Nova pesquisa de opinião deixa Humberto Coutinho de "espinhela caída" e turma do baixo clero pega puxão de orelha: “me ajudem; eu preciso de vocês”

3.5.16

Vida de aliado político de baixo clero sempre foi sofrida. Em tempos de bonança, e de popularidade alta, até que não é tão sofrida assim, pois quase nunca são cobrados por nada, ficando praticamente longes dos holofotes e felizes da vida pelos convites para tomar cerveja quente e comer um pedacinho de carne em eventos trimestrais.

Também chamados pelos analista políticos de mensalinhos, os integrantes da turma do baixo clero, apesar dos ‘salários’ medíocres, acabam se achando úteis para alguma coisa.

E em Caxias, terra onde mensalinhos perambulam em grande número, nos últimos dias muitos deles estão, finalmente, “se achando gente”.

Vou explicar aos meus 4 ou 5 leitores o motivo da ilusão vivida pela mensalada nas últimas horas.

O presidente da Assembleia Legislativa, Humberto Coutinho, recebeu na última sexta-feira, 29, uma pesquisa de opinião para consumo interno que o deixou inquieto. Os números aferidos nessa sondagem fizeram o homem ficar de espinhela caída.

Atordoado, Humberto Coutinho se dirigiu aos mensalinhos, em várias reuniões, com um discurso que lembra e muito o ex-presidente Fernando Collor de Melo, que na véspera da votação que lhe tirou o mandato pedia ao povo, em pronunciamentos na TV: “não me deixem só”, “me ajudem”, “eu preciso de vocês”, “não me abandonem”.

HC está tentando encorajar os aliados de baixa patente para que os mesmos arregacem as mangas e o ajude a “salvar a lavoura” diante das nuvens negras que se aproximam no horizonte do seu grupo.

Muitos deles, mesmo com ‘vencimentos’ raquíticos, saíram da reunião de peito estufado e empolgados com os pedidos do chefe.

O titular do blog conseguiu levantar algumas sugestões para o caso da espinhela caída de Humberto Coutinho.

A primeira sugestão é bem conhecida do pessoal que veio da Bahia para Caxias, e consiste em benzer com 3 ramos de fedegoso (ou pinhão ou um ramo de folhas bem verdes de árvore) e fazer a dieta de não comer nada de difícil digestão.

Caso não dê jeito, o presidente da Assembleia pode recorrer para uma reza bastante recomendada pelos nossos antepassados:

Espinhela caída,

portas para o mar;

Arcas, espinhelas,

em teu lugar.

Assim como Cristo

Senhor Nosso andou

pelo mundo arcas,

espinhelas levantou.

Outra sugestão que considero fundamental para Humberto Coutinho não ser mais uma vez acometido por outra crise de espinhela caída: se afastar definitivamente de qualquer resultado de pesquisa pelos próximos meses.

Relaxa, deputado, relaxa...

Justiça mantém validade de concurso para professor do Estado

2.5.16
O juiz Douglas de Melo Martins, titular da Vara de Interesses Difusos e Coletivos de São Luís, indeferiu pedido de tutela cautelar de urgência proposto pelo Ministério Público e manteve, liminarmente, a validade do resultado do concurso para professor do Estado do Maranhão.

Na ação, o MP pedia a anulação do ato de homologação do certame, bem como a suspensão das nomeações de aprovados. A principal denúncia diz respeito a possível plágio de questões de outros concursos.

Para Douglas Martin, mesmo que tenha havido plágio,”não ficou clara a “quebra de isonomia entre os candidatos do concurso”.

As questões apontadas como plagiadas aparentemente estavam à disposição de todos na rede mundial de computadores”, destacou.

Segundo o magistrado, teria havido quebra de isonomia apenas em caso de vazamento de questões.

A similaridade entre questões em diferentes concursos públicos, por si só, não pode levar à conclusão de ausência de lisura, ofensa à moralidade ou desvirtuamento de sua principal finalidade que é a de selecionar os melhores candidatos. O contrário ocorreria em caso de vazamento de questões”, completou.

Ele também apontou que o MP não fundamentou alegações quanto a denúncias de violação de malotes de provas, de existência de parentesco entre candidatos e membros da comissão organizadora, e de cobrança de conteúdo não especificado em edital.

