Tiro no pé!!! Manobra do Palácio da Cidade prevê sessões matutinas no parlamento para garantir público pequeno a ouvir denúncias da oposição

9.3.15
Um plano ardiloso está sendo colocado em prática pelo atual grupo dominante da cidade como forma de garantir um pequeno público nas sessões do parlamento local.

O plano consiste em mudar as sessões ordinárias da Câmara Municipal das 18:00h, horário consagrado por décadas, para as primeiras horas da manhã.

Sendo realizadas desde sempre no início da noite, as sessões nesse horário garantem um público considerável, pois as pessoas que frequentemente assistem os debates legislativos estão saindo do trabalho e podem participar das reuniões dos parlamentares após o expediente.

Para os vereadores, o horário noturno garante a realização dos seus afazeres particulares e também políticos durante o dia, e uma atividade parlamentar também entre as 18:00  e 20:00hs.

Público na Câmara já é pequeno com sessões noturnas 
sendo pela manhã esse número será bem menor
Sendo transferida para o horário matutino, quando os trabalhadores não poderão participar, haja vista que estão em pleno horário de expediente, as sessões não terão a participação de quem está empregado. As únicas ‘categorias’ que poderiam estar presente nas sessões seriam a dos desocupados e desempregados, o que não seria lá grande coisa.

A ‘proposta’ sobre a mudança do horário não está agradando a ninguém. Dos 14 vereadores governistas, 3 deles que já foram incentivados a apresentar o pedido para discussão trataram de pular fora do barco. “Sabá, como é que eu vou cuidar das minhas obrigações, dos meus negócios e da minha peregrinação nas secretarias do município, cuja maioria só funciona pela manhã, para estar na Câmara?”, questiona um dos vereadores governistas que disse que não irá assumir a ingrata missão.

Será um tiro no pé”, garante outro parlamentar na condição do anonimato. “Tudo isso é para que o público nas sessões seja pequeno e poucas pessoas possam ouvir as denúncias da oposição”, acrescenta o vereador que, mesmo sendo governista, não concorda com a manobra.

O argumento que inevitavelmente será usado, de que a Assembleia Legislativa faz suas sessões pela manhã, é descabido. A estrutura que um deputado estadual possui para exercer se mandato, com vários assessores e uma verba de gabinete considerável faz parecer piada a provável comparação.

Caso a medida seja realmente colocada em prática, a Câmara de Vereadores de Caxias mergulha de vez na escuridão.

O afastamento do público das sessões legislativas vem a somar com a falta de transparência das despesas feitas pelo legislativo caxiense.

Com um Portal da Transparência que remonta ao tempo das cavernas, o cidadão não tem acesso aos gastos desse poder e não consegue saber a destinação de R$ 600 mil reais mensais que a Câmara Municipal recebe.

Talvez o atual governo do município consiga afastar o povo das sessões do parlamento.

Será uma vitória e tanto para o Palácio da Cidade.

Poderá ser também uma pá de cal na base aliada que demonstra estar pro que der e vier para servir ao governo.

O resultado da manobra será visto nas urnas em 2016...

3 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Esses vereadores, pelo salário e benesses que tem devem trabalhar 40 horas semanais como todos os outros funcionários. Ninguém botou arma na cabeça deles para serem vereadores, entram por que querem. O povo deveria iniciar uma grande manifestação para que fosse criada uma lei que obrigasse esse pessoal a dar expediente a semana inteira. É um absurdo. Aparecem duas vezes na câmara (isso quando vão), passam poucas horas e ainda recebem todo esse volume de dinheiro. Ninguém vê nada que esses vereadores produzem. Fala sério!

  1. Anônimo disse...:

    Sem falar da falta de Concurso Público na Câmara Municipal de Caxias...Lamentável...

  1. Anônimo disse...:

    Concordo plenamente com ambos os comentários. O que precisamos fazer é um grupo, dentro do legalismo, pois não há ambiente para revolução, que procure ocupar espaço no jogo político do município. Aglutinar pessoas com pensamentos avançados, com perspectivas a contribuir na evolução da cultura em todos os seus aspectos: alimentar, científico, fé, social, segurança, política, dentre outras modalidades culturais. Esta corja que se apoderou do poder político no município manterá a seu bel prazer até quando puder, o mesmo ocorre nos níveis Estadual e Federal, a Dilma foi ontem para a mídia dizer que os problema por qual estamos passando é conjuntural e que nós devemos esperar até o final do ano que tudo vai ficar bem! A verdade é que não era para ela ter sido reeleita, agora temos que fazer um esforça para tira La de lá tomando cuidado para não deixar cair nas mãos de mais um aventureiro do tipo Pastor Silas Malafaia.

Postar um comentário