Conheça 7 armadilhas usadas para aplicar golpes pelo WhatsApp

15.6.19
R7 Notícias

Cibercrimosos apelam para a curiosidade ou para o medo para fazer com quem um link falso seja clicado e compartilhado com outros usuários

O WhatsApp é uma ferramenta muito útil, mas o aplicativo também precisa ser usado com atenção para evitar golpes. Os cibercriminosos utilizam diversas técnicas para chamar a atenção das vítimas e conseguir obter desde dados pessoais até dados bancários

1) Promoção imperdível 
Dia dos namorados, dia das mães, Natal e outras datas que exigem a troca de presentes são usadas como isca para atrair vítimas e aplicar golpes. Uma das estratégias mais comuns é o envio de promoções falsas que prometem grandes descontos. O preço muito abaixo da média pode ser o sinal de que algo está errado. Na dúvida, acesse a página da loja na internet ou os perfis oficiais nas redes sociais para confirmar a promoção.

2) É grátis 
Oferecer brindes em troca de compartilhamentos também é uma estratégia comum. Neste caso, a pessoa deve preencher um cadastro, responder um questionário e enviar o link a um determinado número de pessoas para receber produtos de marcas conhecidas. Desconfie sempre que alguém enviar esse tipo de conteúdo e não espalhe para amigos e familiares.

3) Oferta de emprego
O Brasil tem 13 milhões de desempregados e por isso falsas ofertas de emprego conseguem um grande alcance pelo aplicativo de mensagem. Não clique em nenhum link ou preencha fichas cadastrais antes de verificar se a vaga realmente existe. Geralmente, o nome de uma empresa conhecida é usado para chamar a atenção de possíveis candidatos.

4) Nome sujo
Muitas pessoas têm medo de ter o nome incluído na lista de inadimplentes. Por isso, um outro golpe que circula pelo app usa um link para uma suposta consulta nesse banco de dados ou para ajudar a limpar o nome. O ideal é buscar informações diretamente nas instituições de proteção ao crédito. Além disso, a empresa tem obrigação de comunicar ao consumidor antes de tomar essa medida. Se esse documento não foi recebido anteriormente, existe a chance de ser um golpe.

5) Falso vírus
Esconder um golpe em um link de antivírus é uma estratégia simples que faz muitas vítimas. A mensagem pode avisar que o celular está infectado por um programa malicioso ou pode oferecer alguma proteção para evitar um ataque. Assim como em outros golpes, um link e enviado e ao ser clicado uma brecha de segurança é criada. Em alguns casos, o download só é possível após preencher um formulário com dados pessoais. Desconfiar de tudo o que é enviado por mensagem pode ajudar a escapar dessas situações de risco.

6) Dados cadastro
Fazer atualizações em cadastros de lojas e bancos não é algo tão raro de acontecer e por isso os golpistas usam essa desculpa para roubar dados pessoais. Novamente, um link falso é enviado por uma mensagem em nome de uma empresa conhecida e a pessoa entrega o número de documentos, o endereço e até dados de cartão de crédito sem desconfiar de que está sendo vítima de um golpista. Em geral, os dados dos clientes e correntistas não são solicitados por mensagens.

7) Caça cliques
A curiosidade pode ser um ponto fraco no mundo digital. Mensagens que prometem exibir vídeos incríveis, por exemplo, podem ser uma isca para aplicar golpes. O objetivo é levar o usuário até uma página com uma grande quantidade de anúncio ou instalar um vírus no aparelho. Não clique em links recebidos por pessoas desconhecidas e evite compartilhar esse tipo de conteúdo.

Centenas de pacientes já foram atendidos em horário noturno na UBS do Campo de Belém

14.6.19

O coordenador do RH da Secretaria Municipal de Saúde de Caxias, Téodulo Aragão, detalhou numa rede social as ações desenvolvidas pela pasta no município. Aragão citou especificamente sobre o atendimento no horário noturno na UBS do Campo de Belém. Iniciado no final do mês de maio, o Projeto Urgência Noturna, desenvolvido pela Prefeitura de Caxias, tem proporcionado oportunidade para que os moradores utilizem os serviços de saúde até às 22h. De acordo com o coordenador, na primeira semana de implantação do serviço, a ação chegou a atender aproximadamente 200 pacientes na Unidade Básica de Saúde do Campo de Belém. Família. 

“Qualificação e oferta de serviços de saúde é umas das ações prioritárias em nosso município. Portanto, diante da crescente demanda por atendimentos hospitalares e ambulatoriais, estendemos o horário de funcionamento da UBS Campo de Belém. 

O ambulatório noturno funciona das 18h às 22h, de seg a sexta e conta com uma equipe capacitada para acolher a todos que buscam pelo serviço. 

Nosso serviço foi tão bem aceito que conseguimos chegar a mais de 200 atendimentos na primeira semana, de pessoas advindas dos mais diversos bairros da cidade. O atendimento ambulatorial noturno partiu de uma análise feita em relação aos serviços já oferecidos e à necessidade de nossa população”, escreveu o coordenador. (Do blog do Irmão Inaldo)

TRANSPORTES – Caxias ganha mais oito agentes de trânsito


A Secretaria Adjunta de Transportes realizou na manhã desta sexta-feira (14) a formatura dos novos agentes de trânsito, empossados no último concurso da Prefeitura de Caxias. A solenidade contou com a execução do Hino Nacional, juramento e entrega de certificados aos novos profissionais.

Os agentes, logo após empossados, passaram por um curso de formação com duração de 250 horas, onde adquiriram conhecimentos sobre leis de trânsito, sinalização na cidade e ações educativas e de cidadania. Esta é a primeira turma de agentes formada pela secretaria no município.

“Estamos orgulhosos, pois é a primeira vez que a própria secretaria forma agentes. Nós nos sentimos em estado de glória. Com isso, a gente não quer transformar o município em uma fábrica de multas, queremos sim um trânsito mais seguro e correto. São mais oito agentes que vão trabalhar diariamente para que o trânsito de Caxias fique melhor”, destaca o secretário de transportes Alberto Simão.

