CAXIAS – Caravana Social do município chega ao povoado Buriti Corrente

29.8.18

A comunidade do povoado Buriti Corrente, no 3º Distrito, que fica a aproximadamente 35 km da zona urbana de Caxias, recebeu nesse sábado (25) a Caravana Social da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, que já passou por outros cinco povoados só este ano, nos 1º e 2º distritos do Município.

“Nosso objetivo é trazer os serviços públicos que são oferecidos na sede à zona rural. Esse já é nosso 6º povoado esse ano a convite da comunidade. Temos avaliação de saúde, avaliação psicológica, brinquedos e toda Caravana Social, como também ouvimos as demandas e levaremos ao prefeito Fábio Gentil para buscarmos soluções”, explicou o professor Chiquinho, secretário municipal de Assistência e Desenvolvimento Social.

A ação foi realizada no interior de uma igreja. Enquanto a criançada se divertia, pais e mães passavam por avaliação da saúde, atendimento psicossocial, atualizavam o cadastro do Bolsa Família e do Benefício de Prestação Continuada.

“Já fiz limpeza de pele, tirei sobrancelha e já aferi a pressão. Graças a Deus! Agradeço muito a presença da Caravana aqui”, agradeceu Maria da Silva, moradora do Buriti Corrente.

“É importante esse trabalho para toda comunidade, não só hoje, mas espero que dê continuidade. Temos mais de 150 moradores. Convidei a todos”, destacou Antônio Borges, presidente da Associação dos Produtores Rurais do Buriti Corrente.

“Estamos fazendo a atualização do cadastro dos beneficiários do programa BPC que tem um prazo a ser cumprindo, indo até o final deste ano. Quem não fizer terá seu benefício cancelado. Em Caxias, estamos na rua 1º de Agosto, no Centro, frente à Secretaria de Assistência Social”, explicou Marcela Stefanya, assistente social do BPC.

Ao lado da Igreja os homens participaram de brincadeiras, mas também receberam informações preciosas de como cuidar dos dentes com um profissional especializado.

“Foram informações importantes à comunidade. A gente nunca aprende de forma correta se não for passado pelo profissional, então só há benefícios pra todos que estão participando”, disse Francinaldo da Silva, trabalhador rural.

“Falamos sobre saúde bucal e tiramos algumas dúvidas da população sobre tratamento dentário e como se encaminhar à UBS ou no Centro Especializado. É um trabalho preventivo de orientação e esclarecimentos”, enfatizou Antone Azevedo, médico da UBS do Mutirão. (Ascom)

0 comentários:

Postar um comentário