparência apresenta despesas de março de 2016 sem no entanto 
publicar o mês de fevereiro

A gestão Léo Coutinho tem se notabilizado pela forma atabalhoada que mantém o Portal da Transparência do município, um site na internet onde devem ser registrados os gastos da administração.

O endereço eletrônico, mantido pela Prefeitura de Caxias, foi criado ainda na gestão do ex-prefeito Humberto Coutinho e, desde então, nunca conseguiu seguir fielmente as regras e as determinações da Lei da Transparência. No entanto, na gestão do ex-prefeito, o Portal conseguia manter as contas da Prefeitura com uma regularidade, que embora não fosse em tempo real, com um aceitável atraso de 15 dias.

Já na gestão do prefeito Léo Coutinho, na parte destinada para publicação das despesas do governo, o cidadão se depara com constantes atrasos na atualização dos dados que tornam injustificáveis qualquer esclarecimento, uma vez que isso se tornou uma prática corriqueira na atual administração.

Como se já não bastasse o atraso na informação das despesas do governo, neste ano, depois de 2 meses, finalmente fizeram a atualização.

Só que, seguindo a tradição coutinhiana, essa atualização veio recheada de dúvidas e jogam na escuridão e no imaginário popular os motivos que levaram a omissão dos gastos de fevereiro de 2016.

Nos últimos dias, a Prefeitura de Caxias publicou os dados referentes a março, sendo que os gastos de fevereiro, inexplicavelmente, não foram lançados no Portal.

Infelizmente, a não ser que exista uma ordem judicial, o caxiense jamais ficará sabendo os valores pagos às bandas que animaram o carnaval 2016 no município.

E pensar que recentemente o controlador geral do município James Lobo, chegou a conceder entrevista na TV da Prefeitura, falando maravilhas da política de transparência da administração Léo Coutinho.

Fica uma pergunta no ar: onde e por quê omitiram a despesa de fevereiro de 2016 no Portal da Transparência?

0 comentários:

Postar um comentário