Segundo o prefeito Fábio Gentil, esses novos profissionais devem contribuir com o trânsito próximo às escolas.

“Caxias está crescendo e nós precisamos corrigir eventuais problemas. Tenho certeza que esses oitos agentes estão preparados, já sabendo como e onde devem atuar. Nosso objetivo não é prejudicar ninguém, mas sim trazer mais educação ao trânsito, principalmente na frente das escolas”, disse.

Para o agente Roberson Costa, que compõe, a partir de agora, a nova equipe, este é um sonho realizado. “É um momento muito importante profissionalmente para mim. É um sonho realizado. Nós queremos agora agregar com os que já vinham contribuindo para um melhor trânsito em Caxias”, afirma.

A agente Maria Clara Pimentel também faz parte da equipe. Ela encara a nova etapa como um grande desafio a ser cumprido. “Em uma profissão tradicionalmente masculina, estou aqui para representar a figura feminina muito bem e continuar contribuindo com o trânsito da cidade”.

O secretário de Infraestrutura Murilo Novais também esteve presente no evento e afirmou que “diante de tantas dificuldades que atravessa o município, nós estamos cada vez mais inovando e colocando mais pessoas para trabalhar em nossa cidade. Com a entrada desses oito agentes, a nossa intenção é dar uma melhor qualidade de vida para os caxienses. A gente parabeniza a atitude do prefeito Fábio Gentil, os novos agentes e seus familiares”, afirmou. (Da assessoria)

Iema e Setur dialogam sobre oferta de cursos técnicos


O reitor do Iema, Jhonatan Almada, esteve reunido na tarde dessa quarta com o secretário de Estado do Turismo, Catulé Júnior, com quem conversou sobre parcerias.

O reitor do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema), Jhonatan Almada, esteve reunido na tarde dessa quarta (12) com o secretário de Estado do Turismo, Catulé Júnior, com quem conversou sobre parcerias. Almada explica que recebeu com satisfação o convite do secretário e que durante a reunião expos a forma como o Iema tem trabalhado na qualificação profissional por meio de parcerias. “Nos colocamos à disposição para contribuir com a qualificação profissional para a área do turismo no Maranhão, considerando que é uma área prioritária no Governo Flávio Dino.”

Reunidos, Jhonatan Almada e Catulé Júnior conversaram sobre o município de Barreirinhas – porta de entrada do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses – e também sobre a necessidade de formar e qualificar mão de obra para o comércio local, especialmente por causa do turismo. O secretário solicitou a promoção dos cursos de “Formação em guias de turismo” e de “Inglês paras guias de turismo”. O objetivo é aumentar a oferta de guias e a melhoria do atendimento aos turistas estrangeiros.

Na opinião de Almada, as qualificações são importantíssimas para garantir mais renda e mais ingresso no mercado de trabalho, seja como autônomo seja como empregado. “Estabelecemos um diálogo para que futuramente o Iema firme um termo de parceria com a secretaria de Turismo e assim passe a ofertar cursos profissionalizantes”, disse o reitor.

A Secretaria de Estado do Turismo investe na promoção e infraestrutura do setor turístico e um dos focos é o investimento em capacitação com o programa “Mais qualificação e turismo”. “Apenas em 2019 já capacitamos 1300 pessoas. Essa parceria com o Iema vai ampliar o alcance desses cursos e ajudar na finalidade do turismo como política geradora de renda e empregos”, pontuou o secretário Catulé Júnior.

Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema) desenvolve trabalhos em parceria com a Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap), Fundação da Criança e do Adolescente (Funac) e Secretaria de Estado da Educação (Seduc). Nesta semana, o Iema e Funac renovaram a parceria.

Fonte: Iema

Associação de Proteção ao Diabético desmente fake news do vereador Edilson Martins publicada em blog

13.6.19

A Associação Caxiense de Assistência e Proteção ao Diabético (ACAD) distribuiu nesta quinta-feira, 13, nota de esclarecimento desmentindo informações publicadas em blog local, tendo o vereador Edilson Martins como ‘denunciante’, dando conta que o prefeito Fábio Gentil teria descumprido, entre outras coisas, até um inexistente Termo de Ajustamento de Conduta feito com o Ministério Público.

Ressaltando o apoio e o cumprimento de todos os pontos acordados com o poder público municipal, a nota da Associação de Proteção ao Diabético é mais um duro golpe contra a propagação de fake news (notícia falsa) feitas quase diariamente pela oposição ao prefeito de Caxias.

Usar o nome de tão nobre entidade de proteção aos diabéticos com o intuito de conseguir um inaceitável dividendo político só mostra o grau de desespero daqueles que tentam, de todas as formas, voltar ao poder no município e protagonizar uma calamitosa administração, onde o escândalo da “maternidade da morte” é o maior legado que deixaram na cidade.

Confira a nota da ACAD:

