TENTATIVA DE DRIBLAR DECISÃO JUDICIAL - Mesmo suspendendo repasses para saúde de Caxias, Flávio Dino faz contrato de quase R$ 11 milhões com a Casa de Saúde

4.1.17
Contrato feito as pressas e sem licitação, garante uma fortuna para o hospital do deputado Humberto Coutinho

Contrato entre o governo Flávio Dino e o hospital de Humberto Coutinho visa driblar 
ordem judicial e garantir repasses milionários para Casa de Saúde

Embora não esteja muito preocupado com a saúde do caxiense que precisa de atendimento no Hospital Geral do Município, nem para quem busca na UPA um atendimento mais qualificado, e muito menos para os inocentes caxienses que ainda nem nasceram na Maternidade Carmosina Coutinho, o governador Flávio Dino deu um presente de Natal inesquecível para o amigo Humberto Coutinho.

Na verdade trata-se de um presentão de natal que determina o repasse anual de R$ 10.879.367,52 (dez milhões, oitocentos e setenta e nove mil, trezentos e sessenta e sete reais e cinquenta e dois centavos) através da Secretaria de Estado da Saúde para a Casa de Saúde e Maternidade de Caxias. (Veja contrato abaixo).

O contrato, celebrado em 21 de dezembro de 2016, foi feito com inexigibilidade de licitação (processo administrativo nº 248/2016/SES) e tem como objeto a prestação de serviço de terapia renal substitutiva, a lucrativa hemodiálise do presidente da Assembleia Legislativa.

Representando o governo do MA, o secretário estadual de Saúde, Carlos Lula, subscreveu o contrato e a ex-deputada Cleide Coutinho, juntamente com sua filha, Georgia Coutinho, ambas sócias da empresa, representaram a Casa de Saúde.

Feito nos últimos dias de 2016, o contrato visa tão somente driblar a ordem judicial que impedia a transferência do custeio do serviço de terapia renal substitutiva da Casa de Saúde, que era feito pelo Fundo Municipal de Saúde de Caxias, para a tutela do governador Flávio Dino, amigo e aliado incondicional de HC.

Com isso, Flávio Dino e Humberto Coutinho tentam induzir o Ministério da Saúde a não seguir a ordem judicial que impedia a transferência de recursos e garantir que o rentável serviço prestado pela Casa de Saúde continue fazendo a alegria da família Coutinho.

Apesar da manobra, a ordem judicial que impedia a transferência ainda está vigente e os repasses do Ministério da Saúde para o serviço de hemodiálise de Caxias ainda estão na responsabilidade da Prefeitura.

Mesmo aqueles eleitores mais apaixonados do governador Flávio Dino ficam intrigados com o tratamento dispensado para o novo prefeito de Caxias, onde os recursos para custeio de toda a rede de saúde do município foram suspensos e o esforço para garantir quase R$ 11 milhões de reais para o hospital do seu amigo foi feito as pressas e sem licitação.

Não custa lembrar o discurso dos correligionários de Humberto Coutinho contra a ex-governadora Roseana Sarney, de que era preciso votar em Flávio Dino para que a “perseguição” contra Caxias acabasse.

Será que os coutinhianos ainda sabem o que é “perseguição” contra Caxias?!

4 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Maranhão, terra sem lei......

  1. Sergio teles disse...:

    Quem diria que um grupo que perdeu a eleição pudesse fazer tanto mal a um povo tão querido quanto o povo caxiense . Nós apenas acordamos para a mudança.E fiquem atentos quanto ao mal atendimento que vocês possam causar a população.porque a qualquer momento convocaremos os estudantes, pais e comunidade para uma grande passeata contra o descaso da saúde.fique atento senhor governador quando vier a Caxias.SERGIO TELES PRESIDENTE DA ASEUC.

  1. junior disse...:

    A Eleição já passou não adianta mais esse tipo de besteira que dizer que os pacientes com deficiência renais não são de Caxias contra outra, apenas o dinheiro não vai passar pela conta da prefeitura só isso, com essa atidude deu sim contribuição aos caxienses e vizinho enfermos renais

  1. Anônimo disse...:

    Da mesma forma que na tentativa sem amparo legal na legislacao, quando buscou reverter o impeachment da presidenta Dilma, levando uma derrota magnifica dos verdadeiros JUIZES de verdade, sofrera a mesma derrota, porque isso e um absurdo que esse dinossauro atenda a todos os interesses desse mafioso. Se ja nao bastasse os fantasmas da AL e a nao obrigatoriedade de nao comparecimento do servidor, rompendo ao que esta definido nas bases legais daquele orgao, agora repete outra manobra ilegal apenas para nao perder seu pote de ouro. Mas nao se preocupem que logo sera revertido esse manobra nefasta deste governador a servico dos verdadeiros bandidos da nossa sociedade.

Postar um comentário