Antes de indeferir o pedido, Martins admitiu, apenas, a possibilidade de análise mais acurada “em eventual instrução processual”. (Do blog do Gilberto Léda)

Agritec Cocais recebe cerca de 25 mil visitantes e gera negócios na ordem de R$ 492 mil

Mais de 25 mil pessoas estiveram no Parque de Exposição Walter Zaidan, entre 28 e 30 de abril, em Codó, para participar da 1ª Feira de Agricultura Familiar e Agrotecnologia do Maranhão (Agritec), em 2016. O evento proporcionou à população de Codó e municípios vizinhos serviços de retirada de documentos pessoais, emissão de Cadastro Ambiental Rural (CAR), capacitação dos agricultores, troca de experiências e compartilhamento de tecnologias fáceis e de baixo custo para incrementar a produção do homem do campo.

É um momento que os produtores mostram o fruto do seu trabalho. Nós organizamos as políticas públicas de apoio ao crescimento das atividades produtivas e discutimos os problemas de cada região. O Governo presta contas do que vem fazendo em favor do desenvolvimento regional, de modo que essa foi uma inovação do nosso Governo que veio para ficar”, destacou o governador Flávio Dino, que durante a Feira entregou títulos de terra para as famílias da Associação dos Pequenos Produtores Rurais do povoado Riacho Seco, que possui 1.517 hectares e beneficiará 32 famílias codoenses.

Cerca de 1200 agricultores foram capacitados durante a Feira, e centenas de pessoas participaram de seminários. Alguns dos destaques da programação foram a mostra de ‘quintais produtivos’ para as comunidades rurais, assim como cooperativismo e associativismo, os debates sobre ‘Questões Fundiária e Acesso à Terra’, Crédito rural como instrumento de desenvolvimento econômico e social, Mercado institucional, além de diversos cursos voltados para o desenvolvimento rural.

Os espaços de comercialização de produtos garantiram um volume de negócios de R$ 492 mil, sendo 432 mil referentes a contratos firmados entre instituições financeiras e agricultores familiares e R$ 60 mil apenas em comercialização dentro da feira, incentivando a economia local. Os agricultores familiares negociaram animais e produtos, como frutas, hortaliças, artesanato e derivados do coco babaçu; e comerciantes, fornecedores de serviços e empresários da rede hoteleira também ganharam com o acontecimento inédito na região.

O Banco do Nordeste (BNB) assinou contrato de R$ 132 mil para beneficiar 33 famílias e o Banco do Brasil firmou 80 contratos no valor de 300 mil reais, beneficiando 120 agricultores familiares.

A agricultora familiar, Francinalda da Silva, do Povoado Bela Vista, nos três dias de feira vendeu mais de R$ 600 de sua horta. “Estou feliz em vender milho que é fruto de meu trabalho. Não participei dos cursos, mas estou expondo minha produção e comercializando para sustentar minha família”, disse.

A Prefeitura de Codó comprou, por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), os produtos da agricultura familiar que não foram vendidos durante a feira, em um total de seis toneladas. Dentre eles, abóbora, feijão, batata, macaxeira, quiabo, farinha, alface, couve, cheiro verde, tomate, puba, arroz, limão, vinagreira, mamão, tapioca, biscoito de mesocarpo, banana, pepino, servirá de alimento para estudantes da rede municipal do município de Codó.

De acordo com o secretário de Estado de Agricultura Familiar, Adelmo Soares, a realização da Agritec demonstra que a atenção com a agricultura familiar é fundamental para o desenvolvimento sustentável do estado. “Para haver desenvolvimento para todos é fundamental que, no Maranhão, cuidemos da agricultura familiar e do extrativismo, que são o caminho certo para incluir as pessoas no progresso, no desenvolvimento e no crescimento da economia”, afirmou.

Queremos que a Agritec continue sendo feita no Maranhão, não tem estado forte sem a Agricultura Familiar”, disse o presidente Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Agricultura do Estado do Maranhão (Fetaema), Chico Miguel, representando todos os movimentos sociais que no evento expuseram seus produtos e participaram das capacitações.

