Caxias acordou! Família Coutinho ouviu o grito dos caxienses

24.6.13
A cidade de Caxias deu hoje uma demonstração para o Brasil inteiro que também está de saco cheio por muito contribuir e pouco receber dos poderes públicos.

O movimento Vem Pra Rua Caxias eletrizou a cidade toda na memorável tarde de segunda-feira, dia 24.

Como Câmara e Prefeitura foram fechadas desde o meio-dia, o comércio em geral se amedrontou e também desceu as portas.

Mas o que muitos temiam acabou não acontecendo. Os manifestantes protestaram, gritaram e denunciaram de forma pacífica.

Os infiltrados do grupo dominante bem que tentaram tomar conta do movimento, mas se deram mal.

De acordo com a maioria das pessoas que estavam lá, 80% das críticas foram direcionadas para o prefeito Léo Coutinho.

Isso é natural e esperado, haja vista que o prefeito da cidade é o braço maior da política no âmbito do município.

E o caxiense não decepcionou.

Os baixos salários pagos pela família Coutinho em todos os níveis da administração foram alvos da revolta de muitos.

A saúde precária, onde os caxienses sofrem nas filas dos hospitais e tem seus entes queridos vítimas desse sistema perverso, que falta médico e remédio em todas as unidades de saúde da cidade, também foi lembrada pelos manifestantes.

A falta de água nas torneiras, um mal que insiste e persiste em continuar infernizando a vida dos caxienses, apesar dos milhões arrecadados pelo SAAE todos os meses e com outros tantos milhões oriundos de convênios do governo federal, também foi denunciado no movimento.

O governo estadual também foi criticado. Os infiltrados de Humberto Coutinho portavam cartazes contra a família Sarney.

Ficou claro a decepção dos manifestantes com o prefeito Léo Coutinho. Para muitos, a cidade está andando de marcha a ré.

O nepotismo, uma prática vergonhosa que a família Coutinho faz questão de manter desde que chegou na Prefeitura, onde os parentes estão todos empregados e ganhando altos salários, foi bastante criticado.

Até o shooping Center prometido pelo chefe do Executivo foi cobrado durante o evento.

A indignação dos caxienses com a família Sarney, família Marinho e mais fortemente contra a família Coutinho, elevou o tom dos gritos de protestos dos manifestantes em várias ocasiões.

Com cerca de 2.000 pessoas, de acordo com a Polícia Militar, Caxias deu um exemplo para o Brasil de como se deve fazer uma manifestação ordeira, pacifica e com cobranças contundentes contra os poderes públicos.

Surpreendeu a todos do movimento a quantidade excessiva de policiais militares em frente a Prefeitura e a Câmara Municipal.

Já tendo percorrido várias ruas do centro da cidade desde a Praça Duque de Caxias, o movimento culminou em frente a Prefeitura.

Lá os discursos pedindo saúde e educação eram ouvidos um atrás do outro. Gritos de “cadê o prefeito?” também ecoaram na porta do Palácio da Cidade.

O hino nacional foi cantado pela multidão emocionando a todos.

Infelizmente o prefeito Léo Coutinho embarcou para São Paulo hoje e não ficou na cidade para ouvir o grito do povo de Caxias contra sua administração.

O caxiense deu uma demonstração do quanto está insatisfeito com esse governo dinástico que se instalou no município.

O movimento todo ele foi convocado pelas redes sociais na internet.

O ato de Caxias foi destaque no Jornal Nacional da Rede Globo.

A mensagem foi dada. O prefeito ouviu. Sua família também.

Ano que vem teremos eleições. O recado agora será das urnas.











8 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    a questao do comercio ter fexado foi um acordo em RESPEITO ao movimento liberamos nossos colaboraores pra que fosse pra somarmos...parabens pela materia bjs ANGELA MACHADO BIG BEN CELULAR

  1. Anônimo disse...:

    O POVO DE CAXIAS É CORDIAL DEMAIS COM ESSA CORJA QUE ESTÁ MAMANDO NA PREFEITURA. ANTONIO!!

  1. Anônimo disse...:

    Faltou a cobrança a ATUAÇÃO OMISSA DO MINISTÉRIO PÚBLICO(FEDERAL E ESTADUAL)

  1. Anônimo disse...:

    Cidadão,dentro de minha humildade, quero em público te pedir desculpa, quando te critiquei,e o fiz por quer, achei muito violento de tua parte, chamar um certo Politico de MOLEQUE.más depois q do que presenciei no meio da caminhada, não posso tecer criticas ao teu trabalho,na verdade, infiltraram funcionários da Prefeitura,cabos eleitorais,com intenção d e minar a caminhada, até agua mineral,foi oferecida aos manifestantes.Uma VERGONHA!! ALPE DE DIRECIONAREM CRITICAS , A FAMÍLIA SARNEY.ESTOU DECEPCIONADO, NUNCA MAIS ME PRESTAREI A TAL COISAS.pois acreditava ser uma caminhada sem bandeira partidária,mais, lá estava as bandeira dos Coutinhos e do Flávio Dino,que tristeza!!!pPobre povo de Caxias!!cobra coral

  1. Getulio Soares disse...:

    Amigo um movimento desse que vem reivindicar melhorias em todos os setores publico, com pessoas respaldadas que nao tinham nem uma intenção política, aí entra a Ângela Machado, candidata frustrada na ultima eleição e agora se posiciona como deputada estadual, pq ela estava lá, dando uma de boazinha, de onde em tanta bondade, pois se ela quer ser alguma coisa na vida publica tem que mudar muito , principalmente seu comportamento, inclusive honrando com seus compromissos financeiros...Te toca Ângela

  1. Anônimo disse...:

    caros sabá, tenta descobrir o chega mais entre as vereadaras taniery e Taísa Coutinho;.segunda feira pela manha na camara.

  1. Anônimo disse...:

    Caro anônimo , lá na Camara nada mais foi do que a discussão de duas pessoas totalmente despreparada e que nao sabe o que e a função de ser vereadora, esqueceram-se aí já viu, soltaram o que realmente elas tem em suas entranhas....baixaria , barraqueiras, sem respeito se quer com as pessoas que elas dizem representar no Parlamento caxiense

  1. Anônimo disse...:

    QUE ESSE BLOG DE VALOR SEJA UTILIZADO TÃO SOMENTE PARA DENUNCIAR E BANIR A CORRUPÇÃO. CAROS ANÔNIMOS FUTRICAR É FEIO USE SEU TEMPO PARA MOSTRAR O QUE PODEMOS FAZER PARA TIRAR ESSA MASSA PODRE DO GOVERNO MUNICIPAL. VÁ À CÂMARA! SEJA ATUANTE AMIGO, SÓ ASSIM ESTAREMOS CUMPRINDO COM O NOSSO DEVER. CONTRIBUINDO COM NOSSA PRINCESA TÃO USADA, VILIPENDIADA.

Postar um comentário