São João do Sóter: SMDS e Saúde participam do encontro de formação da SEDES

29.6.22

A secretária municipal de Assistência Social Neta Do Quirino, acompanhada da assessora especial da SMDS, Edna Rocha, da coordenadora de gestão do SUAS, Desterro Lacerda, do coordenador do CadÚnico Miguel Correia, do coordenador de Igualdade Racial, Reginaldo Santana, e dos coordenadores Joanes Barbosa e Otoniel Araújo da Secretaria de Saúde participaram do evento “Cadastro Único para Programas Sociais - Sedes Promovendo Cidadania”, no Auditório Darcy Ribeiro, no Multicenter Sebrae, em São Luís.

Na ocasião, foram debatidas pautas acerca da aplicabilidade do CadÚnico, dando foco no apoio técnico e nos programas ofertados pelas gestões estaduais e municipais. Além disso, foi anunciada a nova etapa do Programa Vale Gás. O auxílio, que já passou por sua 3ª etapa, levou dignidade a 103 mil famílias maranhenses inscritas.  

Nessa nova etapa, o Governo do Maranhão investirá o valor de R$ 13 milhões, que será dividido em um benefício de R$ 120,00 a ser creditado no cartão dos beneficiários contemplados com a 3ª etapa. A data do pagamento será em uma data divulgada posteriormente.

O Vale Gás é um programa social criado pelo Governo do Maranhão, por meio da Sedes, visando minimizar os reflexos da pandemia da Covid-19 no âmbito social e fortalecer a política estadual de Segurança Alimentar e Nutricional. O programa beneficia, atualmente, 103 mil famílias maranhenses inseridas no CadÚnico. (Ascom/PMSJS)

Prefeitura lança livro sobre a História e Geografia de Caxias

A Prefeitura de Caxias (MA), por meio da Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (SEMECT), realizou no Mirante da Balaiada, o encerramento do Seminário Sistema Municipal de Ensino em Acervo. O Seminário deu subsídio às escolas que agora contam com o Regimento da Rede Municipal, Currículo Municipal e um Livro Elaborado por professores da Rede Municipal sobre a história e geografia de Caxias.

“O Seminário subsidiou as escolas no que diz respeito ao aspecto normativo, que é o regimento do município, o currículo municipal, que é a proposta, e um livro produzido por professores de Caxias. Esse livro faz parte do currículo diversificado. Porque o currículo é formado por uma Base Nacional Comum e pela parte diversificada, e nessa parte diversificada o livro integra o nosso currículo em nossas escolas. Tem um livro do 6º ao 9º ano e tem um livro para os anos iniciais”, lembra Socorro Brito, coordenadora de Currículo, Normatização e Políticas Públicas.

Os nossos autores, professores de história, geografia e educação ambiental hoje estão entregando um livro da nossa história e geografia e nossa cultura caxiense. Era um sonho de muitos professores. E, agora, estamos construindo um novo momento para a nossa cidade”, frisa Ana Célia Damasceno, secretária Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (SEMECT).

A obra lançada durante o evento foi produzida pelos professores caxienses que integram a rede municipal de educação. Intitulado: “Caxias, conhecendo o meu município – estudos regionais”, a obra traz conhecimentos em dois volumes, sobre a história e geografia de Caxias, voltada a estudantes do ensino fundamental. O livro está ilustrado com fotografias de David Sousa, fotógrafo caxiense.

“A participação que a gente teve, é justamente essa de mostrar ao leitor o aspecto natural de nossa cidade, a questão paisagística. É um livro bem prático, com muitas imagens. Na divisão dos capítulos temos os aspectos naturais, a população, a cultura, história e muitos outros temas”, destaca Nozei Gonzaga, professor e um dos autores do livro.

O livro é fruto de uma necessidade do município e dos professores de história. Faltava um alinhamento, para que as escolas não trabalhassem de forma dispersa. A gente pensou em um livro que fale sobre a história, geografia e patrimônio, além da questão ambiental e os poderes municipais. A gente fala da governança do nosso município também”, lembra Ana Maria, professora de história e uma das autoras do livro.

É importante que a pessoa saiba do lugar onde vive para que ele possa se identificar como participante desse lugar. Uma pessoa que sabe de onde veio, sabe seu lugar na sociedade“, frisa Teresinha Coimbra, professora e uma das autoras do livro.

Para quem atua na docência na rede municipal, é pesquisador ou apenas um observador da cena literária em Caxias, percebe que o livro supre uma lacuna que existia em Caxias no campo educacional.

“É um tesouro que tem nas mãos dos alunos. Você só protege o que você conhece. O aluno vai poder conhecer a cidade, vai amar a cidade e aí sim, ele vai ser um dos defensores da cultura de Caxias (MA)“, reforça Ezíquio Barros, presidente da Academia Caxiense de Letras (ACL).

É um livro feito por professores locais focado na geografia do próprio município, então, o aluno da rede municipal vai estudar a história e geografia de Caxias. Então, é maravilhoso e esperamos que os estudantes aproveitem esse livro”, destaca Elizete Ribeiro, professora.

