Caxias já experimentou o avanço. Não vai mais querer o atraso

9.6.19

Por Teódulo Aragão

Ninguém joga pedra em fruta podre. Ouvi muitas vezes esse ditado da boca dos mais velhos. Pessoas que falam com a sabedoria de quem já viveu muito e tem experiência pra saber bem do que as pessoas são capazes de fazer quando motivadas pela inveja.

Sim, inveja! Não há outra explicação para os ataques pessoais e caluniosos que venho sofrendo. Tenho me calado pois, além de ter sempre muito o que fazer, acho que não cabe ao homem sério se prestar à bate-boca, troca de farpas e insultos. Mas não venho aqui insultar ninguém, mas apelar para o bom senso do caxiense. Esse nunca faltou. Apelo aos meus conterrâneos para ficarem atentos ao jogo baixo de figuras que pouco serviço têm para mostrar e procuram se utilizar do sórdido e rasteiro expediente do ataque pessoal como forma de diminuir o trabalho bem feito. São pessoas que sabem que o pouco que realizaram em Caxias não resiste à comparação do que já fez o prefeito Fábio Gentil em sua gestão junto com aqueles com quem escolheu trabalhar.

Pior ainda, o desespero bate à porta das pessoas que proferem tais ataques quando vêem os planos que o prefeito Fábio Gentil tem para o restante do seu primeiro mandato. A iminência da inauguração do hospital, a recente ampliação para o atendimento noturno nas UBS, construção do shopping popular, construção de escolas, creches, restaurante popular, a construção do complexo esportivo, atração de novos negócios para a cidade, etc. Tudo isso em um momento de grave crise e falta de crescimento econômico no Brasil. Só com muita organização e trabalho é que essa equipe, comandada por um jovem capaz e experiente, pode fazer o que se espera das pessoas que exercem o poder.

Isso mesmo. O que se espera de quem exerce o poder é trabalho. Trabalho que resulta em melhoria de vida para os que vivem em Caxias. Não ataques infantis que buscam denegrir a imagem de pessoas sérias e que nada acrescentam à qualidade de vida do caxiense. Mas sei bem que o povo de minha cidade não cai mais nessa conversa. Caxias já experimentou o avanço. Não vai mais querer o atraso.

(Teódulo Aragão é coordenador do RH da Secretaria de Saúde de Caxias)

0 comentários:

Postar um comentário