A origem do ovo de páscoa

19.4.14
A história do surgimento dos Ovos de Chocolate

Na Páscoa, a celebração da morte e ressurreição de Cristo serve como um momento especial para que os cristãos reflitam sobre o significado da vida e do sacrifício daquele que fundou uma das maiores religiões do mundo. Contudo, muitos não conseguem visualizar qual a relação existente entre essa celebração de caráter religioso com o hábito de se presentear as pessoas com ovos de chocolate.

Para responder a essa pergunta, precisamos voltar no tempo em que o próprio cristianismo estava longe de se tornar uma religião. Em várias antigas culturas espalhadas no Mediterrâneo, no Leste Europeu e no Oriente, observamos que o uso do ovo como presente era algo bastante comum. Em geral, esse tipo de manifestação acontecia quando os fenômenos naturais anunciavam a chegada da primavera.

Não por acaso, vários desses ovos eram pintados com algumas gravuras que tentavam representar algum tipo de planta ou elemento natural. Em outras situações, o enfeite desse ovo festivo era feito através do cozimento deste junto a alguma erva ou raiz impregnada de algum corante natural. Atravessando a Antiguidade, este costume ainda se manteve vivo entre as populações pagãs que habitavam a Europa durante a Idade Média.

Nesse período, muitos desses povos realizavam rituais de adoração para Ostera, a deusa da Primavera. Em suas representações mais comuns, observamos esta deusa pagã representada na figura de uma mulher que observava um coelho saltitante enquanto segurava um ovo nas mãos. Nesta imagem há a conjunção de três símbolos (a mulher, o ovo e o coelho) que reforçavam o ideal de fertilidade comemorado entre os pagãos.

A entrada destes símbolos para o conjunto de festividades cristãs aconteceu com a organização do Concilio de Niceia, em 325 d.C.. Neste período, os clérigos tinham a expressa preocupação de ampliar o seu número de fiéis por meio da adaptação de algumas antigas tradições e símbolos religiosos a outros eventos relacionados ao ideário cristão. A partir de então, observaríamos a pintura de vários ovos com imagens de Jesus Cristo e sua mãe, Maria.

No auge do período medieval, nobres e reis de condição mais abastada costumavam comemorar a Páscoa presenteando os seus com o uso de ovos feitos de ouro e cravejados de pedras preciosas. Até que chegássemos ao famoso (e bem mais acessível!) ovo de chocolate, foi necessário o desenvolvimento da culinária e, antes disso, a descoberta do continente americano.

Ao entrarem em contato com os maias e astecas, os espanhóis foram responsáveis pela divulgação desse alimento sagrado no Velho Mundo. Somente duzentos anos mais tarde, os culinaristas franceses tiveram a ideia de fabricar os primeiros ovos de chocolate da História. Depois disso, a energia desse calórico extrato retirado da semente do cacau também reforçou o ideal de renovação sistematicamente difundido nessa época.

No auge do período medieval, nobres e reis de condição mais abastada costumavam comemorar a Páscoa presenteando os seus com o uso de ovos feitos de ouro e cravejados de pedras preciosas. Até que chegássemos ao famoso (e bem mais acessível!) ovo de chocolate, foi necessário o desenvolvimento da culinária e, antes disso, a descoberta do continente americano.

Por Rainer Sousa
Graduado em História
Equipe Brasil Escola

Morre aos 70 anos o narrador Luciano do Valle

Ainda não se sabe as causas da morte de um dos principais locutores da história do esporte brasileiro

O narrador Luciano do Valle, 70 anos, morreu neste sábado. Ele passou mal durante uma viagem de avião para Uberlândia, onde narraria Atlético-MG e Corinthians pela primeira rodada do Brasileirão. Luciano, que viajava de São Paulo, foi socorrido no aeroporto da cidade mineira pelo Corpo de Bombeiros. Ainda não se sabe as causas de sua morte.