Esse livro é tão importante porque trata da história de Caxias. Os futuros concursos terão este livro para que as pessoas possam responder as questões. É um lançamento muito importante. A secretária, juntamente com o prefeito estão de parabéns”, parabeniza Teódulo Aragão, Presidente da Câmara Municipal de Caxias (MA)

(Da assessoria)

Vinícius Sabá estreia como vereador em sessão da Câmara Municipal

28.6.22

A novidade da sessão ordinária dessa segunda-feira (27) foi a estreia de Vinícius Sabá, que substitui o vereador Ricardo Rodrigues (PT) por 120 dias, em razão deste ter solicitado afastamento para tratar problemas pessoais. Na ocasião, o presidente Teódulo, saudando-o e a seus familiares presentes na galeria do plenário da CMC, destacou a postura política do jovem que, para ele, representa um novo estilo de fazer uma política responsável na cidade.

Vinícius Sabá, por sua vez, surpreendeu pela desenvoltura ao estrear no plenário, iniciando sua fala tecendo agradecimentos ao Presidente Teódulo Aragão, pelas benfeitorias instaladas no parlamento municipal nesse um ano e meio de mandato. Depois ressaltou que aquele era um momento especial em sua vida, ressaltando que irá honrar cargo tão importante, e que fará de tudo pela população. “Estou aqui graças aos amigos, mas me dedicarei a toda a população de Caxias, trabalhando com dedicação e competência para honrar nosso povo e também a cadeira do amigo e vereador Ricardo Rodrigues”, assinalou na ocasião. (Da assessoria)

Vereadores aprovam plano de cargos, carreira e remuneração dos agentes de saúde e de endemias de Caxias

24.6.22

Aprovação foi na sessão ordinária de segunda-feira, 20

Sob muitos aplausos, manifestações de alegria e galeria do plenário lotada, a Câmara Municipal de Caxias (CMC) aprovou, com o voto unânime dos vereadores que compareceram na manhã de segunda-feira, 20, à sessão ordinária da casa, o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração aos servidores públicos municipais titulares dos cargos de Agente Comunitário de Saúde (ACS) e de Agente de Combate às Endemias (ACE), oriundo de iniciativa do Poder Executivo Municipal.

A propositura deu entrada na casa e foi lida ainda no expediente da própria sessão. Contudo, como foi protocolada sem haver sofrido qualquer alteração desde que foi enviada ao Executivo como uma indicação do vereador Antônio José Ximenes (Republicanos), também aprovada por unanimidade, recebeu imediatamente a aprovação da Comissão Permanente de Constituição e Justiça do legislativo que, com o consentimento do vereador Teódulo Damasceno de Aragão (PP), presidente da CMC, foi encaminhada para apreciação e votação na ordem do dia da reunião, momento em que reivindicações, indicações e projetos de lei em pauta são submetidos à aprovação ou não pelos parlamentares.

Na mensagem endereçada ao legislativo municipal, o prefeito Fábio Gentil justificou a medida como absolutamente necessária, por criar para as duas classes de servidores no âmbito da saúde pública a política de remuneração e estruturação dos cargos, evitando distorções salariais e tornando possível o desenvolvimento do servidor na carreira. Em seu entendimento, o prefeito confirma que haverá incentivo à qualificação profissional e à eficiência no serviço público, fatos que promoverão o reconhecimento e a valorização que certamente resultará em significativos benefícios na qualidade dos serviços prestados à população caxiense.

Num gesto de cortesia, o presidente Teódulo Aragão, ao final da sessão em que todos participantes falaram no pequeno expediente, mas não teve oradores inscritos para usarem a tribuna no grande expediente, cedeu seu lugar para o primeiro vice-presidente Antônio Ximenes encerrar a reunião colocando o projeto de lei em votação, forma encontrada para homenagear o colega pela autoria da indicação da importante propositura. (Da assessoria)

Prefeito Fábio Gentil é ovacionado na abertura dos jogos escolares em Caxias

23.6.22

Sem jogos escolares há mais de dois anos em Caxias, a prefeitura realizou nesta quarta-feira 22, a abertura dos JECS e uma multidão de estudantes e a população compareceram ao ginásio João Castelo.
Em seu discurso o prefeito Fábio Gentil, foi muito aplaudido quando falou da inclusão no esporte e mencionou as inaugurações que estão em pauta para o final deste mês de junho, que contemplam hospitais, centro de atendimento a saúde, escolas dentre outros, enfatizou a parceria do governo do estado que destinou para Caxias agora mais de 40km de asfalto.

A deputada estadual Daniela ao iniciar seu discurso, teve que parar a fala por conta dos aplausos que ensurdeceram a todos no ginásio.

Fábio Gentil mostra que sua popularidade contínua em alta e que Daniela Gentil, já caiu nas graças dos caxienses.

Vereadores, secretários e lideranças políticas marcaram presença na abertura dos jogos escolares caxiense.

Paulo Velten veta porte de arma a atiradores do Maranhão

22.6.22

Imirante

O governador em exercício do Maranhão, desembargador Paulo Velten, vetou o Projeto de Lei 114/22, de autoria do deputado estadual Rildo Amaral (PP), que previa o reconhecimento do risco da atividade e a necessidade do porte de armas de fogo a atiradores desportivos integrante de entidades legalmente constituídas pela Lei Federal 10.826/2003 no estado.

