(Não estariam respeitando legislação sanitária) Veterinária denuncia venda de produtos frios em supermercado de Caxias

7.3.15
A veterinária Allanesa de Araújo usou as redes sociais nesta semana para denunciar a forma que o supermercado Comercial Carvalho em Caxias estaria comercializando queijo, presunto, salame e outros produtos frios.

como consumidora me senti lesada, como veterinária tive vergonha do órgão responsável pela fiscalização sanitária neste município e como pessoa fiquei e ainda estou indignada”, disse ela na sua página pessoal na rede social facebook ao tentar comprar queijo e presunto no supermercado caxiense e se deparou com o balconista afirmando que o queijo já vinha fatiado de Teresina. “Como assim?! Alem de venderem frios pré fatiados e sem embalagem (eles empilham as toras de queijo, presunto, salame... fatiadas e vc n sabe marca, data de fabricação, data de validade e nem quando foram cortados). Ainda trazem de Teresina????”, questionou Allanesa na internet.

Isso é completamente proibido pela legislação sanitária. Quem me garante que o q esta fatiado ali realmente é o que estão vendendo”, continuou a veterinária no seu protesto acrescentando que aqueles produtos (queijo e presunto), não duram muito tempo na geladeira de casa. “Os frios que se compra lá não duram mais que 2-3 dias na geladeira”, garante ela.

Desde que chegou em Caxias, o Comercial Carvalho praticamente aniquiliou a concorrência, tornando-se praticamente dono do mercado.

Fora do Teresina, a unidade do Carvalho em solo caxiense responde pelo maior faturamento do grupo.

Com  esse monopólio do mercado, e faturando aos tubos em Caxias, o supermercado piauiense dá de barato para os produtos produzidos na princesa do sertão. Nem mesmo os saponáceos fabricados na cidade que tão bem o acolheu, estão disponíveis nas prateleiras das suas lojas.

O desabafo da veterinária caxiense é válido e serve de alerta para que a empresa piauiense adote uma postura mais adequada com os consumidores locais.

Abaixo o desabafo de Allanesa Araújo:

Isso é mais um desabafo que qualquer outra coisa, como consumidora me senti lesada, como veterinária tive vergonha do órgão responsável pela fiscalização sanitária neste município e como pessoa fiquei e ainda estou indignada.

Estava eu esperando na fila p comprar queijo e presunto quando um senhor na minha frente pediu um pedaço de queijo (eles chamam aqui de sobra, aquele q a maquina n consegue cortar). O rapaz do balcão falou na maior naturalidade que não tinha sobra pois o queijo já tinha vindo fatiado de Teresina. Como assim?! Alem de venderem frios pré fatiados e sem embalagem (eles empilham as toras de queijo, presunto, salame... fatiadas e vc n sabe marca, data de fabricação, data de validade e nem quando foram cortados). Ainda trazem de Teresina???? Isso é completamente proibido pela legislação sanitária. Quem me garante que o q esta fatiado ali realmente é o que estão vendendo.

Os frios que se compra lá não duram mais que 2-3 dias na geladeira, isso sabemos, quantas vezes já perguntei que marca era e não sabiam dizer ou tinha 2 cortadas pedi uma especifica e o cara disse que não dava pra saber qual era pq já estava fatiada, eles NÃO fariam na nossa frente se a gente pedir (violam mais um direito do consumidor) e agora transportam Deus sabe como esses frios pré fatiados de um estado para outro??? Ate quando esse "supermercado" vai fazer o que quiser?

Cadê a vigilância sanitária municipal? Cadê o Procon? Cadê o ministério publico? O que vão fazer a respeito desse absurdo?

Bom aos meus amigos recomendo NÃO COMPREM QUEIJOS, PRESUNTOS E AFINS NO SUPERMERCADO DO CENTRO DA CIDADE E NENHUM OUTRO DESSA MESMA REDE ELES DESRESPEITAM O CONSUMIDOR, O RIISPOA (BÍBLIA DA VIGILÂNCIA SANITÁRIA E INSPEÇÃO DE ALIMENTOS). 

Aos que se perguntarem pq mesmo tendo conhecimento ate ontem ainda comprava lá a resposta é: mais perto do meu trabalho.

11 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Realmente está faltando concorrência nessa cidade, pois a falta dela faz com que sejamos desafiados por grupos que só desejam o lucro, restos do que não é vendido em PI, preços altos e falta de atendimento é o que não falta no Carvalho daqui de Caxias, é triste, mas os empresários não são audaciosos, o Bonfim é o único que está tentando mas seus preços também não são bons é alto também, principalmente verduras e frutas. Vamos lutar por novas redes de supermercados se interessem pelo nosso mercado!

  1. Anônimo disse...:

    Já trabalhei no Carvalho, isso não é verdade. Queijo e presunto são fatiados na própria loja. Já que você é um jornalista sério deveria ir conferir de perto antes de públicar tal matéria. Você não está sendo imparcial...

  1. Anônimo disse...:

    A parte do frigorífico do supermercado dia desses que fui lá estava com um mal cheiro horrível.

  1. Anônimo disse...:

    cambio

  1. Anônimo disse...:

    Trabalhei a 7 anos no Comercial Carvalho, sobre os produtos Queijo, Presunto não vem fatiados de Teresina. Mas existem equipamentos próprios no setor de frios, sendo que, fatiados dentro do próprio estabelecimento que é a filial de Caxias.

  1. Anônimo disse...:

    A um tempo atrás estavam querendo trazer um empreendimento aqui na cidade de Caxias que é o Mateus Supermercado. Por que a secretaria de Indústria e Comércio e a Prefeitura do município não trouxe ainda? é favor do Monopólio? Cadê a Concorrência?

  1. Anônimo disse...:

    Então deviam treinar os funcionarios para atenderem melhor os clientes. Pois pelo que ela disse quem falou que vinha fatiado de Teresina foi o atendente.

  1. Anônimo disse...:

    Parabéns pela coragem e iniciativa.
    Se fosse aqui em Codó sua denúncia seria atendida imediatamente. A comissão do consumidor de codo da OAB é a mais atuante do Maranhão. Se nao me engano o nome do Advogado Presidente é Tomé Mota. E é o Diretor do Procon de CODÓ tb.
    Se os órgãos de Caxias não resolverem aí peça ajuda a ele!
    Mais 1 vez parabens. Sao iniciativas como a sua que ainda se da prazer de morar no Brasil.

  1. Anônimo disse...:

    até que enfim alguém para falar pela população senhora veterinária lhe apoiamos afinal quem tem que nos defender é nós mesmo porque o poder público não está nem ai para a população é tanto que já tem até denuncia contra a vigilancia sanitaria do municipio. vá enfrente se precisar de apoio é só convocar a população que juntos vamos acabar com essa falta de zelo do poder publico municipal para com a população.

  1. Anônimo disse...:

    minha senhora ministério publico e vigilância sanitária, não funcionam em caxias acorda todo mundo meu povo.

  1. Anônimo disse...:

    Acredito que o cidadão merece respeito, mas não é utilizando de uma matéria totalmente parcial que teremos algum exito, pois bem conheço os processos do Grupo Carvalho e sei que no próprio setor existe sim máquinas para fatiar queijos e presuntos sim, ela está visível aos olhos de todos!,aliá não precisa nem conhecer para ter esta visualização.Realmente não temos concorrência na cidade,mas será que é culpa do Comercial Carvalho acho que não!Então caro jornalista vamos investigar esta informação,procurar a gerência do supermercado .

Postar um comentário