NOTA DE ESCLARECIMENTO
A Associação Caxiense de Assistência e Proteção ao Diabético (ACAD), vem por meio de nota prestar alguns esclarecimentos à população do Município de Caxias.
No dia 12 de junho, foi feita uma postagem no BLOG DO IRMÃO INALDO com o seguinte título: “EDILSON MARTINS: PACIENTES DIABÉTICOS ESTÃO SEM MEDICAMENTOS A 60 DIAS”. sobre o inteiro teor da postagem, nos cabe a responsabilidade de informar o que segue:
1)   A ACAD tem cumprido seu papel de defender o direito dos diabéticos, e buscando em todas as esferas firmar parceiras robustas que garantam o básico para os portadores da patologia.
2)   O poder público municipal tem nos recebido muito bem e nos tratado com o devido respeito, tendo sentado à mesa conosco, abrindo um diálogo salutar para que possamos atingir um objetivo mutuo, que é prevenir, tratar e combater o diabetes.
3)   Sobre o suposto atraso informado, onde no texto publicado é feita referência a uma ASSOCIAÇÃO DE DIABÉTICOS, nos cabe esclarecer que não partiu da ACAD tal informação, porque somos sabedores que o medicamento citado (METFORMINA), é entregue gratuitamente, ou seja, sem custo algum para o paciente diabético, em qualquer farmácia conveniada com a FARMACIA POPULAR, bastando para isso apresentação de receita com prescrição médica.
4)   Na postagem é feita citação de descumprimento de um suposto TAC (TERMO DE AJUSTE DE CONDUTA) por conta do poder público municipal. Relacionado a essa informação, cabe-nos esclarecer que não existe nenhum TERMO DE AJUSTA DE CONDUTA celebrado para esta finalidade, que a ACAD tenha conhecimento, porque se houvesse, tanto o atraso quanto o suposto TAC, buscaríamos nossos direitos por meios legais, pois temos um corpo jurídico que nos assessora muito bem em relação aos direitos determinados por lei.
5)   Relacionada à reunião realizada na Promotoria de Justiça Estadual, com a presença do Prefeito Municipal Fábio Gentil, do Procurador do Município Doutor Adenilson Dias e membros da ACAD, salientamos que tudo que foi acertado, tem sido cumprido dentro do cronograma estabelecido entre as partes.
6)   O nosso posicionamento é o do diálogo e de realizar parcerias. e estamos abertos a quaisquer pessoas e   entidades que queiram abraçar nossa causa, mas não permitiremos que o nome da ACAD seja usado indevidamente.

CAXIAS, 13 DE JUNHO DE 2019.

ENÓI SILVEIRA
PRESIDENTE DA ACAD

Prefeito Fábio Gentil é mais uma vez ovacionado na abertura dos jogos escolares e oposicionistas “surtam” com aceitação do prefeito

12.6.19
(Confira o vídeo completo da abertura dos JECs clilcando aqui)

O prefeito de Caxias, Fábio Gentil, foi mais uma vez ovacionado durante a abertura de mais uma edição dos jogos escolares de Caxias.

No evento realizado no final da tarde desta quarta-feira, 12, com um público estimado em 5 mil pessoas no Ginásio de Esportes João Castelo, assim que foi anunciado, o prefeito de Caxias foi efusivamente aplaudido, repetindo a mesma performance dos anos anteriores, o que mostra que sua aprovação pela população caxiense, sobretudo entre os jovens (que era maioria entre os presentes na abertura dos jogos), continua alta.

Os aplausos recebidos pelo prefeito Fábio Gentil, bem como o entusiasmo dos jovens presentes no Ginásio João Castelo, é um cenário totalmente oposto aos anos da gestão Léo Coutinho, quando o desastroso prefeito da época, depois de receber uma estrondosa vaia na abertura dos JECs no primeiro ano do seu governo, quebrou uma tradição de mais de 40 anos, que era o discurso do prefeito na abertura do evento nos anos seguintes.  

Tomados por uma espécie de surto psicótico, meia dúzia de alinhados ao antigo grupo dominante em Caxias passaram a divulgar nas redes sociais um vídeo onde o prefeito teria sido vaiado, e que mostrou a quanto anda a saúde mental dessa gente.

E o pior é que no vídeo divulgado pelos oposicionistas, vê-se claramente que não existe vaia. Pelo contrário. Mostra apenas o que todos que estavam no ginásio de esportes viram: Fábio Gentil foi bastante aplaudido, tanto no momento que foi anunciado para o hasteamento da bandeira (que é o momento que o vídeo dos oposicinistas foi gravado), como durante seu discurso de abertura, onde os aplausos foram mais fortes.

Uma pena que os saudosos da desastrosa gestão Léo Coutinho não arquivaram os vídeos da primeira edição dos JECs daquele governo. Poderiam fazer uma montagem e enganar alguns incautos.

FAKE NEWS? Sem identificação do instituto e nem do contratante, pesquisa favorável a Cleide Coutinho tem a mesma credibilidade de enquetes de redes sociais


Os números de uma pesquisa sem pé nem cabeça medindo o humor do eleitorado caxiense é a mais nova esperança do que restou do grupo Coutinho na cidade. Os números apresentados não se sustentam diante das omissões encontradas.

Divulgada nesta terça-feira, 11, no blog do jornalista Ricardo Marques, a suposta pesquisa de opinião sobre as eleições do próximo ano serviu para traçar cenários pró-Cleide Coutinho, bem como a viabilidade da sua candidatura a prefeita e ao mesmo tempo serviu para apresentar dificuldades para o prefeito de Caxias, Fábio Gentil.

Tendo a hipotética sondagem mostrado o prefeito Fábio Gentil com apenas 5 pontos percentuais de vantagem sobre Cleide Coutinho, quem 'vazou' os números para o blogueiro caxiense esqueceu até da possibilidade de ensaiar a clássica citação da existência de um empate técnico, podendo perfeitamente a deputada estar a frente de Fábio Gentil, num cenário que soaria mais ridículo ainda, vindo daí o cuidado que tiveram para não correr o risco de prejudicar a encomenda.

Sem identificação do instituto (seria um ‘renomado’ da capital), nem a identificação do contratante (seria um partido político), também não foram divulgados o número de entrevistados, os bairros que teriam sido visitados e muito menos a data das entrevistas.

A fake news também recebeu uma postagem do blogueiro John Cutrim, que analisou a publicação de Ricardo Marques acrescentando “outro dado importante” da tal pesquisa e dizendo que “a união de Cleide Coutinho (35%) e Paulo Marinho Jr. (20%) definiria a eleição em Caxias”.

A justiça eleitoral determina que toda pesquisa feita em ano eleitoral deve ser registrada no TRE e conter o período de realização da coleta de dados: a margem de erro; o nível de confiança; o número de entrevistas; o nome da entidade ou da empresa que a realizou e, se for o caso, de quem a contratou e o número de registro da pesquisa. A divulgação de pesquisa fraudulenta constitui crime, punível com detenção de seis meses a um ano e multa no valor de R$ 53.205,00 a R$ 106.410,00.