Ao encaminhar o veto à Assembleia Legislativa, Velten destacou que legislar sobre materiais bélicos é competência privativa da União. Ele anexou ao veto decisão anterior do Superior Tribunal Federal (STF) negando o porte de arma a procuradores dos Estados do Ceará e d Rio de Janeiro.

Problema grave

Ao comentar a aprovação da matéria, no início do mês, Rildo Amaral declarou que a proposição visava a resolver um problema considerado grave, que é o de atiradores desportivos não terem meios de defesa, no caso de serem atacados, nos deslocamentos que se fazem necessários em sua atividade.

Atualmente, a categoria de atiradores desportivos recebe apenas o direito à posse da arma, sendo permitido o transporte em veiculo ou ter guardada em sua residência.

Suplente do PT, Vinícius Sabá assume mandato na Câmara Municipal de Caxias; licença de Ricardo Rodrigues é de 120 dias

20.6.22

Vinícius Sabá prestando juramento de posse na Câmara

Primeiro suplente do Partido dos Trabalhadores em Caxias, o jovem Vinícius Sabá assumiu interinamente nesta segunda-feira, 20, o mandato na Câmara de Vereadores do município. A interinidade deu-se por conta do afastamento do titular do mandato, vereador Ricardo Rodrigues, pelo período de 120 dias.

A posse do suplente aconteceu em solenidade realizada na sala da presidência da Câmara Municipal e contou com a presença da maioria dos vereadores.

Após prestar juramento de posse, Vinícius Sabá fez um pronunciamento exaltando a importância do mandato parlamentar e lembrou a militância política da sua família, que sempre manteve uma relação de amizade e respeito com o vereador Catulé. “Minha família acompanha o vereador Catulé há 30 anos, e ao assumir interinamente esse mandato, ainda encontro o vereador nesta Casa, numa demonstração de que estávamos certos na nossa escolha política”, comentou Sabá.

Demonstrando cortesia com o mais novo colega de parlamento, Catulé ressaltou que o ex-presidente Juscelino Kubitschek “conseguiu fazer 50 anos em 5 e o Vinícius pode marcar seu nome nestes 4 meses”, disse Catulé registrando ainda que o atual prefeito de Caxias, Fábio Gentil, “foi vereador pela primeira vez de forma interina, quando assumiu após licença do então vereador Bezerra”, fato ocorrido na legislatura eleita em 1996.

Tendo obtido 584 votos nas eleições de 2020, a interinidade do jovem empresário e bacharel em direito, Vinícius Sabá, é uma forma de garantir uma maior exposição e consequente valorização dos quadros do Partido dos Trabalhadores no município, que volta a ser uma das siglas com importante representação no legislativo caxiense graças a articulação do vereador Ricardo Rodrigues, que tem demonstrado saber mexer as peças certas no difícil tabuleiro da política caxiense.

São João do Sóter comemora 26 anos com inaugurações de obras e entrega de cestas básicas

No domingo (19), o município de São João do Sóter comemorou seus 26 anos de emancipação política. Atendendo ao convite da prefeita Josa Silva (Republicanos), o governador em exercício do Maranhão desembargador Paulo Velten participou das entregas de importantes obras para o município sotense. 

Na ocasião foram entregues a comunidade do povoado Pedras o mais novo Centro de Referência de Assistência Social – CRAS. A reforma e ampliação da Escola Maximiano Ferreira do Nascimento no povoado Piquizeiro.

Na sede do município foram entregues pelo Governo do Estado o posto Avançado do Detran, distribuição de centenas de cestas básicas e 3 mil toneladas de pescados para a população.

Também foram assinadas as ordens de serviço para pavimentação asfáltica de vias públicas no município. 

Estiveram presentes o deputado federal Cleber Verde (Republicanos), o ex-secretario de Turismo do Estado e pré-candidato a deputado estadual Catulé Junior (PSB) e demais lideranças políticas.

(Com informações do blog do Irmão Inaldo e Portal Notícias do Maranhão)

CAXIAS – Circo Elétrico, Boi Brilho da Alegria e Aulão movimentam Feirinha da Gente

A Feirinha da Gente, mais uma vez levou cultura, alegria e diversão aos caxienses, em clima junino. Promovida pela Prefeitura de Caxias, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte, Turismo, Juventude e Patrimônio Histórico. Dentre as atrações que se apresentaram nesse domingo (19), estiveram: Luan do Piseiro, Edizão Pé de Serra, Carimbó do CJ Castelo Branco e Projeto Mãos Amigas, Aulão Junino com o Programa Mulheres em Movimento da Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres, Boi Brilho da Alegria e Banda Art Music.

“É um prazer estarmos aqui participando da Feirinha da Gente mostrando um pouco do Forró Pé de Serra”, destaca Edizão do Pé de Serra.

“Estamos aqui pra mostrar o nosso brilho e a nossa garra. Estamos lutando a cada ano, pela nossa cultura. E, esperamos que a cada dia o nosso batalhão cresça e leve alegria a todos os arraiás”, disse Ynara Valesca, Boi Brilho da Alegria.

