Timon - Prefeitura entrega mais duas Unidades Básicas de Saúde

25.9.14
Dando continuidade às entregas das Unidades Básicas de Saúde (UBS), a população de Timon recebeu ontem (24) mais duas unidades. Uma delas, a UBS do CAIC, é nova e foi construída pela atual gestão. Já a UBS da Vila do Bec foi reformada e ampliada.

Durante as solenidades, foram relembradas as ações e políticas públicas desenvolvidas pelo prefeito Luciano Leitoa nesses dois anos de mandatos. O Presidente do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS), Iglesias Alves, afirmou que a maior beneficiada com as unidades é população de Timon. “90% dos problemas de saúde podem ser resolvidos na própria unidade de saúde. Precisamos intensificar e nos dedicar para que possamos oferecer à comunidade um serviço à altura da nossa estrutura física. Agora, os agentes têm sua própria sala para realizar reuniões e discutir os planejamentos”, destacou.

A Unidade Básica do CAIC teve investimento de R$ 306.929,34, com R$ 40.262,67 de contrapartida do município na construção, e beneficiará os moradores dos bairros São Marcos, Parque Aliança e Pedro Patrício, chegando em torno de 1.597 famílias assistidas. Para a reforma e ampliação da Unidade da Vila do Bec, foi necessário investimento de R$ 103.026,98. O número de famílias beneficiadas é 1.621 e atenderá aos moradores do Planalto Boa Esperança, Vila do BEC e adjacências.

O Secretário Municipal de Saúde, Márcio Sá, falou sobre os investimentos da saúde no município. “Temos um total de 11 unidades para construção e 6 para ampliação e reforma. Todos esses investimentos chegam a aproximadamente 4 milhões e meio de reais. O município entra com contrapartida na execução da obra e também arca com terreno, equipamentos e mobiliários. A atenção básica, que é de nossa alçada, tem sido muito acompanhada por nós. Conseguimos, recentemente, verba para mais duas reformas e ampliação, que englobam a unidade do Boa Vista e do Parque Alvorada”, explicou.

A representante do Conselho Municipal de Saúde, Rosenilda Torres, falou que o grande benefício da gestão é manter diálogo com o povo e com as instituições que podem contribuir para as melhorias sociais. ”Nós, do conselho, temos aprovado projetos como esse, porque acreditamos que a unidade de saúde deve ser a primeira instância procurada pelo povo, no que diz respeito a saúde. Acompanhamento pré-natal, hipertensos, e outros agravos de saúde devem ser feitos pelas unidades. Com ações preventivas e de acompanhamento como essas, poderemos reduzir em 80% que estes casos se tornem piores e mais complexos. A municipalização dos recursos foi de grande valia para o município, que agora recebe diretamente os recursos provenientes do governo federal”, enfatizou.

O prefeito Luciano Leitoa comentou sobre as iniciativas de seu governo que já se tornaram realidade e também sobre os projetos futuros, como a abertura do Centro Integrado de Reabilitação (CEIR). “Temos muito a fazer, porque sabemos das dificuldades da nossa cidade. Estamos com dois anos de gestão e acredito que o que o estamos deixando para o povo é o mais importante. E é isso que queremos”. (Da Assessoria)

0 comentários:

Postar um comentário