Luciano marcou época na televisão brasileira desde a década de 70 e era o principal narrador da Band, onde teve duas passagens, de 1983 a 2003 e depois de 2006 até os dias de hoje. Transformou a emissora em Canal do Esporte. Além de se especializar na narração do futebol, foi um dos principais divulgadores dos esportes olímpicos. Narrou boxe, onde lançou Maguila. Também foi ícone da geração de prata do vôlei masculino na década de 80. Sua importância foi tão grande que ganhou o apelido de Luciano do Vôlei. No basquete, deu apelido de Magic Paula e Rainha Hortência, quando o time feminino conquistou o Mundial no início dos anos 90.

Apresentou ao Brasil a Fórmula Indy e também foi técnico e criador da Seleção Brasileira Masters de Futebol, que contava com ídolos e amigos como Rivelino, Edu e Dario.

Luciano se preparava para narrar a Copa do Mundo no Brasil e acreditava em mais um título da seleção brasileira. Otimista por natureza, também confiava na organização para o Mundial e acreditava em uma evolução do país depois de receber o maior evento do futebol.

Também não pensava em aposentadoria. Em 2012, chegou a se afastar das suas funções devido a um problema de saúde, mas se dizia entusiasmado com os próximos eventos esportivos do Brasil.

A carreira

Luciano começou a carreira em 1963, com apenas 16 anos, como locutor da Rádio Brasil, de Campinas. Mudou-se para São Paulo quatro anos depois para trabalhar na Rádio Gazeta.

Ganhou destaque nacional em 1971, quando passou a narrar na Globo onde ficou por 11 anos. Além do futebol, narrou as conquistar de Emerson Fittipaldi na Indy, cobriu os Jogos Olímpicos de Munique, em 1972. Dois anos mais tarde, com a saída de Geraldo José, tornou-se o principal locutor da Globo.

Deixou a emissora em 1982, teve passagem rápida pela Record e em 1983 começou sua trajetória na Band. Foi responsável pela criação do “Show do Esporte”.

SÃO JOÃO DO SÓTER – Prefeitura faz distribuição de 10 toneladas de peixes

Sotense exibe o peixe recebido
Nesta quarta-feira (16), a Prefeitura de São João do Sóter fez a distribuição de 10 toneladas de peixes à população sotense.

Seguindo a tradição, o governo da esperança promove a distribuição tanto na zona urbana como na zona rural, com o objetivo de contribuir para ceia da Semana Santa da população, sobretudo para aqueles que mais precisam.

A equipe de governo, liderada pela prefeita Luiza Rocha, a vice-prefeita, Josa Bezerra, e o líder político Clodomir Rocha, se reuniu para iniciar a distribuição que começou logo pela manha nos povoados com várias equipes em caminhões fazendo o transporte e entregando de casa em casa.

Moradores receberam o alimento em casa
"Essa é a nossa mensagem de páscoa aos nossos irmãos sotenses" disse a prefeita Luiza Rocha satisfeita com o sucesso da distribuição dos peixes.

Seguindo a tradição, o governo da esperança promove a distribuição tanto na zona urbana como na zona rural, com o objetivo de contribuir para ceia da Semana Santa da população, sobretudo para aqueles que mais precisam.

Uma super bolada no Sabiá Dá Sorte deste domingo! Você pode ganhar R$ 20 mil no terceiro prêmio

Agora são R$ 25 mil reais divididos em várias premiações no Sabiá Dá Sorte deste domingo, 20, na sua 72a extração.

Confira a premiação completa:

1 o PRÊMIO: Uma poupança de R$ 1.000

2 o PRÊMIO: Uma poupança de R$ 2.000

3 o PRÊMIO: 01 poupança de R$ 20.000

No 3 o prêmio, aproximou ganhou! Quem ficar armado participa do rateio de R$ 1.000 (mil reais).

E ainda 10 rodadas da sorte de 200 reais de premiação. E tudo isso por apenas R$ 7,00.

Todo o dinheiro arrecadado com a venda das cartelas, será em benefício do projeto da escolinha de base do Sabiá Futebol Clube e a construção da Fazenda da Esperança Nossa Senhora das Graças.

O sorteio é transmitido ao vivo, todos os domingos, a partir das 10h, pela TV Difusora Caxias e Rádio Tropical FM, além da rádio FM Nova Cidade do município de São João do Sóter.

