Veja o depoimento de um paciente que se curou do coronavírus em Caxias

21.6.20

O depoimento do corretor de veículos, Antônio Nascimento, recentemente curado de covid-19 em Caxias, é bastante esclarecedor quanto ao atendimento e tratamento da doença pela rede municipal de saúde.

A reportagem do Portal Destaque do Maranhão mostra o depoimento de quem foi diagnosticado, tratado e curado, e que tem autoridade para falar sobre o assunto, uma vez que vivenciou todas as etapas do procedimento médico adotado para pacientes de Covid-19. “No primeiro dia, quando resolveu tudo da internação era 01 (uma) da manhã... 01:10/01:20h tomei a primeira medicação, 06:00 horas da manhã, quando eu acordei, já tava me sentindo outra pessoa, já tava com mais coragem... porque eu tava mole, mole, mole... já com bem mais coragem... e daí fui só evoluindo, tanto é que no 4º dia nem tomei mais medicação”, conta ele que faz questão de elogiar o atendimento recebido: “Nasci de novo... Fui internado, passei 4 dias, fiz uso de medicações e graças a Deus voltei e é gratificante. Olha! Médico, enfermeiros, os auxiliares, o pessoal da cantina”.

Ele também se mostra indignado com aqueles que criticam o atendimento na rede pública municipal sem conhecerem a realidade vivida pelos pacientes que estão sendo tratados e curados. “Eu fico impressionado quando eu vejo pessoas dizerem ‘Ô, é um descaso, é um descaso’, eu não vi descaso. Pelo contrário. Ninguém era privilegiado. Então aquele tratamento ali, eu não tenho como dizer que foi ruim. Foi bom, foi bom mesmo. Eu não tenho do que reclamar. Eu fico até indignado quando eu vejo pessoas dizer, pessoas que nunca nem esteve lá, aí abre a boca e diz um monte de absurdo”, lamenta Antonio.

Apesar do sucesso do seu caso, o corretor de veículos pede no vídeo que as pessoas tenham cuidado e sigam as normas de distanciamento social, pois isso, segundo ele, é de suma importância para o combate da doença. “Tem muita gente que não se ajuda para que as coisas se encaixem, porque essas ações da Prefeitura, por exemplo, de limpeza das ruas, diminuir o fluxo de gente nos comércios é realmente isso daí é um incentivo para que diminua, mas nós, a população, raramente colabora, onde pode entrar 3 pessoas entra 10, pessoas na rua sem máscara ainda, é lamentável...”, comenta ele.

Confira a reportagem do Portal Destaque do Maranhão:

0 comentários:

Postar um comentário