Como não estamos em ano eleitoral, uma pesquisa não precisa necessariamente cumprir todas as regras do TRE, mas pelo menos as informações básicas devem ser cumpridas, o que serviria para dar a ela um mínimo de credibilidade.

Mas como credibilidade na divulgação de pesquisa nunca foi o forte de muitos escribas em Caxias, o episódio nos faz lembrar a maciça divulgação de pesquisas eleitorais em 2016 sobre as eleições no município.

Os mesmos que divulgaram agora uma pesquisa totalmente desfavorável para Fábio Gentil foram os mesmos que alardeavam uma vitória esmagadora de Léo Coutinho naquele pleito.

Dá pra confiar?

Fazia as unhas na época de infanticídio em Caxias e agora Taís Coutinho se agarra na tampa de uma manilha para ancorar discurso na Câmara

11.6.19

A vereadora caxiense, Taís Coutinho, continua garantindo a diversão no público que frequenta as sessões da Câmara Municipal de Caxias em dia de sessão. Nesta segunda-feira, 10, ela mais uma vez fez uma dos seus intervenções hilárias.

Quando todos esperavam que finalmente faria um discurso contundente sobre algo grave, a vereadora voltou ao enfadonho assunto de uma manilha que teria sido transportada numa ambulância do município.

Alegando falar sempre a verdade, a parlamentar usou o aparelho celular para apresentar um vídeo onde teria conseguido estabelecer toda a verdade sobre o “escândalo da manilha”. Empolgada com o próprio discurso, a vereadora conseguiu, mais uma vez, desperdiçar seu tempo sem apresentar um projeto importante para o município.

Não bastasse o silêncio adotado durante o desastroso governo do seu primo Léo Coutinho (2013-2016), onde se ocupava até de fazer as unhas durante as sessões legislativas, no papel de oposicionista ela consegue deixar aqueles que frequentam a Câmara atônitos com a falta de rumo dos seus comentários.

Caso seja realmente candidata a prefeita, será uma pena os caxienses não terem mais a vereadora a garantir discursos hilários em sessões animadas na Casa do Povo.

Advogado deixa defesa de Najila, mulher que acusa Neymar de agressão e estupro


Danilo Garcia não detalhou os motivos para tomar a decisão, mas no sábado (8), havia afirmado que poderia abandonar o caso, se a cliente não apresentasse as provas que diz ter contra o jogador.

Najila Trindade saiu carregada de delegacia em SP após prestar depoimento — Foto: Amanda Perobelli/Reuters

G1 SP — São Paulo

O advogado Danilo Garcia de Andrade afirmou na noite desta segunda-feira (10) que deixou a defesa de Najila Trindade Mendes de Souza, que acusa Neymar de agressão e estupro. Ele disse que "não participaria de uma ilicitude para lograr proveito econômico de quem quer que seja" e por isso não se sente mais confortável para o trabalho. Neste sábado (8), ele havia afirmado que poderia abandonar o caso, se a cliente não apresentasse as provas que diz ter contra o jogador.

Por mensagem, ele disse ao G1 que "jamais, advogaria para alguém que colocasse a minha integridade em questão. Que jamais participaria de qualquer ilicitude para lograr proveito econômico de quem quer que seja. Acredito na boa advocacia, nos valores da moral e da boa conduta."

Andrade ainda afirmou que "como advogado, vezes estamos pela vítima, vezes estamos pelo cliente, contudo, a opinião pública deve ser esclarecida, que a pessoa do advogado não é a pessoa de seu cliente."

Este é o segundo advogado que deixa de atuar na defesa de Najila. Na segunda-feira (3), o escritório de advocacia que tinha sido contratado por ela rescindiu o contrato com a cliente alegando que ela havia relatado para os advogados que havia sofrido uma agressão, mas não mencionou estupro.

Segundo as alegações do escritório Fernandes e Abreu Advogados, a mulher relatou a eles que “a relação mantida com Neymar Jr. foi consensual, mas que, durante o ato, ele havia se tornado uma pessoa violenta, agredindo-a, sendo esse o fato típico central (agressão) pelo qual ele deveria ser responsabilizado cível e criminalmente”. O escritório divulgou o documento da rescisão do contrato.

Furto de tablet

Na sexta-feira (7), Najila afirmou, em depoimento à polícia, que o vídeo de sete minutos que ela gravou no hotel, no segundo encontro com Neymar, estava em um tablet que foi furtado em seu apartamento, em São Paulo.

Policiais especializados analisaram as marcas na porta do apartamento de Najila e só encontraram impressões digitais dela e da empregada.

A modelo disse que não registrou a invasão do apartamento porque não sabe ao certo o que foi levado. Só deu falta do tablet, de um relógio e de uma quantia em dinheiro que estava em uma bolsa.

Até agora, só foi divulgado um minuto do vídeo. Neste trecho, Najila bate em Neymar. Nos outros seis minutos, segundo ela, haveria elementos que comprovariam que o jogador a agrediu no dia anterior.

Procuradores tramaram para impedir vitória do PT nas eleições, diz site

10.6.19

O Intecept Brasil divulgou uma série de matéria relatando a relação íntima do ex-juiz Sérgio Moro e o coordenador da Lava Jato, procurador Deltan Dallagnol, e atuação da força-tarefa para impedir a vitória do PT nas eleições de 2018.

Na primeira reportagem, o site revelou um extenso lote de arquivos secretos que revela que os procuradores da Lava Jato passaram anos insistindo que são apolíticos, mas tramaram para impedir que o Partido dos Trabalhadores, o PT, ganhasse a eleição presidencial de 2018, bloqueando ou enfraquecendo uma entrevista pré-eleitoral com Lula com o objetivo explícito de afetar o resultado da eleição.

