Rafael Leitoa lamenta desconhecimento de Alexandre Almeida

24.3.15
Rafael Leitoa cobra prestação de contas do mandato de 
Alexandre Almeida (Fonte: JR Lisboa e Marcio Diniz/Agência AL)
O deputado estadual Rafael Leitoa, utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa, na manhã desta terça-feira (24), para cobrar uma postura diferente do conterrâneo Alexandre Almeida. Segundo Rafael, o deputado do PTN tenta confundir e colocar a população timonense contra o prefeito Luciano Leitoa, utilizando-se de expedientes inverídicos e ausentando-se do confronte direto com o deputado pedetista.

Rafael Leitoa, lembrou, que no intuito de desqualificar a administração municipal de Timon, Alexandre Almeida peca ao esquecer o fato de ter sido líder do governo Roseana, na mesma tribuna da Assembleia Legislativa em que hoje se apresenta como salvador. Em 2011, como presidente da Comissão de Orçamento, Finanças, Fiscalização e Controle, Alexandre Almeida rejeitou emendas parlamentares do então deputado estadual, Luciano Leitoa, que seriam destinadas para as áreas da Saúde (Produção, Tratamento e Distribuição de água Potável), Infraestrutura (Implantação, Melhoria e Pavimentação de Rodovias).

Escola Estadual Residencial Novo Tempo

Em relação à escola defendida, dias atrás, por Alexandre Almeida, Rafael informou aos colegas parlamentares, que se trata de mais um exemplo das ações do governo Roseana Sarney por todo o Maranhão, onde eram feitas as contratações, fixação das placas e as obras não aconteciam ou ficaram pela metade, como foi constatado em visita recente da Comissão de Obras.

Rafael alertou que Alexandre Almeida tira foto perto das placas para colocar em blogs, dizendo que vai construir a escola de ensino médio no Residencial Novo Tempo, fazendo parecer que está trabalhando para o povo de Timon, mesmo sabendo que a escola não vai ser construída, pois o banco nunca autorizou a construção.

Segundo Rafael, o objetivo de Alexandre Almeida é tentar trazer um pleito eleitoral de 2016 para a tribuna da Assembleia. “Mas ele tem que prestar conta, primeiro, do mandato dele como deputado, líder do governo Roseana. Por que o Hospital Alarico Pacheco nunca foi entregue? Por que o Governo do Estado nunca resolveu a parceria institucional com os hospitais de Teresina? Por que o nosso policiamento é pequeno?”, questionou Rafael Leitoa.

0 comentários:

Postar um comentário