Vaidade de Flávio Dino e inveja de Humberto Coutinho ganham destaque na Câmara Municipal de Caxias

11.6.13
População tem prestigiado os debates no parlamento
Quando do discurso realizado na sessão desta segunda-feira, 10, na Câmara Municipal, o vereador Catulé não economizou nas suas criticas ao ex-prefeito Humberto Coutinho e ainda sobrou um pouco para o comunista Flávio Dino.

“Esse candidato do Humberto Coutinho não fala com ninguém e nem dá confiança para nenhum vereador de nossa cidade”, iniciou Catulé para em seguida falar do ciúme que HC tem do comunista. “E ele ainda esconde ele dos correligionários de nossa cidade”.

De acordo com Catulé, esse desprezo do comunista com a classe política de Caxias é constante.

“Tem vereador aqui desta Casa que ligou pra ele 8 vezes num único dia e ele [Flávio Dino] não atendeu”, disse Catulé sem nominar qual o colega de parlamento que teria sofrido mais esse desprezo do comunista.

Ainda na parte do seu discurso que relatava a trajetória vivida por ele e Humberto Coutinho, Catulé relembrou que muitos outros membros do grupo de Humberto Coutinho, inclusive o na época vereador Berilo, criticavam a instalação da Faculdade do Vale do Itapecuru – FAI, pelo ex-prefeito Paulo Marinho.

“Mas tomado pela inveja, ele construiu foi uma faculdade 10 vezes maior que aquela do adversário”, criticou o vereador ao citar a construção da Facema.

Voltando ao tema Flávio Dino, Catulé ressaltou que as campanhas do comunista são bancadas com recursos de Caxias.

“É de nossa cidade que sai o dinheiro que abastece as campanhas milionárias do comunista Flávio Dino”.

Catulé encerrou seu discurso no grande expediente afirmando que o atual prefeito já havia sujado suas mãos com irregularidades.

“Esse projeto de prefeito já melou os dedos nessa história desses caminhões compactadores”, encerrou Catulé alertando sobre a constante vigilância do Ministério Público, “que é vigilante e já afastou recentemente a prefeita de Rosário por irregularidades”.

Nas primeiras horas da manhã trago outros assuntos discutidos na Câmara dos Vereadores e que tem atraído um número cada vez maior de pessoas assistindo os debates do legislativo.

0 comentários:

Postar um comentário