Serviços

As secretarias de Estado prestaram diversos serviços à população durante os três dias de evento. O viva Cidadão, após a Agritec vai continuar na cidade realizando os atendimentos de emissão de RG e CPF até 06 de maio na Escola Luzenir Mota Ramos, bairro São Sebastião, Codó. Durante a Feira o Órgão emitiu 1.097 documentos.

Durante a Agritec, a Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp) emitiu 40 Cadastros Ambientais Rurais (CARs) e expôs vitrine tecnológica de meliponicultura e apicultura e também curso de criação racional de abelhas. Tiveram ainda participação das Regionais de Chapadinha que trouxe o artesanato de madeira do município de Brejo. A Regional de Codó participou como realizadora e trouxe também o Projeto Biofort e Projeto do Menor desenvolvido pela equipe em Coroatá. Além das vitrines a Agerp deu palestra sobre mercado Institucional como instrumento da Agricultura Familiar ministrado pela equipe técnica de São Luís.

O presidente da Agerp, Júlio César Mendonça, enfatizou a importância do processo de transformação da realidade no meio rural proporcionado pela Agritec: “Todo o Sistema SAF vem atuando a cada edição como agente responsável pela mudança, levando tecnologia para as famílias rurais. Vamos colaborar para que o agricultor produza cada vez mais e melhor, prestando assistência técnica atuante e de qualidade”.

A Secretaria de Estado de Trabalho e Economia Solidária (Setres) emitiu 80 carteiras de trabalho. A Secretaria de Meio Ambiente entregou 100 Cadastro Ambiental Rural, que é uma ferramenta utilizada para auxiliar o processo de regularização ambiental de propriedades e posses rurais. O Projeto ‘Fazendo Educação’, desenvolvido pela Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged), órgão vinculado à Secretaria de Agricultura e Pecuária (Sagrima), foi um dos destaques na programação da primeira Agritec no município de Codó.

Além disso, 32 famílias da Associação dos Pequenos Produtores Rurais do Povoado Riacho Seco, foram beneficiados, por meio do Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma) com um título de terra de 1.517 hectares.

A Agritec é uma realização do Governo do Estado do Maranhão, por meio do Sistema SAF (composto pela Secretaria de Agricultura Familiar (SAF), a Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e de Extensão Rural do Maranhão (Agerp) e o Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma), em parceria com Embrapa/Cocais, Sebrae, Prefeitura municipal de Codó e Movimentos Sociais (Aconeruq, Fetaema, Fetraf-MA, MIQCB e MST).



Meus irmãos e minhas irmãs aldeias-altenses,

1.5.16
Neste dia 1º de maio, quero me dirigir a todos vocês que tem contribuído com seu árduo trabalho para o engrandecimento de nossa querida Aldeias Altas. Lembrar que neste momento me sinto honrado em poder estar dando minha parcela de contribuição à frente do Executivo Municipal.

Nós que fazemos o Grupo Daqui Pra Melhor não medimos esforços para transformar nosso plano de governo em ações concretas que vem beneficiando a todos os munícipes da nossa querida e amada Aldeias Altas.

O sinônimo dessas ações é trabalho.

Trabalho este que proporcionou por meio de parcerias com os governos Federal e Estadual, obras e serviços na sede e zona rural.

São centenas de km de estradas vicinais abertas e recuperadas. Pavimentação de mais de 11 km de ruas e avenidas na sede. Construção de pontes de concreto, sarjeta, meios-fios e perfuração de poços artesianos na sede e nas comunidades rurais, modificando para melhor a vida da nossa gente.

Trabalho também no setor de saúde com a construção e inauguração de UBS’s, reforma e ampliação do Centro Médico, aquisição de uma unidade do SAMU. Nossa educação também ganhou com novas escolas equipadas com o que tem de melhor, transporte e merenda escolar de qualidade, bem como a valorização do magistério.

Na ação social, além dos programas e projetos desenvolvidos pela pasta, a população será beneficiada com a construção de uma unidade do CRAS em fase de conclusão. E o Esporte; este ganhou Ginásio Poliesportivo e ganhará muito mais, pois ainda iremos inaugurar outras estruturas semelhantes.