Os arquivos, a que o Intercept teve acesso com exclusividade, contêm, entre outras coisas, mensagens privadas e de grupos da força-tarefa no aplicativo Telegram. Neles, os procuradores da força-tarefa em Curitiba, liderados por Deltan Dallagnol, discutiram formas de inviabilizar uma entrevista do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à colunista da Folha de S.Paulo Mônica Bergamo, autorizada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski porque, em suas palavras, ela “pode eleger o Haddad” ou permitir a “volta do PT” ao poder.

Os procuradores, que por anos garantiram não ter motivações políticas ou partidárias, manifestaram repetidamente nos chats a preocupação de que a entrevista, a ser realizada a menos de duas semanas do primeiro turno das eleições, ajudaria o candidato à Presidência pelo PT, Fernando Haddad. Por isso, articularam estratégias para derrubar a decisão judicial de 28 de setembro de 2018, que a liberou – ou, caso ela fosse realizada, para garantir que fosse estruturada de forma a reduzir seu impacto político e, assim, os benefícios eleitorais ao candidato do PT.

Essas discussões ocorreram no mesmo dia em que o STF acatou o pedido de entrevista da Folha de S.Paulo. Conforme noticiado no Consultor Jurídico: “Na decisão, o ministro [Ricardo Lewandowski] citou que o Plenário do STF garantiu ‘a ‘plena’ liberdade de imprensa como categoria jurídica proibitiva de qualquer tipo de censura prévia’”.

Os diálogos demonstram que os procuradores não são atores apartidários e apolíticos, mas, sim, parecem motivados por convicções ideológicas e preocupados em evitar o retorno do PT ao poder. As conversas fazem parte de um lote de arquivos secretos enviados ao Intercept por uma fonte anônima há algumas semanas (bem antes da notícia da invasão do celular do ministro Moro, divulgada nesta semana, na qual o ministro afirmou que não houve “captação de conteúdo”). O único papel do Intercept foi receber o material da fonte, que nos informou que já havia obtido todas as informações e estava ansiosa para repassá-las a jornalistas.

Naquele dia, a comoção teve início às 10h da manhã, assim que o grupo soube da decisão de Lewandowski. O ministro ressaltou que os argumentos usados para impedir a entrevista de Lula na prisão eram claramente inválidos, uma vez que com frequência entrevistas são “concedidas por condenados por crimes de tráfico, homicídio ou criminosos internacionais, sendo este um argumento inidôneo para fundamentar o indeferimento do pedido de entrevista”. Assim, levando em conta que Lula “não [se encontra] em estabelecimento prisional, em que pode existir eventual risco de rebelião” e tampouco “se encontra sob o regime de incomunicabilidade”, o ministro decidiu em favor da entrevista.

Um clima de revolta e pânico se espalhou entre os procuradores. Acreditando se tratar de uma conversa privada que jamais seria divulgada, eles deixaram explícitas suas motivações políticas.

A procuradora Laura Tessler logo exclamou: “Que piada!!! Revoltante!!! Lá vai o cara fazer palanque na cadeia. Um verdadeiro circo. E depois de Mônica Bergamo, pela isonomia, devem vir tantos outros jornalistas… e a gente aqui fica só fazendo papel de palhaço com um Supremo desse… ”.

‘Ando muito preocupada com uma possivel volta do PT, mas tenho rezado muito para Deus iluminar nossa população para que um milagre nos salve’.

Uma outra procuradora, Isabel Groba, respondeu com apenas uma palavra e várias exclamações: “Mafiosos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!”.

Após uma hora, Tessler deixou explícito o que deixava os procuradores tão preocupados: “sei lá…mas uma coletiva antes do segundo turno pode eleger o Haddad”.

Enquanto essas mensagens eram trocadas no grupo dos procuradores da Lava Jato, Dallagnol estava conversando em paralelo com uma amiga e confidente identificada no seu Telegram apenas como ‘Carol PGR’ (cuja identidade não foi confirmada pelo Intercept). Lamentando a possibilidade de Lula ser entrevistado antes das eleições, os dois estavam expressamente de acordo que o objetivo principal era impedir o retorno do PT à presidência e concordaram que rezariam para que isso não ocorresse.

Não se trata de uma confissão isolada. Toda a discussão, que se estendeu por várias horas, parece mais uma reunião entre estrategistas e operadores anti-PT do que uma conversa entre procuradores supostamente imparciais.

Descartada a possibilidade de impedir a entrevista, eles passaram a debater qual formato traria menos benefícios políticos para Lula: uma entrevista a sós com Mônica Bergamo, ou uma coletiva de imprensa com vários jornalistas. Januário Paludo, por exemplo, propôs as seguintes medidas: “Plano a: tentar recurso no próprio stf, possibilidade Zero. Plano b: abrir para todos fazerem a entrevista no mesmo dia. Vai ser uma zona mas diminui a chance da entrevista ser direcionada.”

Outro procurador, Athayde Ribeiro Costa, sugeriu expressamente que a Polícia Federal manobrasse para que a entrevista fosse feita depois das eleições, já que não havia indicação explícita da data em que ela deveria ocorrer. Dessa forma, seria possível evitar a entrevista sem descumprir a decisão.

Uma coletiva de imprensa, além de diluir o foco da entrevista, ainda traria a vantagem de possivelmente inviabilizá-la operacionalmente, como pontuou o procurador Julio Noronha horas depois. Ele também sugeriu abrir a entrevista a outros presos para reduzir a repercussão:

Briga de ciganos em Coelho Neto deixa 4 mortos e 5 feridos


Uma briga entre ciganos, registrada na manhã deste domingo (09) na cidade de Coelho Neto, terminou com 4 homens mortos e 5 pessoas feridas, entre elas uma criança. O confronto entre os ciganos rivais aconteceu nas proximidades do Mercado Público Municipal, em horário de grande fluxo de clientes e feirantes.