A Feirinha teve como atração surpresa o Circo Elétrico. A atração trouxe muitos personagens que interagiram com as crianças.

“Muito obrigado ao Prefeito Fábio Gentil. Estamos percorrendo todo o Maranhão e para nós é muito importante estarmos em Caxias“, disse Vandeilson, vocalista.

O Prefeito de Caxias, Fábio Gentil e a Deputada Estadual, Daniella também estiveram presentes.

“Hoje estamos muito felizes, porque a Prefeitura está reinventando tradições e investindo na cultura”, disse Léo Barata, secretário municipal de Cultura, Esporte, Turismo, Juventude e Patrimônio Histórico.

“Estamos mais uma vez aqui na Feirinha da Gente. É muito bom compartilhar esse momento com o povo caxiense. Faça como eu, venha pra Feirinha conferir as atrações”, disse Daniella, Deputada Estadual.

“Hoje tivemos a apresentação de várias atrações culturais, a Feirinha também é cultura. Hoje, quando você junta Feirinha da Gente e São João, percebemos que o povo está participando e é muito bom para a nossa cidade. Precisamos cada vez mais investir para que a Feirinha da Gente continue valorizando a cultura caxiense ainda mais“, disse Fábio Gentil, Prefeito de Caxias (MA).

A Feirinha também contou com a variedade de café da manhã, produtos da agricultura familiar, artesanato, bazar, drinks, comidas típicas, serviços de saúde, dentre outras opções. Railson, artesão destacou sobre o trabalho artesanal que desenvolve e expõe na Feirinha.

“Esse trabalho é 90% reciclado. Um carro desse leva algumas horas. A primeira peça que eu fiz foi uma moto, eu virei a noite, mas consegui fazer. Estamos aqui todo domingo“, disse Railson, artesão.

A Feirinha da Gente é realizada pela Secretaria Municipal de Cultura, Esporte, Turismo, Juventude e Patrimônio Histórico na Praça Vespasiano Ramos (Praça de São Benedito), no Centro de Caxias, em parceria com as Secretarias Municipais de Agricultura, Pesca, Abastecimento e Agronegócio, de Saúde, de Políticas para as Mulheres, de Assistência e Desenvolvimento Social, de Segurança Pública (Guarda Municipal), de Infraestrutura (Adjunta de Transportes e Urbanismo), Educação, Ciência e Tecnologia (SEMECT), Bombeiros Civis, Sebrae e Associação dos Artesãos de Caxias (MA). (Da assessoria)

Prefeitura de São João do Sóter divulga programação do aniversário da cidade

18.6.22

A Prefeitura de São João do Sóter divulgou a programação dos eventos alusivos ao aniversário de 26 anos de emancipação política do município.

As atividades da programação acontecerão no domingo, dia 19/06 com inaugurações de obras na sede e na zona rural do município. 

Programação:

10h30 - Inauguração da sede do Detran 

11h - Inauguração da Unidade Escolar Municipal Maximiano Ferreira do Nascimento - Povoado Piquizeiro.

11h30 - Inauguração do CRAS - Povoado Pedras 

19h - Abertura oficial do São João de Tradições.

Brandão mantém dianteira sobre Weverton, aponta Escutec

17.6.22

Imirante

Pesquisa Escutec/Grupo Mirante de intenções de votos para o Governo do Maranhão aponta que o governador Carlos Brandão (PSB) mantém a dianteira sobre o seu principal adversário, senador Weverton Rocha (PDT), mesmo um mês praticamente fora do debate eleitoral em virtude de sua internação em São Paulo para uma cirurgia.

De acordo com o levantamento, ambos cresceram acima da margem de erro, de 2,19 pontos percentuais – para mais, ou para menos -, com o candidato do PSB chegando a 27% no cenário estimulado, contra 23% do pedetista.

Para efeito de comparação, na consulta de maio Brandão aparecia com 24%, contra 20% de Weverton, que, por outro lado, interrompeu uma sequência de queda, após trinta dias de intensa pré-campanha pelo Maranhão.

No mesmo cenário, mudança na terceira colocação, agora ocupada por Lahesio Bonfim (PSC), com 15% – tinha 11% em maio. Ele desbancou o Edivaldo Holanda Júnior (PSD), que tinha 12% no mês passado, e agora aparece com 11%.

O ex-prefeito de São Luís foi o único a oscilar negativamente entre os líderes.

O pré-candidato do Solidariedade, Simplício Araújo, oscilou positivamente, saindo de 2% para 3%. Hertz Dias (PSTU) e Enilton Rodrigues (PSOL) estão empatados com 1%.

Outros 8% dos 2 mil entrevistados disseram votar em branco, nulo, ou em nenhum dos candidatos apresentados, e 11% não sabem, ou não responderam.

A pesquisa foi realizada em 70 municípios do Maranhão, entre os dias 11 e 16 de junho, e registrada na Justiça Eleitoral sob o número MA-05721/2022. O nível de confiança é de 95%.

Votos válidos

Se fossem computados apenas os votos válidos – excluídos brancos, nulos e indecisos, Brandão teria, segundo o Escutec, 33%, contra 28% de Weverton, 19% de Lahesio, 13% de Edivaldo Júnior, 4% de Simplício, 2% de Enilton Rodrigues e 1% de Hertz Dias.

