Mais uma piada pronta! Prefeito Léo Coutinho divulga “comunicado urgente” sobre suposto ataque de hackers no site da Prefeitura. E a não atualização das despesas do governo, é ataque de hackers ou de ratos?

22.8.14
A medida que a impopularidade do prefeito de Caxias, Léo Coutinho avança, ele vem na contramão e ajuda a embaralhar a situação.

A de hoje (isso, de hoje, pois todo dia seu governo produz uma patetice) é sobre um suposto “ataque de hackers” ao site da Prefeitura de Caxias.

Comunicado “urgente” tenta chamar atenção para 
mais uma bobagem do governo Léo Coutinho
Num comunicado intitulado como “urgente”, o próprio Léo Coutinho alerta aos caxienses que a página eletrônica da Prefeitura foi “atacada”. “... sistemas de informática sofreram um ataque de hackers que impede qualquer operação de pagamento, emissão de notas fiscais, certidões negativas e positivas, baixas de pagamentos, emissão de contracheques e todo e qualquer documento oficial que são emitidos online”, diz o prefeito no comunicado amplamente divulgado nos meios de comunicação atrelados ao Palácio da Cidade.

Bem, geralmente, em quase 100% dos ataques de hackers (criminosos virtuais que invadem sistemas de bancos e empresas de cartão de crédito), os mesmos atuam na busca de dinheiro de correntistas e acesso a senhas de cartões para fazerem compras sem o consentimento dos proprietários desses cartões.

Despesas do Portal da Transparência não são atualizadas. 
Já pensou se a PF descobre que isso é “ataque de ratos”?
As vezes, numa proporção mínima, esses criminosos virtuais, sempre a serviço de governos inimigos ou de empresas multinacionais concorrentes, tentam danificar o sistema de informática dos seus alvos, governos ou multinacionais, e com isso terem acesso a dados e/ou paralisar o andamento dos trabalhos naqueles sistemas de informática atacado.

Pela lógica, ninguém teria interesse em impedir qualquer operação de pagamento, emissão de notas fiscais, certidões negativas ou emissão de contracheques feitos pela Prefeitura de Caxias.

O que alguém lucraria com isso? A quem interessaria impedir que a Prefeitura de Caxias fizesse qualquer pagamento para fornecedores se isso é raro no atual governo?

Mas como o assunto é o site da Prefeitura de Caxias, vamos lembrar aqui o ataque não de hackers, mas de ratos na tal página palaciana: o portal da transparência, que nem de longe honra esse nome, é constantemente “atacado” desde que Léo Coutinho sentou na cadeira principal do pomposo prédio da Panteon.

Por mais que exista uma Lei Federal que determina que gestores públicos publiquem em tempo real seus gastos no Portal, o governo municipal debocha e, mês após mês, se nega a atualizar os dados.

Para se ter uma ideia da falta de respeito com o cumprimento da Lei da Transparência, o último mês publicado, e repleto de omissões na destinação dos recursos, foi junho. Já estamos na segunda quinzena de agosto e nem promessa da publicação dos gastos de julho de 2014 no Portal da Transparência caxiense.

O prefeito diz no tal “Comunicado Urgente” que acionou a Polícia Federal para investigar o suposto ataque de hackers, mas isso cheira a falar de corda em casa de enforcado.

Já pensou se a PF, na busca do ataque de hackers na página da Prefeitura de Caxias, consegue descobrir o ataque de ratos no próprio site...?!

3 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Como esse, entrou para a história como o pior prefeito da história de Caxias, onde se ver o maior índice de incompetência, (...) e desserviço a população, "não acredito em ataque de criminosos virtuais". Acho que para ocultar alguma... O povo de Caxias sabe o quê.

  1. Anônimo disse...:

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!e eu vou ACREDITAR !!!!!!!!!!!!!! RARARARARAARARARARARARARARARA!!!!!!!!!!!! OS POLITICOS PIRARAM.,

  1. Anônimo disse...:

    post o comentario

Postar um comentário