Bastidores & bastidores

1.1.16
O biscoito do delegado
O sumiço do biscoito de um dos delegados de Caxias é o assunto do momento no 1º DP. Quando da prisão do ex-deputado federal Paulo Marinho, o ilustre visitante, por ser advogado, não foi trancafiado numa cela comum e passou a noite no alojamento reservado aos delegados. Pois bem, assim que o ocupante temporário resolveu suas pendências na justiça, eis que o delegado novamente “tomou posse” dos seus aposentos e teve uma surpresa desagradável. O pacote de biscoito recheado que havia deixado no plantão anterior tinha sumido. Isso mesmo. Sumiu!!! A história tem rendido muitas gargalhadas e já se fala até em inquérito dentro do 1º DP para apurar quem comeu o biscoito do delegado.

Adeus
Com o sistema Sinal Verde crescendo na sua estrutura física, nos equipamentos e na contratação de novos profissionais, eis que um dos mais conhecidos diretores da empresa, Cláudio Bezerra, foi demitido.

Adeus II
A demissão foi um duro golpe no agora ex-diretor comercial da TV da Prefeitura de Caxias, que sempre sofreu para conseguir um espaço no grupo Coutinho. Para o seu lugar, os proprietários importaram uma profissional de Teresina-PI.

Adeus III
Esse Humberto Coutinho é mesmo insaciável. Dizem que todos os meses ele mesmo analisava o faturamento do departamento comercial da emissora. Triste com os resultados, HC resolveu fazer a mudança no setor e desempregar um dos mais dedicados aliados. Quanta injustiça...

Obsessão
E o deputado Humberto Coutinho continua com o vereador Fábio Gentil na ponta da língua. Para todo aliado que chega, HC não demora nem 1 minuto para começar o interrogatório sobre o vereador.

Questionário nervoso
O presidente da Assembleia Legislativa submete seus correligionários a um questionário sobre Fábio Gentil que mais parece um interrogatório policial:
Pergunta 1 – “Como é que tá o Fábio?
Pergunta 2 – “Quem é que tá com ele?
Pergunta 3 – “Onde é que ele é mais forte?
Pergunta 4 – “Onde é que ele arruma dinheiro pra fazer campanha?
No final do questionário, com as respostas nem sempre agradáveis, HC comenta desinteressadamente “Qui, qui, qui se o Fábio Ganhar [a Prefeitura] não vai ser bom pra gente”, repete o deputado tentando sensibilizar seus interlocutores que saem da conversa conscientes que Fábio Gentil é a maior ameaça à reeleição de Léo Coutinho.

Chances
Com a desistência do empresário Magno Chaves em substituir o primo, vereador Ronaldo Chaves, na disputa por uma vaga na Câmara Municipal, quem está sendo cotado para ocupar esse espaço da família Chaves no parlamento caxiense é o seu inseparável assessor, Raylton Sales. Articulado e boa gente, Raylton pode deixar o cargo que ocupa no governo Flávio Dino e disputar, com grandes chances de vitória, uma vaga de vereador em Caxias.

Abono
Os professores caxienses não escondem a revolta por conta da não concessão de abono salarial por parte do governo Léo Coutinho.

Salários
Enquanto os professores reclamam da falta de abono, outros funcionários do município cobram mesmo é pela falta dos salários referentes a dezembro.

Destino
Alguém sabe o paradeiro do prefeito Léo Coutinho neste final de ano?

0 comentários:

Postar um comentário