Timon - Semed e Demip desenvolvem ações para economia de energia em escolas climatizadas

19.3.15
Atualmente, no município, 231 salas de aulas estão climatizadas, além de bibliotecas, sala de professores, salas de apoio e diretorias, beneficiando 11.600 alunos

A secretária municipal de Educação, Dinair Veloso, e o diretor do Departamento de iluminação do município, Edvar Shalcher, estão em parceria direta para em ação conjunta racionar energia nas escolas municipais que foram climatizadas. Em reunião esta manhã, com os diretores das escolas que foram beneficiadas com a climatização, apresentaram propostas e pediram a colaboração dos representantes das unidades. 

A escola Luís Miguel Budaruiche, que recebeu a climatização no ano passado, já apresenta mudanças na rotina dos funcionários e alunos devido uma campanha de conscientização e uso racional da energia na unidade. Segundo Girlene Adriana, diretora da escola desde a climatização, foram feitas reuniões com os funcionários, os pais e os alunos para o uso correto e responsável dos ar condicionados e da energia. 

Agora estamos colhendo os frutos do trabalho de conscientização que já estávamos realizando. Os alunos estão respondendo as nossas expectativas, o resultado é muito interessante, o comportamento deles mudaram. Quando elas terminam a aula eles mesmos me procuram para desligar o ar, agora estão sempre atentos para deixar a porta a porta da sala de aula fechada enquanto o ar está ligado. Essa reunião só vem pra completar o que estamos fazendo e ajudar a reduzir nosso consumo com essas dicas e suporte do Demip”, afirma Girlene. 

Atualmente, no município, 231 salas de aulas estão climatizadas, além de bibliotecas, sala de professores, salas de apoio e diretorias, beneficiando 11.600 alunos. “Desde que o prefeito assumiu a gestão, uma das prioridades dele era fazer a climatização das escolas. Nós entendemos que é uma necessidade e para que possamos estender esse benefício para outras escolas, precisamos do empenho dos gestores no sentido de racionar energia. O caro não é o equipamento, é a manutenção e o valor da energia que vem só aumentando”, ressaltou Dinair Veloso, secretária de educação. 

Segundo Edvar, diretor do Demip, com a climatização o aumento na conta de iluminação dessas escolas é inevitável. “Por isso precisamos da colaboração de todos para o uso consciente da energia. Estamos embasados em gráficos de estimativa da energia em cada escola. O município arca com uma despesa de consumo maior visando propiciar um ambiente agradável na sala de aula. Com isso contamos com os gestores para tomar medidas reais de uso racional”, acrescentou Edvar, diretor do Demip. 

A Prefeitura Municipal, através do Departamento Municipal de Iluminação, apresentou durante a reunião o Projeto ‘Menos Energia, Mais Economia’, que visa reduzir em 30% os gastos com energia elétrica dos prédios públicos municipais. Os principais agentes desse processo são os próprios funcionários que serão orientados a utilizar a energia elétrica de forma racional e consciente. 

O projeto começa a ser executado na segunda-feira (23/03), inicialmente, nas escolas e prédios da Educação. Técnicos do Demip irão visitar as escolas, administrando palestras educacionais, apresentando medidas de redução da energia, distribuindo panfletos com dicas de manutenção e uso consciente, além de atividades conjuntas com cada escola ou repartição. (Assessoria)

0 comentários:

Postar um comentário