CASO GABRIEL BRENNO - Audiência de custódia mantém prisão de suspeito da matar estudante

8.8.19

Os familiares do estudante caxiense, Gabriel Brenno, se mobilizaram nesta quinta-feira (08), em frente a sede do Fórum Criminal de Teresina com cartazes de mensagens de sentimento de luto e justiça. O acusado Deivid Ferreira de Sousa de 34 anos, passou por audiência de custódia na manhã desta quinta-feira.

A juíza substituta Patrícia Luz Cavalcante manteve a prisão preventiva de Deivid Ferreira. Ele foi levado à audiência de custódia onde foi analisado eventuais maus-tratos, o que foi negado por ele, que permaneceu neutro durante os questionamentos da magistrada.

"Afasta-se assim qualquer atribuição deste juízo acerca da análise de necessidade da prisão, cabendo tão somente perquirir eventual prática de maus tratos quando da sua realização. No caso em espécie, consoante se vê pelas declarações do próprio apresentado, não se visualiza qualquer indicativo de prática de tortura", informou o relatório da juíza.

A audiência de Deivid durou cerca de três minutos. Ele agora será levado para o sistema prisional.

Consternados, os familiares gritavam o tempo todo a palavra “justiça”. A mão do estudante, Janaína Nogueira, diz que a prisão trouxe alívio para a família, mas o crime não tem perdão e ela não acredita em arrependimento do suspeito.  

(Com informações do cidadeverde.com e Portal Guanaré)

0 comentários:

Postar um comentário