Todo o dinheiro arrecadado com a venda das cartelas, será em benefício do projeto da escolinha de base do Sabiá Futebol Clube e a construção da Fazenda da Esperança Nossa Senhora das Graças.

Governo Léo Coutinho e a sua incrível incapacidade de resolver os problemas da cidade

Léo Coutinho: péssima administração
Eleito pela força do tio, ex-prefeito Humberto Coutinho, o atual chefe do Executivo caxiense já está no poder há quase 16 meses e faz uma gestão sofrível, onde sua popularidade, toda ela herdada do seu padrinho político, beira o chão.

Jovem, nascido em berço de ouro, preparado intelectualmente e com uma promissora e brilhante carreira, onde passou em vários concursos públicos, Léo Coutinho nem de longe correspondeu as expectativas depositadas nele pelos caxienses, pela família, e muito menos pelo tio, pois sua falta de traquejo e sensibilidade política tem provocado uma grave e acentuada perda do capital político de Humberto Coutinho.

População começa a fazer brincadeira 
com os problemas da cidade
É comum ouvir de correligionários mais próximos ao prefeito que o mesmo é “um homem difícil de se fazer negócio”. Essa ladainha, ouvida sempre por este blogueiro, mostra um Léo Coutinho incapaz de cumprir acordos celebrados dias antes.

Afora essas características negativas na parte política, é na seara administrativa que o jovem prefeito mostra-se mais ‘perdido que cego em tiroteio’.

Recentemente o Ministério Público, através da 4a Promotoria de Justiça da Comarca de Caxias, firmou com o município 3 Termos de Ajustamento de Conduta – TACs para serem cumpridos na área da saúde, o setor mais calamitoso da administração Léo Coutinho.

Humor com coisa séria pode acentuar 
ainda mais o desgaste de Léo Coutinho
Um Termo de Ajustamento de Conduta feito pelo MP em determinado unidade administrativa, nada mais é, numa linguagem clara e de fácil entendimento à população, do que um puxão de orelha no gestor que não está fazendo seu trabalho a contento. E nesse quesito, de puxar a orelha do prefeito de Caxias, os promotores de justiça de Caxias tem muito trabalho daqui por diante.

No mês passado, quando visitava um PS no bairro Seriema, próximo a APAE, o prefeito teria ouvido poucas e boas de uma agente de saúde que estava no local e lhe cobrou providências para com o descaso daquela unidade de saúde.

Vala da Clodomir Cardoso tira o sono dos moradores
Cansados de esperarem uma solução para um problema existente há anos no bairro Cangalheiro, moradores da Rua Clodomir Cardoso, que convivem com uma vala que proporciona fedentina e consequente proliferação de mosquitos e doenças, fizeram no início da semana uma manifestação criativa e que chamou a atenção da cidade. Compraram peixes e simularam uma pescaria no esgoto e na vala do Cangalheiro.

Devidamente munidos de varas de pesca, coletes salva-vidas, isca e muita indignação, os moradores próximo a vala convidaram equipes de emissoras locais para registrarem o protesto. Foi só ir ao ar a revolta dos moradores para que as máquinas da Prefeitura chegassem logo em seguida para tentar dar uma satisfação aos furiosos vizinhos da fedentina existente há mais de uma década no bairro.

MP cobra providências da Prefeitura na área da saúde
Com as máquinas da Prefeitura trabalhando, eis que o prefeito Léo Coutinho, auxiliado pela TV Difusora Caxias, chega ao local e bateu boca com o morador Odair José, que divide a parede da sua casa com a famosa e incômoda vala.

Léo Coutinho e Odair José quase foram às vias de fato quando o prefeito mostrou-se irritado com as cobranças do revoltado morador, que já teve que tirar sua filha recém-nascida da sua própria casa por conta do mal cheiro.

A irritação do prefeito, com a cobrança legítima de um pai de família, mostrou que sua paciência diante dos problemas da cidade que administra tende a piorar daqui por diante e muitos outros casos da pescaria da revolta ainda poderão tirar-lhe o sono.

Agora imagina quando a sucessão municipal estiver próxima...