Rejeição

No quesito rejeição, a liderança é do senador Weverton Rocha, com 23% dos entrevistados afirmando que não votariam nele. Carlos Brandão foi rejeitado por 17%, seguido por Edivaldo Júnior (8%), Lahesio Bonfim (7%), Simplício Araújo (6%), Enilton Rodrigues (3%) e Hertz Dias (3%).

Segundo turno

 

O Escutec também levantou possíveis cenários de segundo turno entre os líderes, Carlos Brandão e Weverton Rocha, e os demais principais concorrentes.

Na primeira simulação, Brandão venceria Weverton por 36% a 34%. O governador também venceria Edivaldo Holanda Júnior (39% a 23%) e Lahesion Bonfim (38% a 29%).

Weverton também venceria Edivaldo Júnior, por 39% a 20%; e Lahesio Bonfim por 35% a 28%.

Prefeitura de Caxias decreta ponto facultativo nesta quinta-feira (16) em virtude de Corpus Christi

16.6.22

Determinação veio por meio do Decreto Municipal nº 210 publicado nessa terça-feira (14).

A Prefeitura de Caxias decretou ponto facultativo nas repartições públicas municipais nesta quinta-feira (16), em virtude de Corpus Christi. A determinação veio por meio do Decreto Municipal nº 210 publicado nessa terça-feira (14).

O decreto porém, não se aplica aos órgãos e entidades da Administração Pública Municipal Direta e Indireta que prestam serviços considerados essenciais que não podem sofrer solução de descontinuidade. Caberá aos titulares e dirigentes destes órgãos, adotarem providências cabíveis para a integral preservação e funcionamento dos serviços considerados essenciais, de forma a manter o expediente normal. (Da assessoria)

Morre aos 91 anos a professora aposentada Teresinha Carvalho

15.6.22

Faleceu, aos 91 anos, na tarde desta quarta-feira (15), a professora aposentada Teresinha de Jesus Pereira de Carvalho, após luta contra problemas de saúde. 

O sepultamento será realizado amanhã no Cemitério São Benedito, situado nas imediações da Praça da Chapada. 

Professora Teresinha lecionou durante vários anos no Colégio Caxiense e atuou como diretora da U.E. Eugênio Barros. 

Ela era esposa do seu Chagas (in memoriam), e mãe dos filhos Naldson Carvalho, Wybson Carvalho, Robson Carvalho, Girlane Maria e Cirlane Maria, além de avó de netos e bisnetos. 

Aos familiares e amigos os nossos sinceros sentimentos.

(Blog do Irmão Inaldo)

São João do Sóter: pavimentação de ruas avança na cidade

Visando melhorar as condições de trafegabilidade nos bairros da cidade, a Prefeitura de São João do Sóter, começou a realizar a pavimentação de várias vias públicas com bloquetes de concreto. Os trabalhos fazem parte de uma parceria da Prefeitura com o Governo do Estado.

“Seguiremos trabalhando com o suporte da nossa base de governo, buscando o melhor para os bairros e para nosso povo. Diariamente atendemos uma demanda grande de melhorias para todo o município”, relatou a vice-prefeita Lacerda.

“Gerar desenvolvimento para nosso município é um compromisso assumido da nossa gestão. Estamos realizamos esta importante obra junto com o Governo do Estado nos mais diversos barros da cidade, promovendo mais acessibilidade, conforto e segurança para nossos moradores. São obras importantes para nosso município que com certeza vai melhorar a qualidade de vida da população”, destacou a prefeita Josa. (Ascom/PMSJS)

Tem início nebulização contra o mosquito Aedes Aegypti em Caxias

14.6.22

Ação vai acontecer durante 15 dias nos bairros, nos horários da manhã, das 4h às 7h e na tarde, das 16h às 19h.

Em parceria com o Governo do Maranhão, a Prefeitura de Caxias iniciou no sábado (11), a campanha de nebulização contra o mosquito Aedes Aegypti, transmissor de arboviroses como Dengue, Chikungunya e Zika Vírus.

A nebulização consiste na aplicação de um inseticida para matar o mosquito em fase adulta, que possa estar infectado. A ação vai acontecer durante 15 dias nos bairros, nos horários da manhã, das 4h às 7h e na tarde, das 16h às 19h.

Para o desenvolvimento da campanha de nebulização, o Governo do Estado enviou à Regional de Saúde de Caxias três veículos com equipes de combate às arboviroses. 

“A Regional de Saúde de Caxias, que representa o Estado, e a Secretaria Municipal de Saúde, que representa Caxias, estão juntas para que possam diminuir a ascendência do vetor Aedes aegypti, que está causando danos a população caxiense”, frisou Natanael Pereira, coordenador da Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ).

A UVZ, uma das responsáveis por executar a campanha, recomenda que a população mantenha portas e janelas abertas durante a ação, para que o inseticida adentre as residências.

Luís Medeiros, assessor especial da UVZ de Caxias, explicou como a campanha será desenvolvida pelas equipes: “A parte técnica vai ser desenvolvida por meio de três viaturas que possuem máquinas acopladas, além de duas máquinas costais. O inseticida que iremos utilizar é o Cielo ULV, que é novo e não possui cheiro desagradável. A velocidade mínima do carro durante a passagem pelos bairros é de 15km e máxima de 18km, que é bastante compatível com a distribuição do inseticida, para eficácia no trabalho”.