Segundo populares, os crimes podem ter sido motivados por acerto de contas. Um grupo teria chegado de carro já atirando à queima-roupa e as vítimas passaram a revidar; todos eram ciganos de Coelho Neto e localidades vizinhas.

Do grupo que chegou atirando, um suspeito morreu. Os corpos devem ser levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Timon e os feridos foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município.

Nenhum popular foi atingido pelos tiros e a Polícia Militar recebeu reforço para atuar nas buscas pelos suspeitos e para garantir na segurança do local. Até a manhã deste domingo apenas uma pessoa, que se feriu, foi presa.

O resto do bando conseguiu fugir se embrenhando pela mata após abandonar o veículo usado na ação criminosa. (Do blog do Elias Lacerda)

Caxias já experimentou o avanço. Não vai mais querer o atraso

9.6.19

Por Teódulo Aragão

Ninguém joga pedra em fruta podre. Ouvi muitas vezes esse ditado da boca dos mais velhos. Pessoas que falam com a sabedoria de quem já viveu muito e tem experiência pra saber bem do que as pessoas são capazes de fazer quando motivadas pela inveja.

Sim, inveja! Não há outra explicação para os ataques pessoais e caluniosos que venho sofrendo. Tenho me calado pois, além de ter sempre muito o que fazer, acho que não cabe ao homem sério se prestar à bate-boca, troca de farpas e insultos. Mas não venho aqui insultar ninguém, mas apelar para o bom senso do caxiense. Esse nunca faltou. Apelo aos meus conterrâneos para ficarem atentos ao jogo baixo de figuras que pouco serviço têm para mostrar e procuram se utilizar do sórdido e rasteiro expediente do ataque pessoal como forma de diminuir o trabalho bem feito. São pessoas que sabem que o pouco que realizaram em Caxias não resiste à comparação do que já fez o prefeito Fábio Gentil em sua gestão junto com aqueles com quem escolheu trabalhar.

Pior ainda, o desespero bate à porta das pessoas que proferem tais ataques quando vêem os planos que o prefeito Fábio Gentil tem para o restante do seu primeiro mandato. A iminência da inauguração do hospital, a recente ampliação para o atendimento noturno nas UBS, construção do shopping popular, construção de escolas, creches, restaurante popular, a construção do complexo esportivo, atração de novos negócios para a cidade, etc. Tudo isso em um momento de grave crise e falta de crescimento econômico no Brasil. Só com muita organização e trabalho é que essa equipe, comandada por um jovem capaz e experiente, pode fazer o que se espera das pessoas que exercem o poder.

Isso mesmo. O que se espera de quem exerce o poder é trabalho. Trabalho que resulta em melhoria de vida para os que vivem em Caxias. Não ataques infantis que buscam denegrir a imagem de pessoas sérias e que nada acrescentam à qualidade de vida do caxiense. Mas sei bem que o povo de minha cidade não cai mais nessa conversa. Caxias já experimentou o avanço. Não vai mais querer o atraso.

(Teódulo Aragão é coordenador do RH da Secretaria de Saúde de Caxias)

O fato e a foto: vereadora Thais Coutinho e suas aparições hilárias na política caxiense

8.6.19


A vereadora caxiense Tais Coutinho, precisa urgentemente contratar alguém com um mínimo de discernimento para lhe assessorar nas suas andanças pela cidade.

Numa foto publicada num blog local, dando conta de uma suposta visita da vereadora a um bairro da periferia do município, a pose escolhida para ilustrar a postagem é de um mau gosto horrível.

Numa posição deprimente, a imagem seria um prato cheio para seus opositores durante uma campanha política, haja vista a proliferação de memes e de expressões de baixo nível no período eleitoral.

Como provavelmente a foto foi disponibilizada por pessoa ligada a vereadora, bem que ela poderia contratar alguém com um mínimo de discernimento para não correr o risco de passar vexame daqui por diante.

Se já não bastassem as gafes da parlamentar na tribuna da Câmara, ainda surgem aqueles que tentam lhe expor ao ridículo nas redes sociais.

Prefeito de Coelho Neto e lideranças do PT lotam auditório em grande plenária para receber novos filiados no partido


O Diretório do Partido dos Trabalhadores no município de Coelho Neto-MA realizou uma plenária para acolhimento de novos filiados ao partido.

Uma multidão lotou o auditório onde foi realizado o evento, reforçando a marca de luta do partido.

Diversas lideranças locais estiveram presentes, dentre eles o Prefeito Américo de Sousa-PT que durante seu discurso destacou a importância das novas filiações para o fortalecimento do PT. Américo relembrou ainda a história do partido, desde sua fundação e à militância marcada por intensas lutas em prol dos trabalhadores e trabalhadoras.

O Presidente do Diretório Municipal, Vereador Osmar Aguiar-PT, ajudou a conduzir os trabalhos, deu boas vindas aos filiados e agradeceu a presença da nova militância.

Na plenária foi apresentado o estatuto, as diretrizes partidárias, seus direitos e deveres como filiados.

O evento mostrou o prestígio do Prefeito Américo de Sousa e do Partido dos Trabalhadores, mostrando que a militância segue firme e com grande força política na cidade de Coelho Neto-MA.

Aparelho danificado impossibilita realização de cirurgias para retirada de cálculo renal no Hospital Macrorregional de Caxias

7.6.19

Pacientes que necessitam fazer cirurgia para retirada de cálculo renal no Hospital Macrorregional de Caxias estão, há mais de 30 dias, impedidos de realizar o procedimento por conta de problemas no equipamento utilizado nesse tipo de cirurgia.

A denúncia foi feita ao titular do blog por uma paciente revoltada com a situação que estão passando vários pacientes nas últimas semanas.

“Fui informada que o aparelho está quebrado e não existe previsão de quando ele estará disponível”, informou a paciente que tinha cirurgia marcada para esta sexta-feira, 07. “Soube ainda que outras cirurgias já foram canceladas nos últimos 30 dias com a mesma justificativa, o que nos causa revolta, pois uma crise de cálculo renal é uma coisa bastante desagradável”, protestou.