Humanos

18.4.14
                                                                            Por Edson Vidigal, advogado e ex-ministro do STJ

E tudo se passou tão rápido. No domingo, a chegada triunfal. E chegou marcando a diferença. Os poderosos preferem cavalos de força, bonitos, de raça rara. Ele, não. Preferiu entrar na cidade montado num jumento.
 
E por onde passou adentrando a cidade o Povo o aclamou acenando com ramos de folhas de arvores. Foi a glória! Vivas ao Rei.

Havia uma leitura politica.

A dominação romana sobre a antiga Judeia chegara a escalas insuportáveis. O Povo tinha que se submeter ao direito estatal romano e às leis que os chefes religiosos interpretavam sempre de forma antiquada sem considerações com as realidades

Os chefes locais colaboravam com o opressor. Na recíproca, recebiam cobertura. No fundo, eram aliados. Os interesses pela manutenção do status quo coincidiam.

Aquele homem na casa dos 30 anos, de ar sereno, olhar firme, em nada pedante, sempre humilde, - que embora sendo o Filho de Deus não agia como se fosse o Pai - aquele homem que chegara domingo montado num jumento causando um desassossego entre as elites donas do templo e aclamado pelo Povo como o seu novo Rei era um subversivo. Tinha que ser eliminado.

Para os zelotas do partido nacionalista, não.

O jovem contestador era de fato, em pessoa, a verdade e a luz que chegava para apagar as trevas daquela dominação e assegurar um novo tempo com paz, independência e prosperidade.

Os nacionalistas não tinham duvida. Aquele homem humilde, único sobrevivente do morticínio patrocinado por Herodes há pouco mais de três décadas contra todos os recém - nascidos porque entre eles poderia estar o Messias anunciado ao mundo pelos Profetas encarnava o libertador.

Como sempre, os donos do templo com medo de perderem o poder urdiram a intriga.

Levado a julgamento, o Procurador regional Pôncio Pilatos concluiu que nenhuma lei romana fora violada. Na intenção de poupa-lo ainda tentou anistia-lo num plebiscito de voto aberto à base do grito. Não deu certo. Entre Cristo e Barrabás, o povão atiçado pelas elites incomodadas preferiu Barrabás.

E assim devolvido à jurisdição local, o homem que no domingo fora aclamado pelo Povo como o novo Rei de Israel foi torturado e morto na sexta feira.

Foi apóstolo da paz, do amor e da concórdia. "Amai-vos uns aos outros... Quando vos insultarem e vos perseguirem pela causa da justiça, lançando contra vós todo tipo de calunia, alegrai-vos e exultai porque assim também perseguiram os profetas que existiram antes de vós... Vós sois o sal da terra, mas se esse sal se desvirtuar com que então se salgará? Vós sois a luz do mundo... Concilia-te sem demora com o teu adversário enquanto estás em caminho com ele; para não suceda que esse adversário te entregue ao Juiz e o Juiz te entregue ao Ministro e te encerrem na prisão... Ora, isso já naquele tempo.

Conciliação não é submissão. Conciliação é compreensão. Conciliação é anistia ampla e recíproca. Conciliação é optar pela paz e começar tudo de novo sempre ao lado da verdade.

Vereador Neto do Sindicato realiza distribuição de peixes em Comunidades da zona rural

Vereador Neto do Sindicato (PT)
Nesta quinta-feira, 17, o vereador José Wilson da Silva, o Neto do Sindicato, percorreu várias comunidades da zona rural do município de Caxias fazendo distribuição de peixes para centenas de famílias.

Foram mais de 2 mil quilos de peixes distribuídos nas comunidades São Miguel, Caxirimbú e outras.

A iniciativa de Neto do Sindicato deu-se por conta da tradição da data, onde as famílias, por conta do feriado religioso, consomem peixe na sexta-feira santa.

“Concentrei a distribuição de peixes na zona rural, haja vista a dificuldade das pessoas adquirirem peixe nessas áreas, pois muitos terminam pagando um preço bastante alto para manter a tradição, haja vista a necessidade de se deslocarem até a cidade para comprarem o alimento que é muito difícil na zona rural”, justifica Neto do Sindicato.