(Da assessoria)

A Casa, o Bem de Família

12.6.22

Por José Sarney

Ao longo da História da Humanidade a casa — o espaço pessoal de uma família, fosse de pedra ou de couro, fixo ou móvel — sempre teve um caráter de refúgio, desde para o visitante, acolhido com o que se tinha de melhor, até à garantia de sua inviolabilidade. A Constituição acolheu esse princípio, estabelecendo que “a casa é asilo inviolável do indivíduo, ninguém nela podendo penetrar sem consentimento do morador”.

O que me levou a fazer política foi a ideia de que a sociedade só se sustenta — o Estado só é viável — se houver justiça social. Para isso eu sabia que tinha que conhecer a vida das pessoas mais humildes; e, graças a Deus, nunca me afastei delas. Testemunhei pessoalmente os seus problemas, desde a falta de trabalho para ter o pão de cada dia, até o problema de como sobreviver sem ele, o pão nosso — e é como um golpe no peito que ouço que 33 milhões de brasileiros estão passando fome.

Vi assim como era importante para os que tinham uma casa, muitas vezes minúscula, a segurança de ali poderem viver, se refugiar, se reunir, ser feliz ou sofrer junto aos seus. E a tragédia que era quando a perdiam, muitas vezes postos fora por dívidas reais ou presumidas.

Então, quando Presidente da República, instituí a regra da impenhorabilidade da casa própria, da residência da família. Acrescentei ainda como impenhoráveis salários, bens de trabalho e as pequenas propriedades autossustentáveis — uma lembrança dos Homestead Acts, que Lincoln e outros líderes americanos fizeram a partir de 1841, que subsistem hoje como um modo de vida em cumplicidade com a natureza.

Perdi a conta do número de vezes que alguém me agradeceu por ter evitado assim que perdesse seu bem de família. Tendo me mantido na política ainda por muitos anos, tive ocasião de defender o princípio com as armas da ação parlamentar, levantando a voz para evitar qualquer tentativa de regredirmos ao capitalismo selvagem.

Foi com enorme surpresa, por isso, que vi a notícia de que a Câmara dos Deputados aprovou, silenciosamente e de maneira inacreditável, projeto de lei — o PL 4188/21 — criando um “marco legal de garantia de empréstimos”, isto é, protegendo os que têm dinheiro para emprestar em detrimento dos que precisam do dinheiro para viver. Faltou aos deputados a sensibilidade de imaginar as repercussões para os mais pobres, sobretudo num momento tão difícil para nosso País.

Para tomar a casa das pessoas, o governo propôs que sejam criadas umas tais de “IGGs”, instituições gestoras de garantias, aumentando o difícil caminho para se chegar aos empréstimos sob o pretexto de dar maior segurança aos credores. A notícia da Agência Câmara descreve singelamente uma coisa tão feia: “Quanto ao único imóvel da família, o texto aprovado muda a lei sobre a impenhorabilidade de imóvel (Lei 8.009/90) para permitir essa penhora em qualquer situação na qual o imóvel foi dado como garantia real, independentemente da obrigação garantida ou da destinação dos recursos obtidos, mesmo quando a dívida for de terceiro (um pai garantindo uma dívida do filho com o único imóvel que possui).”

Debatendo uma dessas tentativas de acabar com a impenhorabilidade da casa própria, há alguns anos, lembrei o Sermão dos Peixes, feito pelo Padre Vieira. Ele diz aos peixes que eles têm um grande defeito, que é os peixes grandes comerem os pequenos. Se os pequenos comessem os grandes, bastava um grande para alimentar muitos pequenos. Mas, como o grande come os pequenos, milhares e milhares de pequenos são devorados pelos grandes.

Assim seria com essa lei, se fosse aprovada: com ela se beneficiariam os que penhoram casas, aqueles peixes grandes que comem os peixes pequenos. Tendo sido senador por 40 anos, apelo ao Senado que examine a gravidade do assunto, com confiança de que jamais deixará passar esse projeto, tão prejudicial ao nosso povo.

Aldeias Altas: agricultores participantes do Programa Alimenta Brasil em parceria com o município fazem entrega de produtos

10.6.22

Na última quarta-feira (08), agricultores familiares do município de Aldeias Altas, participaram da primeira entrega dos Produtos do Programa Alimenta Brasil - PAB, do Governo do Estado do Maranhão, uma parceria certa com a Prefeitura Municipal de Aldeias Altas.

O PAB tem como objetivo promover o acesso à alimentação e incentivar a agricultura familiar. Para o alcance desses objetivos, o programa compra alimentos produzidos pela agricultura familiar, com dispensa de licitação, e os destina a pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional e que estão no acompanhamento através de uma rede socioassistencial.

A Gestão Trabalhando para Todos, proporciona assim, renda aos pequenos agricultores locais ao mesmo tempo em que fornece alimentos e suprimentos às famílias que necessitam.