Tendo em Caxias um funcionário de 5º escalão ocupando o pomposo cargo de “gestor regional de saúde”, o simples conserto de um aparelho tão importante para pacientes de dezenas de cidades do leste maranhense não é providenciado e torna-se um tormento para um grande número de pessoas.

Rafael Leitoa comemora aprovação do Conerh para criação do Pré-Comitê de Bacia do Rio Itapecuru

Rafael Leitoa discursa na última audiência pública, realizada em Caxias, para
criação do Pré-Comitê de Bacia do Rio Itapecuru, realizada no último mês de
maio  (Fonte: Agência Assembleia - Kristiano Simas)

Em encontro ocorrido nesta quinta-feira (06), na sala de Reunião das Comissões da Assembleia Legislativa, o Conselho Estadual de Recursos Hídricos (Conerh), aprovou a criação do Pré Comitê de Bacia do Rio Itapecuru, cujo processo foi iniciado por solicitação do deputado Rafael Leitoa (PDT), em ação como vice-presidente da Comissão de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do parlamento estadual.

Na reunião, convocada pelo presidente do Conselho Estadual de Recursos Hídricos (Consesrh), Rafael Ribeiro, da SEMA, formalizou-se a criação do Pré-comitê da Bacia do Rio Itapecuru. O Plano de Mobilização para criação do órgão colegiado, composto por sociedade civil, poder público e usuários dos recursos hídricos das bacias, iniciado em 2018, com audiências públicas para engajamento de todos os envolvidos no processos, em algumas cidades que compõe o curso do rio. 

“Este é a segunda vitória conseguida com o trabalho e apoio da Assembleia Legislativa, através da Comissão de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Secretaria Estadual de Meio Ambiente e sociedade civil. Em nosso primeiro mandato, ainda em 2015, buscamos unir os três estados banhados pelo Rio Parnaíba e, através de audiências públicas no curso do rio, Baixo, Médio e Alto, conseguimos as assinaturas para criação do Comitê. Agora, recebemos a notícia que o Pré Comitê do Rio Itapecuru foi aprovado pelo Conerh. Reforço que o trabalho está apenas iniciando. O foco maior é a preservação de nossos rios e nascentes, deixando um legado para as futuras gerações”, comemorou Rafael Leitoa.

Bacia Hidrográfica do Rio Itapecuru

O Rio Itapecuru tem 1.450 quilômetros de extensão em sua bacia hidrográfica, percorrendo todo o Maranhão. Uma de suas funcionalidades mais importantes é o abastecimento de água para 57 cidades, incluindo 60% do abastecimento para a capital São Luís.

Comitês de Bacia

Os comitês de bacia hidrográfica são órgãos que consolidam a descentralização da gestão, sendo constituídos por três setores da sociedade e tendo como unidade de gerenciamento abacia hidrográfica. São instâncias colegiadas cujos membros exercem a função de um parlamento das águas, pois tomam decisões sobre questões referentes à bacia, tendo como principais competências aprovar o Plano de Recursos Hídricos da Bacia, dirimir conflitos pelo uso da água, estabelecer mecanismos e sugerir os valores da cobrança pelo uso da água, entre outras funções.

O Maranhão atualmente possui 12 bacias hidrográficas, que o torna privilegiado na oferta desse recurso. O Estado possui os comitês dos rios Munim e Mearim já instituídos em andamento, além do Rio Itapecuru, os dos rios Balsas, Preguiças e Parnaíba. Este último em parceria com os estados do Piauí e Ceará. (Fonte: SEMA)

Projetos do Governo do Estado para a juventude são pautas em Caxias

Reunião com o prefeito de Caxias, Fábio Gentil para a apresentação do diagnóstico e
criação de comitê do projeto Juventude Viva (Foto: Kleilson Nunes)

O prefeito Fábio Gentil apontou a reunião como uma grande importância e que a população só tem a ganhar com essa parceria engajada entre Município e Estado.

A Secretaria de Juventude esteve, nessa terça-feira (4), na cidade de Caxias, para articulação de ações e potencialização de parcerias para o projeto Juventude Viva e também o Programa Cartão Transporte Universitário. Em pauta, a apresentação do diagnóstico realizado no âmbito projeto Juventude Viva e as estratégias para a criação dos comitês de enfrentamento a mortalidade da juventude negra. Na oportunidade, o secretário André Vitral se reuniu com o prefeito Fábio Gentil e a gestão de juventude municipal.

O prefeito Fábio Gentil apontou a reunião como uma grande importância e que a população só tem a ganhar com essa parceria engajada entre Município e Estado. “Atuar com a juventude é de extrema importância, e esse trabalho em conjunto é essencial para diminuirmos esses índices de violência na nossa juventude, principalmente a juventude negra e com essa possibilidade de união, de parceria, temos a certeza que iremos alcançar nosso objetivo”, afirma o prefeito.

Os comitês terão objetivo de reunir em um espaço de discussão município, estado e sociedade civil em busca de ações e estratégias de combate a mortalidade da juventude negra. O secretário André vitral fala que está muito positiva essa etapa de diálogo com os prefeitos para a criação dos comitês: “São reuniões muito produtivas e com comprometimentos dos municípios, na parceria com o governo do Estado para uma ação mais efetiva e mais produtiva nestes territórios, com maior ocorrência de violência entre os jovens”.

A coordenadora de juventude de Caxias, Kátia Braga, felicita a ação de retorno após a realização da pesquisa sobre a realidade da juventude negra e que agora terão passos importantes no projeto para intervir nas situações de vulnerabilidades.

