Famílias da Vila Esperança recebem os primeiros títulos de propriedade em Caxias

9.3.21

A Prefeitura Municipal de Caxias, por meio da Coordenação de Regularização Fundiária começou a realizar o sonho de 182 famílias da Vila Esperança, a primeira comunidade de Caxias (MA) a terem seus títulos de propriedade definitivos entregues aos moradores. Por conta da pandemia a entrega dos títulos começou a ser feita na própria sede Regularização Fundiária. Um grupo reduzido de famílias foi contatado por telefone e compareceram para o ato, que foi realizado seguindo todos os protocolos sanitários na manhã dessa terça-feira (09).

“Hoje eu estou muito feliz, porque conseguimos cumprir com a promessa que foi feita na primeira reunião com vocês. Hoje eu me sinto satisfeita em chegar aqui hoje, e dizer, que vocês hoje não serão mais chamados de invasores, ocupantes, nem posseiros. Hoje, vocês são proprietários de suas casas. A política de regularização é muito importante, porque através dela, as pessoas que mais precisam, as pessoas de baixa renda, elas conseguem regularizar os seus imóveis”, destaca Ronyara Pimentel, Coordenadora da Regularização Fundiária.

O momento de entrega inicial, contou com a presença do vice-prefeito, Paulo Marinho Jr; do vereador, Catulé, que representou o legislativo municipal; a Coordenadora da Regularização Fundiária, Ronyara Pimentel; Aurino Luz, representante do Cartório; a engenheira, Amanda Gentil; o secretário de Governo, Fernando Ferraz, dentre outros representantes da gestão municipal.

“A coisa mais sagrada que você pode ter é o lar, é o lugar da família e, esse programa em parceria com o judiciário, com o legislativo, estamos dando esse direito que as pessoas já tinham. O poder executivo é eleito para fazer um serviço para a população. E, hoje essa população tem um sonho realizado, é uma promessa de campanha cumprida”, disse Paulinho, vice-prefeito de Caxias (MA).

“Na Câmara nós fizemos a nossa parte e o prefeito Fábio Gentil, fez a dele. Então é uma vitória da sociedade. Esse é um momento em que a família com o documento passado em Cartório, vai poder chamar a sua casa, o seu terreno de seu. Com esse título a pessoa pode fazer o que quiser, pode oferecer como hipoteca, pode vender, pode fazer um empréstimo”, lembra Catulé, vereador.

“É gratificante ver que o prefeito Fábio Gentil sempre lutou por essa comunidade, porque essa comunidade era chamada de invasora e, hoje eles são proprietários de suas terras, graças ao trabalho da gestão municipal, da coordenação, para ajudar a realizar o sonho da comunidade. É honroso ver essa emoção no rosto dessas pessoas”, disse Amanda Gentil, engenheira.

Ao todo foram entregues nesse primeiro momento, 30 títulos de propriedade. As famílias conferem os documentos e em pouco mais de cinco minutos, já estão estão sendo liberadas. Para as famílias, o título de propriedade é mais que um papel na mão, representa a realização de um sonho e a retirada de vez, do rótulo de invasor.

“Eu quero agradecer imensamente. E, cada pessoa que estão na comunidade vão receber seu documento. E, essas pessoas por mais de 20 anos foram chamadas de invasores, mas hoje as pessoas estão recebendo os seus documentos. E, eu estou muito feliz por isso”, disse Maria Célia, moradora da Vila Esperança.

“Esse documento representa a nossa tranquilidade, a nossa liberdade. Eu só tenho a agradecer toda equipe, ao prefeito e a todos que agilizaram esse documento para nós”, disse Raimundo Nonato, moradora da Vila Esperança.

“É um prazer muito grande receber o documento da minha casinha. Eu já moro lá Maria de Lourdes, moradora da Vila Esperança.

“Com esse título a pessoa pode vender a casa, pode alugar, pode dar a casa como garantia em um empréstimo. E, vai ter a segurança de que vai deixar a casa de herança para os filhos. Era um sonho da comunidade, que isso fosse regularizada. Essa é a minha satisfação, hoje. A regularização fundiária faz parte de um plano de metas da gestão do prefeito Fábio Gentil, e nesse mês, nós temos a responsabilidade de entregar 400 títulos para famílias de baixa renda em toda a cidade de Caxias (MA). Isso vai trazer a segurança e a dignidade que a cidade de Caxias merece”, destaca Ronyara Pimentel, coordenadora da Regularização Fundiária. (Da assessoria)

0 comentários:

Postar um comentário