Bandidos tentam explodir Caixa Eletrônico do Centro de Cultura

17.4.14
A tentativa de arrombamento do caixa eletrônico do Banco do Brasil, no centro de Cultura, em Caxias (MA), ocorreu na madrugada desta quinta-feira (17). Os assaltantes não obtiveram êxito, mas, na fuga acabaram abandonando ferramentas que seriam utilizadas no assalto.

De acordo com as informações repassadas pela polícia, os assaltantes teriam rendido o vigilante e o aprisionado numa sala do Centro de Cultura. A vítima tentou fugir e acabou caindo sobre o forro do Centro Tecnológico- CETECMA, que funciona no mesmo prédio.

O teto não suportou o peso do vigilante e veio ao chão. Com a queda, outros dois vigias do CETECMA, identificados por Nonato e Moisés, foram verificar o que havia ocorrido. A presença deles foi o suficiente para afugentar os bandidos que acabaram escapando.

O vigilante que havia ficado refém dos assaltantes foi encaminhado para o HGM em estado de saúde que inspira cuidados e a polícia vai aguardar para ouvi-lo.

A polícia foi acionada e encontrou ao lado do caixa eletrônico do BB os maçaricos ainda ligados e marcas de tentativa de arrombamento no guichê de auto-atendimento.

"Nós não sabemos ainda o que fez os assaltantes desistirem de prosseguir na ação. Acredito eu que a queda do vigilante que eles renderam que caiu do forro onde ele estava, também a gente não tem ainda como precisar como ele subiu lá ou como ele foi colocado lá. Segundo o vigia foi um barulho muito grande e assustador e com medo do colega ter morrido chamou o SAMU e não se sabe se a sirene da ambulância afugentou os bandidos. O fato é que as portas estavam todas fechadas, os portões sem sinais de arrombamento externo e nós vamos dar sequencias ás investigações", frisou a delegada Mariely Vilhena. (Fonte: Mano Santos/Portal Noca)

Prefeito Luciano Leitoa entrega à polícia nomes da quadrilha criada para atacar sua família na internet

Prefeito Luciano Leitoa acompanhado de
advogados na sede do 1º DP de Timon
O prefeito de Timon, Luciano Leitoa (PSB), entregou na manhã desta quarta-feira (16), ao delegado do 1º Distrito Policial da cidade, Humaitan Oliveira, documentos que mostram a existência de uma suposta quadrilha de "fakes" (perfis falsos da internet) criada com o único objetivo de espalhar mentiras a seu respeito e tentar destruir a sua reputação e a de sua família perante a população.  Pelos documentos, estão envolvidos na prática de crimes, 15 políticos, blogueiros e até radialistas.  Diante disso, os acusados vão responder criminalmente no âmbito da polícia e da justiça.

No momento em que esteve na sede da Delegacia do 1º DP, Luciano Leitoa fez questão de apresentar seus advogados Lucas Villa e Efrém Cordão, que irão acompanhar passo a passo o desenrolar do Inquérito Policial a ser instaurado pelo delegado Humaitan Oliveira para apurar as responsabilidades dos envolvidos com a suposta quadrilha de  ”fakes” em Timon.

COMO SURGIU A QUADRILHA DE “FAKES”

Poucos meses depois da posse do prefeito Luciano Leitoa (PSB) em Timon, foi "ativada nos subterrâneos da cidade uma verdadeira máquina de destruição de reputações" na internet, com a criação de dezenas de "fakes", perfis falsos nas redes sociais, atacando a vida privada do jovem político e atribuindo-lhe comportamento reprovável.

Delegado Humaitan Oliveira, do 1º DP,
cumprimentando o prefeito Luciano Leitoa
A partir daí, Luciano pediu uma investigação e conseguiu identificar um grupo que estaria a serviço de seus adversários políticos. O grupo tem uma coordenação e recrutou pelo menos uma dezena de indivíduos com habilidades criminosas na internet.

De acordo com informações chegadas a imprensa o grupo começou a ser identificado a partir de um desentendimento entre dois dos "fakes" que passaram a falar mal um do outro, cometendo indiscrições que chegaram ao conhecimento de muitas pessoas. Um deles teria chegado ao ponto de dizer que ganhava mais do que o desafeto porque sabia atacar com mais fúria a reputação do prefeito.

