Discursos sem sentido dos governistas marcam sessão da Câmara

10.6.13
Vereador Catulé
Não foi exatamente um quadro de guerra como muitos previam na sessão desta segunda-feira, 10, na Câmara Municipal.

O público, mais uma vez, compareceu em peso na Casa do Povo. Com destaque para a presença de simpatizantes do governo Léo Coutinho, que eram apenas 3 pessoas na sessão anterior e nesta segunda-feira eram em número de 9, um aumento de 300%.

Os governistas armados e destemidos da sessão da semana passada deram lugar a discursos comedidos e calibrando cada palavra que iam pronunciar. Isso até a metade da sessão, pois daí em diante, para tentar desqualificar a oposição, os governistas trouxeram a questão estadual para dentro do parlamento.

Primeiro a discursar, Catulé fez uma trajetória da sua vida política sempre ao lado do ex-prefeito Humberto Coutinho em Caxias.

“Chegou a hora de fazer alguns esclarecimentos”, iniciou Catulé.

Colocando todos os pingos nos “is”, Catulé pintou Humberto Coutinho como ele é: invejoso, ingrato e traidor da palavra empenhada.

“Na casa dele levamos o nome de 12 vereadores que apoiavam o colega Fábio Gentil para presidente da Câmara no final do ano passado e ele disse que iria apoiar”, lembrou Catulé para em seguida revelar: “Mas disse que apoiava o Fábio de cabeça baixa e olhando o tempo todo para o chão e na saída da reunião eu disse ao Fábio: pode esquecer, ele não vai te apoiar”.

Continuando o resgate da trajetória política vivida entre ele e HC, Catulé disse que durante muito tempo enfrentou tempestades ao seu lado.

“Havia um tempo em que o Humberto Coutinho era tido como violento e eu fiquei ao seu lado ouvindo piadas e o apoiando quando sua rejeição era altíssima”, recordou Catulé que na época pedia ao povo para dar uma oportunidade para Humberto mostrar a que veio.

Abordando as traições e omissões de HC ao longo de vários anos, Catulé revelou que na eleição passada percebeu que os cartazes da vereadora Tays Coutinho eram afixados por cima dos seus e foi além.

“Em nossa última conversa o prefeito Humberto Coutinho me pediu para abandonar a candidatura do Luis Fernando porque ele não poderia ficar desmoralizado diante do Flávio Dino, pois já estava velho e essa era a última eleição que disputava e, caso o candidato dele perdesse, ele estava lascado”, contou Catulé que respondeu de pronto ao ex-prefeito: “quer dizer que tu não pode ficar desmoralizado e eu posso?”.

De lá para cá, disse o vereador, as represálias contra ele só aumentaram.

“Foram os dois prefeitos, o de fato e o projeto, em Nazaré do Bruno aliciar meus cabos eleitorais prometendo tudo e muito mais para que eles me abandonassem, mas eles foram firmes e não aceitaram”.

Na parte final do discurso, Catulé fez questão de registrar a fortuna adquirida pelo pai do atual prefeito de Caxias, “que chegou aqui em 2004 com 200 mil reais no bolso depois de vender sua distribuidora de bebidas e hoje é uma das maiores fortunas do Norte/Nordeste”.

Daqui a pouco ou na madrugada volto com mais detalhes da sessão desta segunda-feira.

3 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    nao aguentamos mais essa historia de traição.não podemos aceitar essa gente tentar passar para todos nós, que são inocentes,que são bonzinhos,dão a ideia de que sempre foram adversários de \Humberto \Coutinho.\lembar do d\deputado Jerson do Rio de Janeiro?comia na panela de Lula, depois detonou a turma do Mensalão,aqui em caxias ta acontecendo a mesmo=a coisas, cabe a Ministério \Publico apurar estas denúncias de Fábio Gentil, é muito fácil atirar pedras.mais antes de atirar, olhe se elas não podem voltar e pegar em você.

  1. Anônimo disse...:

    ATENÇÃO TOPA DE CHOQUE DO GOVERNO,APROVEM UM REQUERIMENTO,E CONVOQUEM O VINÍCUS LEITÃO E TODAS AS EMPRESAS QUE CONSTRUIRAM ESTAS ESCOLAS,SÓ ASSIM VOCÊS IRÃO DESCOBRIR QUEM REALMENTE FEZ,VÃO AS CASAS DE COSNTRUÇÕES E E VEJAM QUEM COMPRAVA OS MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO.TÁ FÁCIL DESCOBRIR QUEM FAZIA AS OBRAS DAS ESCOLAS E POSTOS DE SAÚDE EM CAXIAS, O QUE É MAIS GRAVE,DAR DECORO PARLAMENTAR. HUMBERTO COUTINHO,SEJA MACHO,LEVA ESSE MENINO TAMBÉM AS BARRAS DA JUSTIÇAS, ASSIM COMO ELE ESTÁ TE LEVANDO.FAZ ELE TOCAR PIANO COM SUAS DIGITAIS.

  1. Anônimo disse...:

    Vc faz um comentário quase esclarecedor falta dizer que era o vereador Fábio gentil o que mais construía na prefeitura, e dizia que só assinava como engenheiro, isso infelizmente ele nao fala, mais tudo vai ser esclarecido e a carapuça vai cair no lugar certo.....

Postar um comentário