Só vai na pressão!!! Após OAB caxiense cobrar instalação do IML, Léo Coutinho “corre atrás do prejuízo” e anuncia que órgão virá, mas somente próximo das eleições

1.4.16
Pressão funcionou! Após pedido da OAB para instalação do IML no município, Léo Coutinho 
anuncia que “finalmente, depois de muita luta, o IML virá”

Demorou exatos 14 dias desde o pedido dos dirigentes da OAB caxiense junto ao secretário de Segurança do Estado, Jefferson Portela, pela instalação do IML em Caxias, para que o prefeito Léo Coutinho recebesse a visita de Cleyton Noleto, secretário estadual de Infraestrutura, anunciando justamente a instalação do IML no município.

Conforme publicado no blog em 17 de março, os dirigentes da OAB Caxias, advogados Agostinho Neto, Breno Leitão e Catulé Júnior, foram até o secretário de Segurança do Estado, “e pediram a instalação imediata do IML no município” (reveja aqui).

Isso tem provocado desgaste para os advogados, para a Polícia e para os cidadãos, principalmente os mais carentes, que tem que se deslocar até Timon, provocando um custo elevado nessa locomoção”, justificaram os representantes da OAB caxiense no pedido.

Sensibilizado com a reivindicação dos causídicos caxienses, Jefferson Portela se prontificou a “agilizar a construção do órgão no município o mais rápido possível

Pois bem, como a transferência do IML de Caxias para Timon, as queixas dos advogados e da população em geral são enormes desde então, o que tem provocado um desgaste enorme para o prefeito de Caxias e também para o deputado Humberto Coutinho que, por ser presidente da Assembleia Legislativa, e o mais importante aliado do governador Flávio Dino, deixou seu principal reduto eleitoral perder um órgão tão importante para o município.

Mas diante da aparente boa vontade do secretário de Segurança em atender a solicitação da atuante seccional da OAB no município, eis que rapidamente o grupo Coutinho se articula e corre atrás do prejuízo para ser ele o ‘pai da criança’.

Finalmente, depois de muita luta, e com a parceria do Governo Flávio Dino, Caxias vai receber um Instituto Médico Legal (IML) e um Instituto de Criminalística”, publicou Léo Coutinho no seu perfil no facebook.

Bem, eu não sei de qual tipo de “muita luta” que o prefeito se refere, pois, aliado incondicional do governador Flávio Dino, e sendo o tio presidente da AL, fica difícil imaginar qual o grau de dificuldade ele teve para conseguir algo tão simples para quem detém tanto poder junto ao Palácio dos Leões.

Independente de que tenha tido o mérito da instalação do IML no município, fica mais uma vez a lição: Léo Coutinho só vai na pressão!

3 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Sabá qruerem instalar no prédio da UEMA que está destinado ao hospital universitário. E isso pode?

  1. Anônimo disse...:

    MEU CARO ANONIMO INFELIZMENTE NESSES ULTIMOS TREZE ANOS EM CAXIAS MA TUDO PODE NÃO SE ESPANTE SE VOCÊ OLHAR UM ELEFANTE VOANDO

  1. carloszaqueus disse...:

    É como alguns da população não param para refletir. Porque só agora no ano eleitoral houve esse esforço todo, pois como se refere o último anonimo. Depois de mais de um ano da transferência do IML para Timon, e caso alguns dos governantes tivessem interesse, mesmo com a tal transferência teriam resolvido na semana seguinte. Também não descarto a inauguração mesmo que após a eleição tudo volte a ser como esta. Pode acontecer o mesmo que aconteceu com o hospital macro regional, que seria para atender todo tipo de ocorrência, mais muitos ainda estão sendo transferido para Coroatá e Presidente Dutra, porque o hospital não é mais macro regional, é só hospital regional. Mais por isso eu já esperava que o mesmo não iria funcionar da forma planejada atender todo tipo de ocorrência, pois se assim fizesse a Casa de Saúde fechava.

Postar um comentário