Ao formalizar a queixa hoje na Polícia Civil com a apresentação de levantamentos que identificam a quadrilha, o prefeito de Timon espera a abertura de um inquérito policial e uma consequente ação penal contra os envolvidos.

Segundo o delegado Humatan Oliveira, os elementos – que podem ser considerados como quadrilha – faziam de tudo para confundir a investigação. “Para cada perfil falso eles tinham uma senha que era utilizada por até três pessoas diferentes”, disse Humaitan.

O delegado disse ainda que vai passar o feriadão da Semana Santa debruçado sobre o dossiê e passará a ouvir os acusados a partir da terça-feira da próxima semana. Como já vinha acompanhando a apuração das denúncias que foram feitas pelo prefeito e vereadores, o delegado Humaitan disse que espera concluir o inquérito e enviá-lo para a Justiça em menos de um mês.

Ao entregar a documentação, advogado Lucas Villa – um dos maiores especialistas em crimes virtuais do Piauí – disse que o delegado Humaitan não precisaria de autorização judicial ou do Facebook para ter acesso aos computadores  (chamado tecnicamente de IP – identidade de protocolo) utilizando as senhas empregadas pelos falsários.

Sede do 1º DP, em Timon
O prefeito Luciano Leitoa, por sua vez, justificou sua decisão afirmando que seus adversários ultrapassaram os limites da crítica política, passando para a agressão pessoal e familiar pura e simples. “Por diversas vezes, ao longo destes  um ano e quatro  meses, estas pessoas agrediram, caluniaram , difamaram e ofenderam a mim e minha família. Distorcendo os fatos, eles ultrapassaram o limite da honra”, disse Luciano, lembrando um fato concreto que aconteceu agora, durante o carnaval: “Eles divulgaram que eu estava internado numa clínica devido o uso de drogas. Agora vão ter que provar e mostrar aonde fica esta clínica. Do contrário, vai muita gente pra cadeia”, concluiu.

(Do blog do Ademar Sousa com colaboração dos jornalistas Feitosa Costa e Edmundo Moreira)

Luciano Leitoa faz desabafo em sua página no Facebook em relação aos ataques dos covardes

Confira o texto na íntegra:

Fiz hoje a denúncia contra os Fakes, conforme anunciei, para que a investigação policial revele os nomes e caracterize o crime de calúnia e difamação. Encaminhei com a denúncia os documentos que chegaram até a mim e que provam as relações criminosas.

Tenho sempre dito e sei da importância que as oposições têm em todas as administrações, nas críticas, no acompanhamento e questionamento da administração. Existem pessoas que ultrapassam as questões políticas e administrativas e fazem acusações muitos sérias e levianas atacando a honra das pessoas e tentando macular a imagem de muitos.

Desde o ano de 2013 muitos covardes tem se escondido atras de perfis falsos no facebook (FAKES), postando fotos de minha esposa, de minha família, tentando macular a minha imagem enquanto cidadão.

O material entregue hoje chega a envolver mais de 20 pessoas, com ações articuladas, caracterizando assim uma quadrilha. Irei até o fim neste processo, cada um dos envolvidos responderá na justiça as calúnias e difamações feitas contra mim. Espero e trabalharei, enquanto cidadão, para que sejam processados e punidos.

Tenho confiança na polícia e na justiça. Quem me conhece sabe que não sou de ficar debatendo esse tipo de coisas, mas foram muito longe, perderam o pudor e o respeito. Muitos fatos ocorreram depois que ganhei as eleições, espero que alguns não estejam relacionados, mas me preocupa o material que chegou ate a mim. Durante o ano de 2012 fizeram uma campanha de muitas acusações e ataques, a população lembra dos programas eleitorais que fizeram, acusando pessoas, colocando imagens da minha família. Pensei que após a campanha de 2012 poderiam superar o momento político, mas algumas pessoas fizeram pior, ultrapassaram a barreira da política e partiram para ataques pessoais caluniosas.

