Recuperado da Covid-19, Fernando Sarney volta à CBF e cresce pressão para assumir entidade

11.6.21

Fernando Sarney, o mais importante entre os oito vice-presidentes da CBF, desembarcou hoje no Rio de Janeiro para reuniões na sede da entidade.

Por causa do isolamento social, ficou meses sem pisar no Rio. Estava em São Luís. No início da semana, aliás, Sarney teve alta. Foi contaminado pelo coronavírus. O filho de José Sarney virou o principal nome na condução da Copa América por parte do Brasil.

Voltou a crescer a pressão para Fernando Sarney, filho de quem o nome sugere e um dos vices da CBF, assumir a presidência da entidade no lugar do afastado Rogério Caboclo. O salário de presidente da Confederação Brasileira de Futebol é de R$ 270 mil mensais, além de bônus que elevam a quantia.

Pesa a favor dessa candidatura o fato de Sarney ser considerado, entre a alta cartolagem, um “pacificador” no meio da rede de intrigas que tomou conta da CBF.

Representante da Conmebol no Conselho da Fifa, Fernando Sarney, como Nunes vice da CBF, tomará frente no relacionamento entre Conmebol e CBF sobre a Copa América.(Fonte: blog do John Cutrim). 

0 comentários:

Postar um comentário