Opositores de Fábio Gentil agem criminosamente e fazem pichações em igreja e prédios públicos; câmeras registraram a ação e autores podem ser identificados a qualquer momento

7.6.22

Imagens podem levar aos autores do ato criminoso

Não poderia ser mais negativa a ação perpetrada pelos meliantes que fizeram pichações em prédios públicos e particulares na madrugada desta segunda-feira em Caxias. O objetivo dos autores foi claro em tentar atingir a reputação do prefeito Fábio Gentil.  

Com mensagens negativas e palavras chulas, as pichações denotam o desespero do mandante e o amadorismo dos autores, pois a tentativa de não serem identificados mostrou-se infrutífera, haja vista que as imagens podem levar a identificação da turma.

Algumas imagens vazadas mostram trechos da ação dos meliantes durante o ato nas paredes da Academia Caxiense de Letras, onde é possível identificar a marca do veículo utilizado por eles bem como mostrar que eram 3 os envolvidos.

Imagens obtidas por câmeras em outros pontos da cidade estarão de posse das autoridades de segurança nas próximas horas. Essas imagens podem identificar com mais precisão os dados do veículo e levar a identidade dos ocupantes.

A ideia de jerico do mandante da ação remonta as décadas de 80 e 90 do século passado, quando ações desse tipo eram comuns no jogo sujo da política de então.

Quando o assunto veio a tona logo nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira, os comentários na cidade eram de indignação, haja vista que até as paredes da Igreja da Matriz foram pichadas na tentativa de atingir o prefeito.

A mesma indignação das ruas também foi registrada nas redes sociais, quando a grande maioria ficou solidária ao gestor.

Tão logo a rede de solidariedade ao prefeito foi invadindo os comentários nas redes sociais, o primeiro e único opositor de Fábio Gentil a se manifestar foi o ex-prefeito Paulo Marinho, mas não se solidarizando com ele. Em mensagem cifrada e repleta de palavras chulas, PM parece insinuar que teria sido FG o autor das pichações.

Existem muitos opositores de Gentil que praticamente moram nas redes sociais e dedicam as 24 horas do dia para tentar desqualificar suas ações. Essa mesma turma fazia esse ‘serviço’ nas últimas eleições e viram o fruto do seu trabalho quando Fábio foi reeleito com 78% dos votos.

O desespero registrado nas criminosas pichações indicam que a oposição em Caxias é feita por celerados que não aprenderam nada e novatos que não sabem fazer política.

A verdade virá a tona e os envolvidos serão responsabilizados.

Caxias não merece retroagir aos tempos da baixaria na política!

0 comentários:

Postar um comentário