Continua o mesmo – “O povo queria votar nos nossos vereadores, mas não quis votar no nosso prefeito”, alfineta Ximenes ao explicar derrota de Léo Coutinho nas últimas eleições

14.2.17
Vereador Ximenes versão 2017 está mais light e jogando ‘charme’ pro Palácio da Cidade

Afastado da Câmara por alguns carnavais, o vereador Antonio Ximenes fez sua reestreia na tribuna da Casa do Povo com a mesma sagacidade que o consagrou ao longo da vida pública.

Embora tenha sido considerado por alguns como um oposicionista de primeira hora, AX está com o ponteiro do relógio da oposição um pouco atrasado. Pelo menos foi o que ele demonstrou no seu primeiro discurso na tribuna.

E para quem esperava um Ximenes fiel ao grupo derrotado nas urnas, infelizmente terá que se contentar com a voz cada vez mais solitária de Thais Coutinho, pois pelo que viu nesta segunda-feira, 13, teremos um AX conciliador e jogando todo o seu ‘charme’ para os novos inquilinos do Palácio da Cidade.

Usando um tom ameno, por várias vezes o já quase governista procurou usar sua experiência política para passar ensinamentos aos colegas, e até mesmo ao prefeito Fábio Gentil e ao deputado Humberto Coutinho,

Tentando justificar a derrota de Léo Coutinho em 2016, mesmo tendo os candidatos a vereador do seu grupo superado a votação do candidato majoritário em mais de 20 mil votos, Ximenes aproveitou para dar uma alfinetada, meio como quem não quer nada, no ex-prefeito. “Se o nosso candidato a prefeito só teve 37 mil votos e os nossos vereadores tiveram quase 60 [mil votos], é porque o povo queria votar nos nossos vereadores, mas não quis votar no nosso prefeito por algum motivo, que nós não vamos discutir, porque o povo é o senhor da razão: é quem bota e é quem tira”, explicou ele usando o inesquecível vocabulário do ex-presidente Fernando Collor de Melo.

Justificando o Antonio Ximenes versão 2017, o parlamentar pregou respeito ao apontar erros da atual gestão. “Pra se mostrar um erro de uma administração, ninguém precisa vir pra cá pra difamar o cidadão, o prefeito, o vice-prefeito ou quem quer que seja”, disse ele pregando especificamente respeito ao público na plateia, que estava ali para fiscalizar o que os vereadores estão fazendo. “Muita gente não entende isso: o povo cansou”, acrescentou ele relembrando décadas passadas, quando “...vimos vários embates, de níveis baixíssimos, e isso não interessa pra comunidade”, ensinou.

Abordando a intermediação de um suposto encontro entre o prefeito Fábio Gentil e o presidente da AL, que teria acontecido graças a articulação do vereador Catulé, AX foi só elogios e incentivo para que tudo dê certo e a harmonia política seja restabelecida na cidade. “Um parêntesis para parabenizar vossa excelência, um homem que sabe que as querelas políticas estão aquém dos desejos do nosso município, foi um grande articulador para fazer uma aproximação entre o deputado Humberto Coutinho, o prefeito Fábio Gentil e o governador Flávio Dino”, revelou Ximenes acrescentando que teria ouvido isso de Humberto Coutinho: “ouvi isso da boca do próprio presidente da Assembleia”.

Me leva da próxima!!!

Talvez um pouco chateado por não ter feito parte desse encontro político, Ximenes meio que se ofereceu para fazer parte, caso aconteça, de um próximo encontro. “E me junto a você, me junto a todos os vereadores se tiverem a mesma intenção e vamos fazer um pedido dessa tribuna: nós queremos um município melhor”.

Pelo visto, o Ximenes paz e amor veio para ficar.

Mas... até quando?!

1 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Thaís cada vez mais solitária, ou pq ela falou sobre um tal de portal dá transparência q não é visto sr.saba deixa de ser trouxa e abestado

Postar um comentário