SAÚDE – Plano de intensificação das ações contra a Leishmaniose é lançado em Caxias

9.8.18

Aconteceu no auditório do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) o lançamento do plano de intensificação das ações de vigilância, controle e prevenção contra a Leishmaniose em Caxias através da Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ), para o biênio 2018\2019.

Também foi aberta a Semana Nacional de Controle e Combate da doença.

“Acredito que teremos resultados, mas não tão rápido, pois é uma doença de difícil controle. Porém, vamos intensificar nossas ações no sentido de conscientizar a população sobre a Leishmaniose Visceral. Estamos abrindo esse discurso com os parceiros, levando aos bairros, associações, escolas e feiras”, enfatizou Natanael dos Reis, coordenador da UVZ.

“Precisamos da compreensão da população, que no caso de animais positivos para a doença, eles precisam ser imediatamente retirados”, alertou Daniel Augusto, agente de combate a endemias.

“Faremos ações educativas. A Leishmaniose nos preocupa muito, sendo de alta incidência no Maranhão. Estamos nesta semana de ações intensas, educando as pessoas e disseminando conhecimentos; nossos profissionais terão atualizações para poder notificar precocemente e adequadamente”, explicou Socorro Melo, secretária municipal de Saúde.

Fernanda Batista, coordenadora do Núcleo da Vigilância Epidemiológica da regional de saúde do Estado, frisou que é importante essa parceria da regional de saúde, pois não são casos que acontecem só em Caxias, mas nos municípios da região, como já houve em Aldeias Altas e São João do Sóter.

A Campanha de intensificação das ações de combate à Leishmaniose Visceral (calazar) está acontecendo com as parcerias das secretarias municipais de Saúde, Educação, Assistência Social, Limpeza Pública e Meio Ambiente, além da Secretaria de Estado da Saúde e o CESC\UEMA. (Ascom)

1 comentários:

  1. Animais precisam ser "RETIRADOS". Eufemismo para sacrificados. Sr. Daniel Augusto a doença tem tratamento. Não faça esse desserviço a população.

Postar um comentário