As entregas dos produtos que vem direto da roça dos agricultores familiares, são direcionados à Secretaria de Agricultura Familiar e Abastecimento, que tem a Coordenadora do Programa PAB da portaria 96 - Beatriz, e com assistência técnica da Equipe Técnica AGERP Airton Cruz e Iranilde Alves, realizam as pesagens dos produtos em Kg e os valores são calculados na base dos preços do programa, já tabelados.  Em seguida todos os produtos, serão doados para as instituições cadastradas, CRAS e APAE.

No mês de junho, estão previstas três entregas, sendo nos dias 08, 15 e 28 de junho de 2022. (Ascom/PMAA)

Dr. Lahesio Bonfim e Dr. Gutemberg dialogam com a classe empresarial na Fiema

9.6.22

Durante a reunião, Dr. Gutemberg agradeceu ao presidente da Fiema, Edilson Baldez, que convidou a classe empresarial do Sistema Fiema e Sistema S (Sesc, Sesi, Sebrae, Senac) para a reunião 

O vice-presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Dr. Gutemberg Araújo, levou o pré-candidato ao Governo do Estado, Lahesio Bonfim (PSC), para uma reunião com a classe empresarial na Casa do Trabalhador, Sistema Fiema. O encontro aconteceu nesta quarta-feira (8).

Durante a reunião, Dr. Gutemberg agradeceu ao presidente da Fiema, Edilson Baldez, que convidou a classe empresarial do Sistema Fiema e Sistema S (Sesc, Sesi, Sebrae, Senac) para a reunião.

O parlamentar explicou que o motivo do encontro foi para que o pré-candidato Lahesio Bonfim escutasse as necessidades do setor, que é um dos grandes responsáveis por impulsionar a economia maranhese.

“Muito feliz por esse momento. Agradeço ao presidente Edilson Baldez e a todos os presentes. Não existe um Estado forte sem a participação do empresariado. A nossa intenção é trazer a classe empresarial para que participe da construção de um Maranhão mais forte e de oportunidades”, analisa Dr. Gutemberg.

O vice-presidente da Fiema, Cláudio Azevedo, analisou a reunião como muito positiva. E ressaltou que na oportunidade foram colocados em pauta os entraves que dificultam a vida do empresário no Estado.

“É com muita satisfação que escutamos do Lahesio que ele está disposto a dialogar com a classe empresarial e facilitar a vida do empresário para que se possa gerar mais empregos e assim crescer com o Estado. Lahesio demonstrou ser uma pessoa simples e comprometida, que vai atender os anseios dos maranhenses assim como ele fez no município de São Pedro dos Crentes, no qual foi Prefeito”, disse Claúdio Azevedo.

O pré-candidato, Lahesio Bonfim, ouviu as demandas da classe e respondeu a todos. Para ele, o momento foi uma ótima oportunidade para compartilhar experiências e debater alternativas para o crescimento do Estado.

“Fiquei muito feliz em ser recebido pela diretoria da Fiema, gestores e empresários. Quero agradecer ao presidente Edilson Baldez por esse encontro. Foi uma tarde de muito aprendizado. Escutei nossos empresários e passei um pouco da essência do Lahesio Bonfim, que também tem uma essência empreendedora. Quem faz o PIB do Estado, merece toda a nossa atenção. Nós temos diversos projetos para a área da indústria. E o mais importante deles é um projeto de geração de emprego e renda. O nosso Estado é muito rico para viver na pobreza. Acredito muito que se construirmos políticas públicas comprometidas e voltadas para o emprego, nós vamos transformar o Maranhão. A classe empresarial pode contar com o Lahesio Bonfim.”, disse. (Blog do Daniel Matos)

EXCLUSIVO: investigações sobre pichações em Caxias avançam e já se tem endereço e nomes dos autores da ação criminosa; meliantes moram em São Luís

Caminha com celeridade as investigações sobre a motivação e os autores das criminosas pichações realizadas em Caxias no último final de semana.

Após postagem do blog sobre o assunto (reveja aqui) e a divulgação das imagens da ação nas redes sociais, as informações começaram a chegar e confirmaram o que já estava sendo investigado.

Pelo que já foi apurado, um dos autores da empreitada delituosa possui laços de parentesco em Caxias e utilizou dessa relação familiar para se hospedar na cidade durante 2 dias, isso sem consentimento e nem conhecimento dos familiares sobre o que vieram fazer na região.

Pelas imagens obtidas próximo a residência onde ficaram hospedados, os mesmos só saiam da casa já tarde da noite e voltavam na madrugada, horário em que eram feitas as pichações em prédios públicos, particulares e templos religiosos.

As forças de segurança já tem o nome e endereço de 2 dos autores, que residem em São Luís. A partir dessa informação, as investigações passam para a capital, onde as forças de segurança irão focar em dois endereços naquela cidade.

Os criminosos podem ter sido também os responsáveis por terem danificado o sistema de videomonitoramento da cidade, uma vez que cabos de fibra ótica da rede foram cortados e várias câmeras não funcionaram no período do ocorrido.

O titular do blog não irá divulgar o nome e nem as imagens dos autores obtidas nas redes sociais, haja vista que isso pode atrapalhar o desfecho da investigação, que já está próxima de ser elucidada.

