Incrível!!! patrimônio do vereador Daniel Barros (PDT), de Caxias, agora pré-candidato a deputado federal, cresce mais de 700% de 2020 a 2022; candidato também declarou que tem R$ 645 mil em dinheiro vivo à Justiça Eleitoral

5.8.22

Vereador Daniel Barros, de Caxias, viu seu patrimônio crescer mais
de 700% em apenas dois anos

Depois do senador Weverton Rocha (PDT), virar notícia nacional pelo escandaloso aumento de 1300% no patrimônio declarado, além de informar que tem R$ 500 mil reais em espécie, agora é a vez de mais um nome do partido, o vereador por Caxias (MA), Daniel Barros (PDT), explicar como se deu o aumento do patrimônio declarado junto a justiça eleitoral em mais de 700% em dois anos. 

Nas eleições de 2020, Daniel Barros disse que  tinha apenas R$ 159.932,84 em bens. Desse total, R$ 69.921,66 estava na caderneta de poupança e os veículos, caminhão, automóvel e moto, dariam mais R$ 90.000,00. Uma outra caderneta de poupança constava apenas R$ 11,18.

Mas, misteriosamente o patrimônio do vereador, agora candidato a Deputado Federal em 2022, subiu dos R$ 159.932,84 em bens, para R$ 1.167.248,58. Ou seja, mais de 700% de aumento. Além disso, ele declarou que tem R$ 645 mil reais em espécie (dinheiro vivo). Fora outros créditos e poupanças vinculadas, além de veículos que somam mais de R$ 100 mil.

Com a palavra, o vereador! Bora explicar pra população?

Agência Brasil

Nesta semana, Weverton Rocha (PDT), também foi notícia nacional pelo inexplicável aumento do patrimônio como consta em reportagem abaixo, da Agência Brasil, mas que também repercutiu na Veja, Antagonista e outros veículos de comunicação.

Weverton Rocha parece estar fazendo escola entre os seus aliados

Patrimônio de senador cresce 1300% entre 2014 e 2022

Em 2014, Weverton Rocha possuía R$ 325.760 em bens, valor bem inferior aos R$ 4,24 milhões declarados nesta eleição.

Weverton Rocha, candidato ao governo do Maranhão e senador licenciado pelo estado, é um exemplo de multiplicação patrimonial. Na prestação de contas desta eleição, o político afirma possuir R$4,24 milhões em bens – mais de 13 vezes os R$ 325.760 relatados em 2014. 

Além dos bens, Weverton declarou ter R$ 500 mil em dinheiro vivo em sua posse.

Em 2014, quando se elegeu deputado federal, o parlamentar declarou R$ 325.760 em bens – a maior parte composto de duas casas e dois terrenos. Seu patrimônio foi catapultado em 2018 para R$2,46 milhões – um salto de 650%. Naquele ano, quando se elegeu senador, já possuía casas, terrenos, ações em empresas e R$ 35,36 em moeda estrangeira.

Empresa valores absolutos, o novo salto entre 2018 e 2022 é de 72%

Hoje, a maior parte dos bens de Weverton está em imóveis – ele tem uma casa avaliada em R$ 1,05 milhão, e um apartamento em R$ 1,5 milhão. O parlamentar ainda tem duas casas, dois terrenos e participações societárias, além de do meio milhão em espécie. (Fonte: Blog do Daniel Matos)

0 comentários:

Postar um comentário