Agerp promove reunião de planejamento com gestores regionais

23.1.16
Nesta semana, o presidente da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Maranhão (Agerp), Júlio César Mendonça, juntamente com a equipe técnica da instituição e o secretário de Estado da Agricultura Familiar (SAF), Adelmo Soares, deu início as reuniões de alinhamento estratégico com os 19 gestores regionais da instituição.

Os encontros integram a programação de alinhamento com a nova gestão, que tem por  objetivo manter o contínuo diálogo com a equipe, realizar um balanço das ações de 2015 e discutir os pontos positivos e negativos do trabalho desenvolvido pelos profissionais nas regionais em todos os 217 municípios do Estado, promovendo a sistematização das atividades que serão realizadas pela Agerp em 2016.

As reuniões de avaliação serão enceradas na próxima terça-feira (26) com a presença dos gestores das regionais de Açailândia, Imperatriz, Caxias, Timon, Pedreiras e Rosário, que apresentarão os respectivos balaços de atividade a equipe do Sistema de Agricultura Familiar. Após a avaliação individual, será promovido um encontro geral com a presença de todos os gestores nos dias 01 e 02 de fevereiro.  

Presentes nas reuniões os diretores da Agerp, Pedro Pascoal (ATER); Sayd Zaidan (Pesquisa e Desenvolvimento) e o chefe dos Escritórios Regionais, Aldean Bezerra.

Escritórios Regionais da Agerp

A Agerp é o órgão estadual responsável pela disseminação da assistência técnica, extensão rural e da pesquisa para os agricultores familiares em todo o Maranhão, promovidas por meio dos 19 escritórios regionais, localizados nos municípios de Açailândia, Bacabal, Balsas, Barra do Corda, Caxias, Chapadinha, Codó, Imperatriz, Itapecuru-Mirim, Pedreiras, Pinheiro, Presidente Dutra, Rosário, Santa Inês, São João dos Patos, São Luís, Timon, Viana e Zé Doca.

Vinculada à Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (SAF), a Agerp abrange agricultura familiar, a pequena e a média agricultura, socializando as novas tecnologias e proporcionando assistência técnica intensiva e continuada, visando à diversificação, a integração, o aumento da produção e produtividade do setor agropecuário.

2 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Mas quem vai participar??? Ximenes ou a boneca de Olinda que ele colocou la.....
    Posta ai saba o outro passado ficou com medo.....

  1. Anônimo disse...:

    Verdade. . Isso aí já virou mulecagem... a boneca de Olinda como citado ai não tem capacidade nem de fazer canteiro no quintal dela pra plantar pimenta. Cadê tu Ximenes fala nada não. Outro dia babando ai falou um monte. Nota a cara na janela agora.

Postar um comentário