Um menino num corpo de homem – “Buiú”, figura carismática de Caxias, é encontrado morto em sua casa

25.11.14
Não se sabe de onde ele veio, mas há cerca de 20 anos os caxienses passaram a conhecer a figura do garoto que se fez homem pelas ruas da cidade, mas sem nunca deixar de ser uma eterna criança aprisionada num corpo de adulto.

Conhecido por todos como “Buiú”, esse não era seu nome, apenas o apelido herdado de um personagem de programa de humor exibido na TV na década de 1990.

Os problema de dicção foram confundidos por muitos durante muito tempo como sendo ele de outro país e que não teria conseguido aprender nossa língua.

Mesmo sem conseguir pronunciar corretamente as palavras, “Buiú” conseguia se comunicar com todos através de gestos e algumas poucas palavras que formavam seu restrito vocabulário, mas que era suficiente para que todos o entendessem.

Sempre alegre, sua figura era querida e respeitada pela maioria da sociedade caxiense. Vez ou outra entrava em atrito com alguém, e seu temperamento mudava rapidamente, tendo se envolvido em pequenas brigas ao longo de sua vida.

Tinha um trânsito livre pelo Fórum da cidade, onde recebia o carinho de juízes e promotores, sendo que o juiz Antonio Manoel Velozo nutria por ele carinho especial.

Mas “Buiú” mergulhou no álcool e virou um alcoólatra.

A solidão, aliada a bebida, talvez tenham levado ele ao suicídio, hipótese mais provável para sua morte.

Encontrado em sua casa, “Buiú” estava com o punho da rede em volta do pescoço e o corpo apresentando sinais de que o mesmo estava morto há 2 ou 3 dias.

A vereadora Taniery Cantalice, que também tinha um grande carinho por “Buiú”, deu a notícia na sua página no facebook na manhã de hoje. Taniery fez questão de demonstrar sua tristeza diante da perda do eterno garoto que era querido por todos.

Triste com a notícia que acabei de receber. buiu, uma figura ilustre de nossa , um rapaz conhecidos por todos e que não fazia mal a ninguém foi encontrado morto em sua residência. Tenho certeza que não só eu mas todos que conheciam gostavam dele. Que descanse em paz”, escreveu a vereadora no facebook.

Um menino num corpo de homem que na maior parte de sua vida não fez mal a ninguém.

Infelizmente, o álcool parece ter sido o seu maior pecado e que, aliado a solidão do seu mundo sem família e parentes conhecidos, provavelmente lhe levou a morte.

2 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Acredito eu que desde 1990 ele já estava na cidade... Famoso Filho da Irmã !

    Que Deus acolha sua bondosa alma....

    Kuerten II

  1. Anônimo disse...:

    melhor que muitas autoridades da nossa cidade, pelo ao menos não subtrai o que é de direito do povo, esses sim merecem a forca.

Postar um comentário