Devido a forte repercussão que o assunto teve em Caxias, e com a indignação da sociedade com a falta de respeito dos criminosos, que não pouparam nem os templos religiosos dos ataques, várias entidades políticas, civis e religiosas cobram das autoridades a elucidação do crime.

O prefeito de Caxias, Fábio Gentil, que foi o principal alvo da ação, emitiu uma nota de repúdio sobre o caso, assim como o poder legislativo, onde o vereador Professor Chiquinho também cobrou da autoridade policial os devidos esclarecimentos.

Paulo Marinho Júnior se manifesta e não condena as pichações: ... “as pichações são alertando da falta de saúde, da cidade cansada do descaso...”

Depois da manifestação do ex-prefeito de Caxias Paulo Marinho, o primeiro político oposicionista a se manifestar, insinuando que teria sido o próprio prefeito Fábio Gentil o autor das pichações, o ex-vice-prefeito Paulo Marinho Júnior também tocou no assunto, sendo o segundo oposicionista a fazê-lo.

Marinho Júnior não acusou o prefeito de ter feito as pichações, mas limitou-se apenas a questionar quem mandou e quem executou e até defendeu a motivação das mensagens. “A motivação parece clara, já que as pichações são alertando da falta de saúde, da cidade cansada do descaso com a cidade”, comentou ele na tribuna da Câmara dos deputados e afirmando que irá fazer uma vistoria “in loco” do que foi descrito nas pichações. “E quando a gente vai apurar, quando a gente vai escutar, e eu vou fazer essa vistoria in loco nos próximos dias, são denúncias, são imagens por exemplo, de crianças sendo medicadas no chão no Hospital Geral, no hospital municipal da cidade, no hospital infantil. É a falta de medicamentos, de soro, de equipamentos de saúde no Hospital Geral. É a UPA totalmente jogada...” (Confira pronunciamento de PMJ no final da matéria)

Política suja do passado tenta voltar em Caxias

O jogo sujo da política de pichações está de volta na princesa do sertão e os antigos panfletos apócrifos agora se disseminam com perfis falsos nas redes sociais, com ênfase no aplicativo Instagram, que já conta com mais de 20 perfis sem identidade do autor a abordar de forma criminosa a política caxiense.

Apesar da indignação e revolta provocada por essas pichações, os caxienses puderam sentir um pouco de como era o período de baixaria, perseguição, atraso e greve por falta de pagamento de salários de professores que políticos decadentes proporcionaram na cidade.

Caxias não terá de volta esse passado sombrio, sendo o voto dos caxienses a principal arma contra político que recorre ao jogo sujo para atingir seus objetivos. 

                                   

Opositores de Fábio Gentil agem criminosamente e fazem pichações em igreja e prédios públicos; câmeras registraram a ação e autores podem ser identificados a qualquer momento

7.6.22

Imagens podem levar aos autores do ato criminoso

Não poderia ser mais negativa a ação perpetrada pelos meliantes que fizeram pichações em prédios públicos e particulares na madrugada desta segunda-feira em Caxias. O objetivo dos autores foi claro em tentar atingir a reputação do prefeito Fábio Gentil.  

Com mensagens negativas e palavras chulas, as pichações denotam o desespero do mandante e o amadorismo dos autores, pois a tentativa de não serem identificados mostrou-se infrutífera, haja vista que as imagens podem levar a identificação da turma.

Algumas imagens vazadas mostram trechos da ação dos meliantes durante o ato nas paredes da Academia Caxiense de Letras, onde é possível identificar a marca do veículo utilizado por eles bem como mostrar que eram 3 os envolvidos.

Imagens obtidas por câmeras em outros pontos da cidade estarão de posse das autoridades de segurança nas próximas horas. Essas imagens podem identificar com mais precisão os dados do veículo e levar a identidade dos ocupantes.

A ideia de jerico do mandante da ação remonta as décadas de 80 e 90 do século passado, quando ações desse tipo eram comuns no jogo sujo da política de então.

Quando o assunto veio a tona logo nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira, os comentários na cidade eram de indignação, haja vista que até as paredes da Igreja da Matriz foram pichadas na tentativa de atingir o prefeito.

A mesma indignação das ruas também foi registrada nas redes sociais, quando a grande maioria ficou solidária ao gestor.

Tão logo a rede de solidariedade ao prefeito foi invadindo os comentários nas redes sociais, o primeiro e único opositor de Fábio Gentil a se manifestar foi o ex-prefeito Paulo Marinho, mas não se solidarizando com ele. Em mensagem cifrada e repleta de palavras chulas, PM parece insinuar que teria sido FG o autor das pichações.

Existem muitos opositores de Gentil que praticamente moram nas redes sociais e dedicam as 24 horas do dia para tentar desqualificar suas ações. Essa mesma turma fazia esse ‘serviço’ nas últimas eleições e viram o fruto do seu trabalho quando Fábio foi reeleito com 78% dos votos.

O desespero registrado nas criminosas pichações indicam que a oposição em Caxias é feita por celerados que não aprenderam nada e novatos que não sabem fazer política.

A verdade virá a tona e os envolvidos serão responsabilizados.

Caxias não merece retroagir aos tempos da baixaria na política!