Credores, alegrai-vos!!! Novembro de alegria nos cofres do governo Léo Coutinho

29.11.14
E as boas notícias não param de chegar nos cofres da Prefeitura de Caxias.

Neste mês de novembro, até esta sexta-feira, 28, e sem os recursos do SUS e convênios, caiu nas contas da viúva caxiense a incrível bagatela de R$ 15.174.572,13 (quinze milhões, cento e setenta e quatro mil, quinhentos e setenta e dois mil e treze centavos).

Esses recursos foram divididos entre FPM – Fundo de Participação dos Municípios, (R$ 6.540.088,83); FEP – Fundo Especial do Petróleo, (R$ 97.812,53); ICMS-Desoneração das Exportações Lei 87/96, (R$ 14.622,12); ITR – Imposto Territorial Rural (R$ 5.026,24); ICMS ESTADUAL (R$ 2.151.535,24); CFM – Departamento de Produção Mineral (R$ 7.425,40); IPM – IPI Exportação (R$ 17.998,82); Fundeb (R$ 6.307.171,75) e SNA – Simples Nacional (R$ 32.891,20).

E nessa bonança não constam os valores arrecadados com taxas de alvarás, multas de trânsito, licenças e os valores recolhidos com Imposto Sobre Serviços, o ISS, exclusivamente cobrado e arrecado pelo município, onde nenhum outro órgão governamental tem acesso ou controle sobre o mesmo. Especula-se em mais de R$ 1 milhão de reais arrecadados todos os meses desse imposto municipal.

Enquanto a arrecadação de recursos pelo município aumenta, a reclamação dos prestadores de serviço da Prefeitura de Caxias aumenta ainda mais.

Quando constatamos o montante de dinheiro nos cofres do governo Léo Coutinho em novembro de 2014, fica difícil acreditar na “choradeira” desses empresários, pois é meio constrangedor imaginar que o prefeito caxiense não efetue os pagamentos dentro dos prazos legais.

Portanto, caros prestadores de serviço da Prefeitura de Caxias, pensem duas vezes antes de reclamar de que estão com seus pagamentos atrasados ou que só dormem sob efeito de tranquilizantes.

Começo a acreditar que estão reclamando “de barriga cheia”.

Léo Coutinho não é, nem de longe, essa pessoa que vocês pintam.

5 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Caro Sabá, só de arrecadação de iluminação publica em Caxias, soma mais de 1 milhão de reais.
    Robert Rorez

  1. Anônimo disse...:

    sabá algum tempo atrás mais já esse ano acho que pelo mês de Maio você postou uma reportagem onde dizia que vereador Neto do sindicato ameaçava romper com Léo Coutinho caso o mesmo não desse a atenção devida ao povo dele ou seja o povo da zona rural sou um dos eleitores do Vereador aqui citado que modesta parte tenho um certo conhecimento e vendo essa bolada toda anunciada por você que chegará na prefeitura me veio a cabeça hoje será que essa grana toda ta servindo de cala boca para a bancada do prefeito? sim, porque a nossa zona rural continua a mesma a merenda escolar de pessima qualidade para nossas crianças e o vereador não falou mais no assunto sabá não seria a hora de você dar uma cutucada no Neto para ver se ele tem alguma resposta para o povo dele? ficamos no aguarde e que você vigie essa dinherama toda para ela não servir só como moeda de propina.

  1. Anônimo disse...:

    defensor do povo dele e que voce diz que é o povo da zona rural desculpe amigo anonimo mas voce ta sendo ingenuo o vereador neto na verdade é defensor do povo de coutinho e dos interesses dele proprio.

  1. Anônimo disse...:

    e ai sabá publicou mais não deu sua opinião, diga alguma coisa só você para nos ajudar, pelo ao menos seu meio de comunicação nos serve para gritamos por ajuda, estamos esperando um posicionamento seu. abraços. Z.R

  1. Anônimo disse...:

    É verdade, o negão tá por cima da carme seca. Os caboclos estão tendo o que merecem. Oh rainha de gente ruim-falsa. Só vão tocados a dinheiro ou favor bem grande. Fodam-se, esses traíras da porra. Devem ficar mesmo é sem cadeiras, sem professores e com merenda pouca e ruim.

Postar um comentário