Moradores de Parnarama querem fazer protesto contra a Equatorial Energia (Cemar) em Timon

25.6.20
Acima veja fachada do prédio da Equatorial Energia em São Luis

Dezenas e dezenas de moradores da zona rural de Parnarama estão planejando vir a Timon na próxima semana fazer uma manifestação de protesto contra a Equatorial Energia, a antiga Cemar, no escritório sede da empresa na cidade.

O protesto é fruto de uma indignação de famílias da zona rural daquele município que já solicitaram a instalação de energia em seus povoados e até agora a Equatorial nada de executar os pedidos.

De acordo com informações do vereador Miguel do Tiririca (na foto ao lado), os moradores fizeram a solicitação em novembro do ano passado sem que a Equatorial tenha tomado qualquer providência. O parlamentar lembra que os moradores não estão pedindo favor a empresa, pois todos irão pagar suas contas de consumo. “No grupo de moradores que está sendo prejudicado tem pessoas idosas com mais de 90 anos, pessoas com câncer e outros que necessitam de energia para seu bem-estar ou até mesmo para tratamento”, destacou ele.

São pelo menos dois povoados, como Água Vermelha e Curral Velho,  que esperam há meses a boa vontade da Equatorial Energia, mas até hoje sequer deu parecer respondendo a demanda popular, mostrando total falta de sensibilidade social.

O vereador destaca que nem mesmo um ofício da Secretaria Municipal de Administração da prefeitura de Parnarama solicitando a instalação da energia conseguiu sensibilizar a Equatorial Energia. “Os moradores estão indignados e pretendem fazer um protesto na próxima semana aí em Timon na frente do escritório da Equatorial. Eu já avisei que se depender de mim eles podem contar com meu apoio”, explicou Miguel do Tiririca informando que a manifestação poderá acontecer na terça ou quarta-feira da próxima semana. (Do blog do Elias Lacerda)

0 comentários:

Postar um comentário