O nosso trabalho foi além das construções, vislumbramos o crescimento econômico e investimos no turismo religioso com a Construção do Santuário de São João Batista e apoio às manifestações folclóricas e tradicionais de nosso município.

Nossas ações estão também nas Secretarias da Mulher, Juventude, Agricultura, Meio Ambiente, Cultura dentre outras.

Esse é apenas um resumo de muito do que já foi feito pelo Grupo Daqui Pra Melhor.

Quero dizer a cada cidadão aldeias-altense que tudo isso é graças a união de forças entre o Executivo, o Legislativo, empresários e parceiros que sempre acreditaram na nossa administração e o resultado não poderia ser outro, uma Aldeias Altas em pleno desenvolvimento.

Agradeço ao meu vice-prefeito Gênio, que tem sido um companheiro político importante nessa construção do futuro. Minha família, vereadores, secretários, coordenadores e a população em geral.

Hoje no Dia do Trabalhador, quero levar esta mensagem a todos os trabalhadores e trabalhadoras da nossa amada Aldeias Altas. Tenho absoluta certeza que nossa administração tem feito todo esforço e honrado nossos compromissos de privilegiar e pagar em dia nosso funcionalismo. A todos os que através do seu suor, no campo ou na cidade, seja no setor público ou privado honram seu ofício, meus parabéns.

Feliz Dia do Trabalhador!

É o que deseja o prefeito Dr. Tinoco e Família e todos que fazem o Grupo Daqui Pra Melhor.

Luciano Luciano afirma que é “totalmente compatível” ser prefeito e presidente de partido

30.4.16
Clodoaldo Corrêa - O prefeito de Timon e presidente estadual do PSB, Luciano Leitoa, respondeu às declarações do senador Roberto Rocha, de que ele não poderia ser presidente do partido por ser prefeito e “por estar focado em sua reeleição e nas complexidades da gestão de seu município”.

Ser prefeito é uma coisa e ser dirigente partidário é outra. Sabemos que estar à frente de partido tem muitas atribuições, mas é uma situação totalmente compatível. O maior exemplo, mesmo eu não querendo me comparar com ele, é o Eduardo Campos, que se tornou presidente nacional quando se lançou candidato a governador de Pernambuco. O próprio Miguel Arrais, foi governador e presidente. Quem colocou, não quero crer que tenha sido o senador, não conhece a história do PSB”, afirmou.

A confusão continua grande dentro do PSB.

Bastidores & bastidores

Pesquisa verdadeira?!
Nesta sexta-feira, 29, vários integrantes do grupo Coutinho estavam comemorando uma nova pesquisa de opinião feita para consumo interno. Na suposta sondagem, uma incoerência sem tamanho: o principal nome da oposição teria diminuído a vantagem sobre o segundo colocado. Como assim?! E o oposicionista não estava bem atrás na última sondagem divulgada?!

Medo
E o deputado Humberto Coutinho continua com sua obsessão em falar sobre o vereador Fábio Gentil para seus interlocutores. Em qualquer lugar, e a qualquer hora, o deputado não consegue mais nem disfarçar: “qui, qui como é que tá o Fábio...?”, questiona o presidente da Assembleia.

Cronômetro
Já virou piada entre os correligionários de HC sobre em quanto tempo desde o início do bate-papo, o deputado vai começar a fazer perguntas sobre por onde anda, como faz campanha e como Fábio Gentil consegue reunir tantos aliados em torno dele.

As quase “pedaladas caxienses”
Para cobrir o rombo nas contas do Funprev, a Prefeitura de Caxias teve que pedir que a Câmara Municipal autorizasse a abertura de crédito suplementar para pagar dívidas com o Fundo de Previdência do município. Na justificativa para o rombo no Fundo, a culpa, mais uma vez, caiu nos governos da família Marinho.

Grave
É assustador os danos causados pelo terrível mosquito aedes aegypti, transmissor da dengue, febre chikungunya e zika vírus em Caxias. Nunca se viu algo tão grave na cidade.

Mosquito ‘para todos’
‘Imparcial’ com suas vítimas, o aedes não diferencia cor, religião, estatura, nível econômico ou cor partidária. O deputado Humberto Coutinho e o vereador Fábio Gentil foram acometidos pela febre chikungunya.

