“Talvez tenha faltado no governo do ex-prefeito amor por esta cidade”, diz o prefeito Fábio Gentil com Léo Coutinho

2.2.17
Do Blog do Ludwig Almeida


O Blog do Sabá publica postagem do colega Ludwig Almeida em que ele aborda outro trecho da entrevista que o prefeito Fábio Gentil concedeu ao jornalista Ricardo Rodrigues sobre a situação da administração do município e os problemas enfrentados nesses primeiros 30 dias da sua gestão. Confira abaixo:

Sem meias palavras, o prefeito Fábio Gentil revelou o motivo do ex-prefeito Léo Coutinho não ter se reelegido em Caxias. “Talvez tenha faltado no governo do ex-prefeito o amor por esta cidade. E é com este amor que vamos transformar o nosso município, é com esta vontade, com essa garra, com essa determinação que nós iremos fazer com que o município possa realmente se desenvolver”, frisou Gentil.

O prefeito Fábio Gentil disse ainda na entrevista que alguns problemas herdados pela sua administração deixados pelo ex-prefeito Léo Coutinho já existiam há muito tempo e que ele sempre fugiu dos debates no período eleitoral para que essas situações não fossem expostas. “Eu sempre convidei o ex-prefeito [Léo Coutinho] na campanha para o debate porque eu queria mostrar os problemas, e ele fugiu dos debates para que esses problemas não fossem expostos. Mas, nós estamos mostrando como encontramos Caxias, passaram quatro anos e os problemas aumentaram”.

CCZ sem funcionar

“Até o carro que é pra juntar os animais nas ruas nem carroceria tem”, foi assim que o prefeito Fábio Gentil relatou durante a entrevista a triste realidade que se encontro o Centro de Zoonoses do município. Mas, ele afirmou que já protocolou um pedido de licitação para resolver esse problema no veículo que recolhe os animais na cidade.

Débito

Uma revelação de um débito milionário da gestão Coutinho foi também tornado público pelo prefeito Fábio Gentil durante a entrevista, e se trata de gastos com serviços de iluminação nas avenidas de Caxias. “A Citelum entregou um documento protocolado também na Secretaria pedindo um pagamento em atraso de mais de R$ 1,5 milhão, pra ser preciso eu até errei, na verdade foi R$ 2,8 milhão. E eu perguntei de que era proveniente esses recursos, que no período eleitoral o senhor prefeito pediu para fazer a Avenida Santos Dumont, a Avenida senador Alexandre Costa e mais uma outra avenida. Eu acho que ele queria tentar ganhar a eleição, mas, a Citelum fez e não recebeu pelo serviços prestado”.

Consignados

Outro caso que veio a público através do prefeito Fábio Gentil foi a situação dos empréstimos consignados. “O Banco do Brasil encaminhou um ofício, o Banco do Brasil e a Caixa Econômica. Cada instituição financeira encaminhou um ofício ao prefeito municipal, Fábio Gentil aonde pede o pagamento dos empréstimos consignados em que o ex-prefeito Léo Coutinho não repassou aos bancos. No Banco do Brasil é mais de R$ 1 milhão e na Caixa Econômica é mais de R$ 1 milhão. Então eu só não entendo na realidade, assim, o ex-prefeito teve um patrimônio que subiu de R$ 2 milhões para R$ 17 milhões, então quer dizer, ele subiu tanto que talvez no modo de ver seja pouco, mas, pra gente é muito e muito porque é um dinheiro que eu nunca vi na minha vida. Mas, agora não passar os consignados, mais de R$ 1 milhão para a Caixa Econômica e mais de R$ 1 milhão para o Banco do Brasil, isso prejudica o município nas suas transações financeiras e não foi feito por mim”, lamentou o prefeito Fábio Gentil.

Caso Caxias Prev

Indagado pelo jornalista Ricardo Rodrigues sobre a situação do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos Municipais de Caxias (Caxias – Prev), o prefeito Fábio Gentil fez questão de mostrar aos telespectadores um documento do Ministério da Previdência Social sobre a real situação do órgão. “Foi feito uma auditoria pelo Ministério da Previdência Social e não foi feito pelo prefeito Fábio Gentil e muito menos pelos seus assessores e sim pelo Ministério da Previdência Social. A quem eu digo que tem total confiança e credibilidade que é o ministério que rege todas as previdências deste país. E de acordo com o ministério eu vou ler alguns pontos e deixa que o povo tire suas conclusões e esse relatório está no próprio site do Ministério da Previdência Social. E diz, a notificação de auditoria fiscal número NAF 232/2015 página 13 que o déficit atuarial da Caxias-Prev apurado o demonstrativo de resultados da avaliação atuarial DRAA de 2014 enviado ao Ministério da Previdência Social em 14/04/2015 atingia o valor de R$ 169.099.118,00 milhões. Bom, não sou eu que estou dizendo, eu estou lendo o relatório de auditoria do Ministério da Previdência Social deste país…”.

Indagado pelo jornalista Ricardo Rodrigues sobre a situação do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos Municipais de Caxias (Caxias – Prev), o prefeito Fábio Gentil fez questão de mostrar aos telespectadores um documento do Ministério da Previdência Social sobre a real situação do órgão. “Foi feito uma auditoria pelo Ministério da Previdência Social e não foi feito pelo prefeito Fábio Gentil e muito menos pelo seus assessores e sim pelo Ministério da Previdência Social. A quem eu digo que tem total confiança e credibilidade que é o ministério que rege todas as previdências deste país. E de acordo com o ministério eu vou ler alguns pontos e deixa que o povo tire suas conclusões e esse relatório está no próprio site do Ministério da Previdência Social. E diz, a notificação de auditoria fiscal número NAF 232/2015 página 13 que o déficit atuarial da Caxias-Prev apurado o demonstrativo de resultados da avaliação atuarial DRAA de 2014 enviado ao Ministério da Previdência Social em 14/04/2015 atingia o valor de R$ 169.099.118,00 milhões. Bom, não sou eu que estou dizendo, eu estou lendo o relatório de auditoria do Ministério da Previdência Social deste país…”.

0 comentários:

Postar um comentário