Zé Reinaldo anuncia rompimento com Flávio Dino

24.2.18

O deputado federal Zé Reinaldo cansou de esperar um gesto de gratidão do governador Flávio Dino (PCdoB).

Pré-candidato a senador e sem um sinal claro do comunista de que lhe daria apoio no projeto, o parlamentar anunciou neste sábado (24) o rompimento oficial.

“Serei candidato, mas vou buscar outro caminho já que não há interesse em estarmos juntos. Saindo sem volta”, disse Zé Reinaldo, em entrevista ao jornalista Gláucio Ericeira.

Em entrevista a O Imparcial, divulgada também neste sábado, ele já havia dado sinais do rompimento.

“Se Flávio não me quer, tem quem queira”, disse.

Filiação

Apesar de fora da base de apoio ao Palácio dos Leões, Zé Reinaldo mantém para o dia 10 de março a data de sua filiação ao DEM, partido que, curiosamente, segue alinhado ao projeto comunista.

Sacrifícios

Em recente entrevista à TV Guará, o pré-candidato a senador já havia dado mostras de insatisfação em virtude da falta de reconhecimento dos comunistas por alguns “sacrifícios” feitos por ele em prol do grupo opositor da família Sarney no Maranhão.

Segundo o parlamentar, em pelo menos duas ocasiões – 2006 e 2014 – ele poderia ter sido eleito senador, mas abdicou do projeto e prol do fortalecimento da base aliada.

“Não estou dizendo isso como ameaça, mas eu serei candidato ao Senado porque eu já deixei de ser senador duas vezes, me sacrificando, pela primeira vez para proteger o governador Jackson Lago em 2006. Eu tinha uma eleição tranquila, mas fiquei no governo para manter forte o projeto de eleger o governador Jackson Lago. E em 2014 eu fiz a mesma coisa com o governador Flávio Dino: eu deixei de ser candidato para manter o grupo político, os partidos, e o grupo político todo, em torno da candidatura de Flávio. Se eu fosse brigar para ser senador naquela ocasião, eu seria eleito, mas poderia dividir o palanque do Flávio e fiz esse sacrifício mais uma vez”, disse. (Do Blog do Gilberto Léda)

0 comentários:

Postar um comentário