Suspensão das atividades presenciais no legislativo caxiense é prorrogada

6.4.21

As atividades presenciais na Câmara Municipal de Caxias (CMC), suspensas por toda a semana passada, continuarão suspensas até o próximo dia 11 de abril, em consonância com os últimos decretos estaduais e municipais, objetivando a contenção, propagação e prevenção ao contágio pelo novo coronavírus (covid-19). A decisão foi efetivada por meio da portaria nº 135, assinada nesta segunda-feira (5) pelo presidente do legislativo caxiense, vereador Teódulo Aragão (PP).

A portaria estabelece ainda que durante o período somente funcionários autorizados terão acesso ao gabinete da presidência e às diretorias da casa legislativa. E deixa claro também que pode ser revista, se necessário, em decorrência de novos fatos relacionados ao covid-19, em função dos riscos de exposição de pessoas e possibilidade de disseminação e contágio pelo agente causador da pandemia presente no município.

Sessão adiada

Na tarde desta segunda-feira, em razão do vereador Uaryni Cavalcante (PMN) ter sido internado para tratamento hospitalar contra o covid-19, não houve a sessão ordinária remota prevista para a data. A bancada de vereadores, sensibilizada com o quadro de saúde do colega, preferiu adiar o encontro, prestando solidariedade e apoio aos seus familiares. A decisão foi confirmada em nota oficial também assinada pelo presidente da CMC, momentos antes do início dos trabalhos legislativos, previsto para as 18 horas.

(Ascom/CMC

0 comentários:

Postar um comentário