TUDO POR UM RETRATO - Grupo Coutinho apela para convite em rede social para atrair público em busca da foto perfeita

27.9.19

O grupo Coutinho ainda não se recuperou definitivamente do papelão protagonizado recentemente em São Luís, quando tentou passar a rasteira no prefeito Fábio Gentil. 

Desnorteados, buscam formatar o discurso em busca de sobrevivência política e mostrarem-se palatáveis para os parcos eleitores.

A falta de uma fotografia depois da tal reunião para anunciar o nome do candidato a prefeito em 2020 mostrou-se um erro crasso de jogada política, pois tal imagem poderia perfeitamente emoldurar as matérias dos blogs alinhados ao grupo e servir como uma demonstração de força para animar os escassos correligionários que ainda se dispõe a propagar notícias alvissareiras do entorno dos cutia.

Percebendo que escorregaram feio ao não produzirem uma fotografia para alimentar a internet, já providenciam outra reunião, desta vez com muita mídia, para que os correligionários de todas as matizes possam comparecer e tentar suplantar o fiasco midiático da primeira.

Na pauta dessa nova reunião estará o anúncio da forma como será feita a escolha do candidato a prefeito, ou seja, irão ‘anunciar’ o que todos já sabem, que a escolha será feita através de uma pesquisa.

Bem, nesses tempos de vacas magras, fazer uma reunião para dizer o que todos já sabem é simplesmente uma forma de fazer propaganda política e garantir a divulgação favorável dos aliados no mundo virtual.

Mas é tão clara a falta de rumo do grupo, que a própria reunião marcada para esta sexta-feira, 27, apenas 48 horas depois da primeira, mostra que esqueceram como se fazia reunião política por aquelas bandas.

Com capacidade para cerca de 120 pessoas, o auditório da Casa de Saúde sempre foi usado para receber correligionários escolhidos a dedo. As lideranças recebiam o convite via telefone e os agraciados ficavam entusiasmados por tal lembrança.

Ao estender o convite indiscriminadamente via redes sociais, os ‘estrategistas’ mascaram o medo da falta de público com apelação para garantir pelo menos um bom retrato.

Não será difícil conseguir 120 pessoas para “lotar” o auditório da Casa de Saúde na reunião oposicionista.

Também não será difícil para os porta-vozes do grupo rechearem suas publicações com superlativos dando conta de que a reunião foi um grande ato político.

O retrato que tanto querem para animar o grupo finalmente vai acontecer.

Depois que o povo os rejeitou nas urnas, fazer 2 reuniões em menos de 48 horas em busca de uma fotografia só mostra o estágio de decadência do grupo Coutinho.

0 comentários:

Postar um comentário