Fazenda em Caxias com dois casos positivos de Covid-19 passa por fiscalização

1.6.20

Funcionários foram imunizados contra o H1N1, tiveram a temperatura verificada e realizaram testagem rápida.

Uma força-tarefa composta pela Vigilância Sanitária, Vigilância Epidemiológica, Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ), além dos profissionais da Unidade Básica de Saúde do povoado Baú, foi à Fazenda Rio Largo, na BR-226, a aproximadamente 100 km da zona urbana, no 1º Distrito. Após a informação de dois casos positivos para covid-19, os profissionais de saúde resolveram ir ao local para evitar que a doença se prolifere na propriedade que pertence ao grupo Maratá e onde trabalham mais de 200 pessoas.

“Atualmente temos dois casos notificados e acompanhados, são dos casos positivos. Só que já estão em isolamento. Inclusive um está em Caxias, no bairro Ponte, e o outro funcionário está aqui na fazenda, mas já está em isolamento. A gente veio para fazer a vacinação, alguns já haviam tomado. Viemos para fazer a triagem para ver se tem algum funcionário que está apresentando algum sintoma, e estamos orientando os demais”, afirma Gláucia Abreu, representante da Vigilância Epidemiológica.

“A gente recebeu os dois pacientes, eles foram avaliados, foi feita a testagem e deu positivo. Por isso que a gente resolveu fazer uma intervenção para evitar que outras pessoas se contaminem”, frisa Geovanna Galas, enfermeira da UBS do Baú.

No local foi feita a desinfecção do refeitório e da residência onde os casos positivos foram identificados. Os funcionários foram imunizados contra o H1N1, tiveram a temperatura verificada e realizaram testagem rápida.

“O importante é a gente desinfectar a área e fazer com que as pessoas possam ter a possibilidade de não adoecer mais com esse vírus”, diz Natanael Reis, coordenador da UVZ.

(Da assessoria)

0 comentários:

Postar um comentário