Vereador chama atenção para onda de assaltos na zona rural de Caxias

27.8.19

O assunto foi levado ao gabinete do vereador por professoras que relataram da falta de segurança no deslocamento para os seus locais de trabalho.

O vereador Durval Júnior (PSB) fez uso da palavra no pequeno expediente, na sessão de segunda-feira (26), para chamar a atenção das polícias Militar e Civil para uma onda de assaltos na zona rural.

O assunto foi levado ao gabinete do vereador por professoras que relataram da falta de segurança no deslocamento para os seus locais de trabalho nos povoados Sossego, Bom Jardim e Buenos Aires.

Segundo o parlamentar, "somente de terça-feira para cá, já foram cinco assaltos, inclusive professoras com motos furtadas. Os assaltos estão sempre acontecendo no mesmo local, numa curva nas proximidades do povoado São Felipe".

Ele finalizou dizendo que foi registrado um Boletim de Ocorrência e que iria solicitar providências legais junto ao delegado regional da Polícia Civil, Jair Paiva.

O vereador Darlan (PHS) também manifestou preocupação com o tema levantado. "A onda de assaltos está grande. E isso não é só no 1º Distrito, é em toda a zona rural de Caxias. O artigo 144 diz que a segurança pública é dever do Estado, mas também é responsabilidade de cada um de nós".

De acordo com o líder do governo, Sargento Moisés (PSD), "em conversa recente com o comandante do 2º Batalhão de Polícia Militar, foi repassado que a PM tem feito um serviço excelente com o que tem disponível hoje. Somente nos últimos dias, 20 elementos de alta periculosidade foram presos. A culpa não está na polícia ou na Justiça, mas na lei; precisamos de leis mais duras. E se não fosse a ajuda da prefeitura talvez tivéssemos pior".

No ponto de vista de Neto do Sindicato (PC do B), "a questão da segurança pública é bem maior. Tem que levar em consideração o nosso país, a política de segurança do Brasil, que piorou na gestão do presidente Bolsonaro (PSL). Sabemos que o estado do Maranhão não está recebendo verba do Governo Federal. Apesar disso, no governo Flávio Dino (PC do B) os índices de violência têm caído". (Da assessoria)

0 comentários:

Postar um comentário