Prefeitura de Caxias e Comitê de Prevenção à Covid-19 estudam transferência de serviços para Complexo Hospitalar Gentil Filho

27.1.21

Na tarde desta segunda (25), integrantes do Comitê de Prevenção à covid19, e Profissionais de saúde do Hospital de Campanha, visitaram as instalações do Complexo Hospitalar Gentil Filho. As equipes verificaram a estrutura da unidade hospitalar já em funcionamento, e também, visitaram outros espaços que poderão receber a ampliação do atendimento aos pacientes acometidos pela covid-19 no município.

Segundo o Comitê, a visita se deu em razão da falta de repasse pelo governo federal, para assistir os pacientes vítimas da covid-19. A equipe técnica acredita que, até o mês de fevereiro, os serviços que funcionam no Hospital de Campanha, sejam transferidos para o Complexo Hospitalar Gentil Filho.

“A visita técnica visa a possibilidade de transferir o ambulatório e enfermaria do Centro médico para o hospital geral, sendo uma alternativa futura funcionar os dois serviços no hospital geral”, destaca Leandro Moura Fé, médico.

A Coordenadora de Planejamento da Secretaria Municipal de Saúde, Mônica Gomes, lembra que a visita acontece prevendo a possibilidade de junções dos dois serviços, e que o Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Novo Coronavírus está fazendo a visita para dar a viabilidade de funcionar os serviços de enfrentamento à covid-19 no complexo hospitalar.

“Nós temos área que dá para ampliar os leitos de retaguarda e terapia intensiva. A ideia de a mudança é devido a inviabilidade financeira, por falta de financiamento das demais instâncias, federal e estadual”, afirma a coordenadora.

Na próxima quinta-feira (28), a Prefeitura de Caxias, por meio do Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Novo Coronavírus vai se reunir com o Ministério Público, para que todos possam dividir responsabilidades no cuidado com a população.

“Na quinta-feira estaremos reunindo com a promotoria de justiça, e estaremos dividindo as responsabilidades, apresentando as nossas dificuldades, bem como, os serviços. E, a nossa intenção é manter os serviços funcionando com qualidade”, destacou Mônica Gomes, Coordenadora de Planejamento da Secretaria Municipal de Saúde.

Nas últimas semanas, o Complexo Hospitalar e o Hospital de Campanha têm operado índice acima de 80% dos leitos ocupados, devido ao aumento de casos da covid-19. O pedido é para que a população faça a sua parte e colabore impedindo a disseminação do vírus.

“Os casos de Covid-19 estão aumentando, preocupada com isso, toda a equipe esta estudando a viabilidade de juntar os dois serviços. Mas vale lembrar à todos, a importância das medidas de prevenção”, ratificou Drº Pierry Costa, Diretor Clínico do Complexo Hospitalar Gentil Filho.

A equipe foi recebida pela diretoria do Complexo Hospitalar Gentil Filho. “Mostramos toda a estrutura. Aqui nós já agregamos serviços como Urgência e Emergência, e covid-19. Mais uma ala de leitos, além de outro espaço que poderá ser adequado”, destacou Lívia Sena, Diretora do Complexo Hospitalar Gentil Filho.

O médico Henrique Azevedo, após a visita, avalia que que o espaço visitado pode ser aproveitado. “Tive a impressão inicial de um espaço que pode sim ser aproveitado. Claro que após algumas melhorias e ajustes necessários, mas é viável sim”, frisou o médico. (Da assessoria)

0 comentários:

Postar um comentário