Ainda em Caxias, o secretário André Vitral fez visita na Faculdade do Vale do Itapecuru (FAI) para potencializar a parceria com a IES que recebe muitos estudantes de municípios circunvizinhos e que podem pleitear a bolsa de R$ 800,00 do programa Cartão Transporte Universitário. A diretora pedagógica Francisca Torres afirmou que o programa é de extrema importância para auxiliar a permanência do jovem no ensino superior. (Secom/MA)

Mesmo inelegível, Paulo Marinho anima blogueiros ávidos por likes

6.6.19
Com direito a foto da década de 1980, postagem tenta mostrar Paulo Marinho como
forte candidato nas próximas eleições; certidão expedida pelo TRE mostra que ex-prefeito
continua com seu titulo de eleitor SUSPENSO

Apesar de inelegível, o ex-prefeito de Caxias, Paulo Marinho, consegue, vez ou outra, animar blogueiros ávidos por curtidas e que nem se dão ao trabalho de fazer uma simples pesquisa no site do TRE para saber que o folclórico político continua com os seus direitos políticos suspensos.

Consultando o site do TRE/MA, vê-se que Paulo Marinho está com o título de eleitor suspenso, não podendo votar e nem ser votado. “Certifico que, consultando o Cadastro Eleitoral, com os dados informados pelo (a) interessado (a), na presente data, verificou-se NÃO CONSTAR registro de inscrição perante a Justiça Eleitoral para: PAULO CELSO FONSECA MARINHO”, consta na certidão emitida pelo Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão na tarde desta quinta-feira (06).

Apesar da inelegibilidade, PM foi tema de uma estranha postagem num blog caxiense sempre prestativo a lhe exaltar como um político brilhante e empresário idem.

Na postagem do desavisado blogueiro, não faltaram elogios e expressões fortes que certamente fizeram o ex-prefeito acreditar no que ali estava escrito. “... E o nome do ex-prefeito Paulo Marinho já aparece como a opção mais viável para suceder o Cabeludo”, inicia a postagem que segue nos elogios. “Paulo Marinho sabe que a prefeitura de Caxias pode lhe chegar às mãos em um cenário parecido como o que ocorreu na eleição da ex-prefeita Márcia Marinho”, continua. “...As chances de Paulo Marinho vencer são reais”, diz outro trecho que chega até a falar de uma hipotética pesquisa em que mostraria Marinho disparado nas intenções de votos: “As pesquisas de opinião trancadas a sete chaves já mostram o ex-prefeito na frente de todos os nomes lançados”.

Mesmo sendo o autor da postagem incapaz de fazer uma simples consulta na internet para saber que Paulo Marinho continua inelegível, estranhamente ele conseguiu saber o resultado de pesquisas de opinião “trancadas a sete chaves” que apresentam PM “na frente de todos os nomes lançados”.

Diante de cenários absurdos e totalmente fora do contexto político atual, a postagem é um prato cheio para inflamar o ego do ex-prefeito, e que certamente o levou a acreditar e viajar num imaginário cenário da década de 1990, onde até a foto utilizada remonta aquela época.

Conhecendo o modus operandi dos envolvidos, não tenho dúvida que teremos dentro em breve outras postagens igualmente absurdas a abordarem a possibilidade de uma liminar garantindo o restabelecimento dos direitos políticos do ex-prefeito bem ao estilo das incontáveis lorotas dos anos 80 e 90 do século passado.

Depois do fiasco do seminário sobre energia solar, a postagem do blogueiro caxiense serve como um revigorante para quem sempre precisa de algo novo para animar a internet.

Qual será a próxima jogada?

Caxiense recebe indicação para o prêmio Darcy Ribeiro 2019 na Câmara dos Deputados


A honraria consiste na concessão de diploma de menção honrosa e outorga de medalha com a efígie do homenageado.

O reitor do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema), Jhonatan Almada (foto), recebeu, no início desta semana, indicação para o prêmio Darcy Ribeiro de Educação de 2019. A proposta é uma indicação do deputado Pedro Lucas Fernandes, líder do PTB, na Câmara Federal. A honraria consiste na concessão de diploma de menção honrosa e outorga de medalha com a efígie do homenageado a três pessoas ou entidades cujos trabalhos ou ações mereceram especial destaque na defesa e promoção da educação no Brasil.

A escolha dos agraciados é feita pelos membros da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados. A cerimônia de outorga será realizada no Salão Nobre da Câmara dos Deputados e está prevista para o dia 29 de outubro deste ano. De acordo com o reitor do Iema, Jhonatan Almada, a indicação representa um reconhecimento e consolidação institucional. “Comecei a semana agradecendo ao deputado Pedro Lucas Fernandes pela indicação do meu nome para o Prêmio Darcy Ribeiro 2019 da Câmara dos Deputados. É um reconhecimento a toda equipe do Instituto e ao trabalho liderado pelo governador Flávio Dino que criou o Instituto. Muito obrigado”, destacou.

Natural de Caxias, Jhonatan Almada é mestre em Educação pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Especialista em Planejamento e Gestão de Políticas Educativas pelo Instituto Internacional de Planejamento da Educação da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Especialista em Gestão e Políticas Públicas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Ele é graduado em história pela Universidade Estadual do Maranhão (Uema), servidor público federal da carreira de técnico de Assuntos Educacionais, lotado na UFMA. Almada é membro da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Associação Nacional de Política e Administração da Educação (Anpae), Instituto Histórico e Geográfico Maranhense (IHGM), Instituto Histórico e Geográfico de Caxias (IHGC), sócio fundador do Instituto Jackson Lago (IJL), e membro do Grupo de Estudos e Pesquisas de Políticas Educacionais do Programa de Pós-graduação em Educação da UFMA.

Jhonatan Almada exerceu a docência na rede pública estadual como professor de história; atuou na UEMA como professor da Especialização em Metodologia do Ensino Superior; e na UFMA como professor da Especialização em Gestão Pública e da Especialização em Educação Integral. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Política e Planejamento da Ciência, Tecnologia e Inovação, Política e Planejamento Educacional, Financiamento da Educação, Políticas Públicas de Educação e as relações entre Educação e Desenvolvimento. (Secom/MA)