Recentemente um amigo, que hoje é secretario, ganhou uma ação de um dos candidatos a prefeito das eleições de 2012 . Temos que vencer essa velha política de atacar as pessoas, de achar que quanto pior melhor, de ficar torcendo para que as coisas dêem errado. Não recuarei do meu compromisso, mesmo com as dificuldades que encontramos no município não baixarei a guarda, ainda que tentem fazer coisas pessoalmente contra mim, como tentaram no começo do mandato e que até hoje minha esposa tem traumas daquele fato. Já imaginaram se ela estivesse ali ou meus filhos. A partir de hoje terei uma nova condução das coisas e aqueles que torcem e acreditam na nossa cidade, assim como eu, podem ficar na certeza que mudaremos essa cidade, queiram uns ou não. Espero que as críticas administrativas e políticas sejam sempre feitas dentro do respeito e da convivência pacífica.

Sou humano e como tal tenho muitos defeitos, mas existe um que nenhum timonense vai ver de minha parte, que é a covardia.

Os covardes que tentaram atingir a minha honra, todos prestarão contas à justiça . Obrigado a todos os que prestaram solidariedade e compreenderam que a honra de qualquer ser humano está acima das diferenças políticas.

Tinoco distribui peixes da Semana Santa em Aldeias Altas

16.4.14
Na manhã desta quarta-feira (16), a Prefeitura de Aldeias Altas, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, fez a distribuição de 15 toneladas de peixes para a população aldeias-altense.

Pelo segundo ano consecutivo, o governo Daqui Pra Melhor promove a distribuição com o objetivo de contribuir para ceia da Semana Santa da população, sobretudo para aqueles que mais precisam.


A organização iniciou a distribuição em três locais diferentes: no Estádio de Futebol; Ginásio de Esportes e CRAS  logo nas primeiras horas da manhã e contou com a participação e apoio de  servidores de diversas secretarias municipais. A entrega do peixe durante o período da Semana Santa é uma tradição que o prefeito Benedito Tinoco faz questão de manter enquanto estiver a frente do Executivo a cada ano, beneficiando milhares de famílias que não teriam condições de fazer a ceia. Milhares de aldeias-altense passaram pelos locais de entrega e garantiram o peixe Tambaqui para ceia da Semana Santa e celebração da páscoa.
 
De acordo com a Secretária de Assistência Social, Kathia Menezes a distribuição dos peixes é uma forma de ajudar as famílias carentes a comporem as suas ceias de páscoa com produto de qualidade e saboroso. 

Estamos muito felizes de poder honrar essa tradição na Semana Santa dos aldeias-altenses com o total apoio do prefeito Tinoco, proporcionando a ajuda para uma mesa mais abastada as famílias nesse momento de união e celebração cristã, disse.
 
Para o prefeito Tinoco, a Semana Santa e a celebração da Páscoa são ocasiões que merecem toda a atenção do governo. Significa realizar da melhor forma possível um trabalho de solidariedade as famílias que mais precisam, distribuindo o alimento sagrado para ceia da páscoa. “Todos os anos fazemos questão de estarmos aqui, presentes na distribuição dos peixes, contribuindo para levar mais alegria às pessoas e mesa mais farta aos meus irmãos de Aldeias Altas. Quero desejar muita união e paz à população de nossa cidade, não apenas na Semana Santa, mas durante todo o ano. Que Deus abençoe a todos”,finalizou.

Os peixes, da espécie Tambaqui, são frescos, tendo sido pescados na madrugada anterior e mantidos em várias caixas d’água  cheias de pedras de gelo para ser conservardo até a manhã de hoje. A distribuição também foi realizada em toda Zona Rural do município. Segundo o chefe de Gabinete, Jeová, os caminhões se deslocaram para as localidades e povoados antes mesmo do sol raiar nesta quarta-feira.

O prefeito Tinoco ressaltou ainda que os aldeias-altense que mora em Caxias no bairro Antenor Viana também foram contemplados com a entrega do peixe e cada vereador do município de Aldeias Altas teve direito a receber 40 quilos do alimento para distribuir aos correligionários e amigos. (Fonte: blog do irmão Inaldo)