Tá feia a coisa!!! Proprietários de ônibus que fazem transporte escolar em Caxias ameaçam parar por falta de pagamento

6.8.14
Minha energia foi cortada ontem”. “Tenho que comprar pneus novos para garantir um transporte seguro”. “Essa é minha única fonte de renda”.

Também temos contas a pagar”, protesta um dos proprietários 
de ônibus do transporte escolar de Caxias (imagem ilustrativa)
Os relatos sobre a agonia por que passam proprietários de ônibus e vans que fazem o transporte escolar no município de Caxias são os mais variados.

Nesta terça-feira, 05, conversei com alguns desses prestadores de serviço ao município e constatei in loco os motivos do prefeito Léo Coutinho amargar tão baixos índices de popularidade no seu governo.

Aqueles prestadores do serviço de transporte escolar que atuam transportando alunos do ensino médio e que recebem seus pagamentos via FPM, estão amargando 3 meses sem receber pelo serviço. Aqueles que são pagos com os recursos do Fundeb também estão com seus pagamentos atrasados e já entraram no 2o mês sem ver a cor do dinheiro.

Há cerca de 15 dias esses prestadores tiveram a garantia que receberiam os pagamentos no último dia 30 e, até agora, nada.

Prometeram para o dia 30 de julho e a gente se animou, mas até agora nem sinal de quando irão pagar”, afirma um revoltado proprietário de ônibus que pediu para não ser identificado. “Desde ontem a gente vai lá [na Prefeitura] e agora nem promessa eles dão mais”, lamenta o homem que tira desse veículo o sustento de sua família.  

O ex-prefeito de Caxias, Humberto Coutinho, costuma perguntar para seus aliados o motivo para a insatisfação da população com o governo do sobrinho medido frequentemente em pesquisas de opinião. Mas ele pergunta porque quer, pois os motivos estão em todos os lugares para onde ele olha.

0 comentários:

Postar um comentário