Bastidores & bastidores

8.3.15
Ordens palacianas
Com os constantes bombardeios dirigidos ao Palácio da Cidade, a ordem agora é pedir aos vereadores governistas que parem de reclamar sobre os problemas da comunidade. A ideia é não municionar (mais ainda) a oposição.

Contra-ordem
Por sua vez, os governistas estão dando de ombros à recomendação palaciana. Estão de olho mesmo é nas suas respectivas campanhas de reeleição.

Invasão de redutos
Tem vereador da base do governo Léo Coutinho que está prestes a explodir com o avanço de colega, da mesma linhagem do prefeito, nos seus redutos.

Centenas de empregos
Como se não bastasse a cobiça pelos redutos dos pobres aliados, uma verdadeira fartura de empregos está sendo vista para facilitar a recandidatura da preferida do Palácio da Cidade na Câmara.

Muy amigo
Com essa invasão sem cerimônia nos redutos dos ‘aliados’, está mais caracterizado do que nunca a forma como os detentores do poder em Caxias tratam seus ‘amigos’. Aliás, a palavra “amigo” pode ter muitos significados na princesa do sertão.

Tentação
A nova secretária de Educação de Caxias, professora Lucita, já chegou com uma quantia considerável a sua disposição na pasta. São quase R$ 11 milhões depositados na conta do Fundeb. O dinheiro, segundo a lei, deve ser aplicado (60%) na valorização do magistério, o que poderia muito bem ser distribuído aos professores em forma de abono.

Azar
Nem todos os caxienses que estão indo na Assembleia Legislativa acertar ‘o seu’ estão tendo a mesma sorte. Alguns não conseguem nem ser atendidos.

Trófeu
Ganhará um prêmio aquele vereador que se mostrar mais subserviente ao governo Léo Coutinho na Câmara. A notícia corre nos bastidores do legislativo e prevê uma premiação considerável para quem se sobressair na defesa do chefe. Dizem que vale tudo para agradar o ‘patrão’. Quem se habilita?

3 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    essa verdadeira fartura de empregos está sendo vista para facilitar a recandidatura da preferida do Palácio da Cidade na Câmara e o Ministério Público não toma nem uma atitude. Sr. Blogueiro refresque a memória do povo Caxiense e nos diga quando foi feito o ultimo concurso público para preencher vagas na Câmara Municipal de Caxias? ou estamos enganado e as Câmaras Municipais não tem a obrigação de fazer concurso público os empregos são só por indicação? vc sabia que tem fornecedor da prefeitura com nome na folha de pagamento da Câmara? ele é do ramo de papelaria. INVESTIGUE.

  1. Anônimo disse...:

    Aproveitando o ensejo, deixo aqui outra dica: a "poderosa" emprega quem quer a hora que quer, prova disto é o beneficiamento cara de pau da família da futura nora da poderosa.

  1. Anônimo disse...:

    Sobre a empresa Suzano que era para ser instalada em Caxias, que iria gerar 6000 vagas de emprego. Mas o motivo que o ex-prefeito e atual deputado estadual Humberto Coutinho e grupo, não aceitaram para a instalação do empreendimento, que foi para a cidade de Imperatriz as vagas de emprego, por que com os 6000 caxienses nesta vagas, deixaria de depender de contrato de emprego de prefeitura e o grupo Coutinho iria perder voto, no período de eleição. O que vai fazer a nossa cidade crescer, é a indústria. E esse grupo politico (Coutinhos) neste 10 anos nenhuma indústria e nem concurso público de responsabilidade. Acorda Caxienses, Caxias cada dia que passa, está complicado. Assina: Jovem Caxiense.

Postar um comentário