Sintomas para todos os gostos
Dor nos olhos e nas articulações, febre alta, cansaço extremo, hipersensibilidade a luz, coceira no corpo, dor de cabeça, vômito e diarreia são os sintomas mais comuns durante a chikungunya. Mas, como sempre inovando, o vereador Léo Barata ‘estrelou’ um novo sintoma da doença. Teve depressão. A informação foi dada pela presidente da Câmara, Ana Lúcia Ximenes, em plena sessão e arrancou risos do público presente.

Propaganda
Embora a Prefeitura de Caxias tenha cometido todas as falhas para evitar que o mosquito aedes aegypti se proliferasse pela cidade e provocasse tanto mal aos caxienses, pelo menos numa coisa a atual administração tem tido uma atuação impecável. A propaganda do governo Léo Coutinho em torno do assunto tem sido gigantesca. Uma pena que os resultados dessa mídia não tenha servido para muita coisa, uma vez que os números das doenças transmitidas pelo mosquito aumentam cada vez mais.

Parceria tímida
A ex-governadora Roseana Sarney era crucificada pelos coutinhianos sobre todos os males administrativos de Caxias. Tinham na ponta da língua a desculpa de que um buraco na rua ou a falta de uma dipirona nos postos de saúde era “por conta da falta de parceria com o governo do Estado”. Saiu Roseana, a ‘perseguidora’, e tomou posse Flávio Dino, o “amigo de Caxias”, mas nenhuma melhora sensível na saúde é sentida pelos caxienses.

A incompetência dos milhões
Mas, se por um lado Roseana era culpada por todo o caos na saúde de Caxias porque não fazia convênios com o município, por outro lado Flávio Dino tem sido generoso. São muitos milhões já enviados à cidade, mas a incompetência colossal do governo Léo Coutinho não sabe aplicar corretamente esses recursos. Ou talvez saiba...

E o Sabiá dá Sorte deste domingo continua incrível!!! São prêmios que totalizam mais de R$ 20 mil reais

E tem 10 rodadas da sorte de R$ 100 reais

O Sabiá dá Sorte deste domingo está simplesmente incrível.

Tem muita grana nos prêmios principais.

E na compra do seu termo de doação, 50% do valor retorna para você na recarga do seu gás de cozinha (confira mais detalhes no termo de doação disponível nos pontos credenciados)

E o preço da sua cartela continua em conta: somente R$ 5,00 (cinco reais) no seu termo de doação.

Confira a premiação completa:

1o PRÊMIO: 01 poupança de R$ 3 mil reais.

2o PRÊMIO: 01 poupança de R$ 3 mil reais.

3o PRÊMIO: 01 poupança de R$ 4 mil reais.

4o PRÊMIO: 01 poupança de R$ 10 mil reais.

Isso mesmo. 01 poupança de R$ 10 mil reais. no prêmio principal.

O Sabiá dá Sorte é importante para manutenção de mais de 400 crianças que dependem da Escolinha de base do Sabiá Futebol Clube e também faz doações semanais para a Fazenda da Esperança.

E atenção

O sorteio será transmitido ao vivo pela  TV Sinal Verde, a partir das 10h deste domingo, pela Rádio Tropical FM, além da rádio FM Nova Cidade do município de São João do Sóter.

Não fique de fora!

Aldeias Altas mobiliza população para vacinar contra o vírus da gripe

29.4.16
A Prefeitura de Aldeias Altas, por meio da Secretaria de Saúde do Município, realiza nesta sábado, 30, o Dia “D” da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. Estarão sendo imunizadas contra a gripe (H1N1), crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes, parturientes, idosos, pessoas com doenças crônicas e trabalhadores da saúde.

Para que o trabalho de imunização alcance a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde que é de 95% do público alvo, a Secretaria de Saúde através de seus profissionais, cerca de 60 pessoas, entre ACS - agentes comunitários de saúde, enfermeiros técnicos e notificantes, vai atender em cinco pontos de vacinação descentralizados.

Para a zona rural, quatro equipes itinerantes irão percorrer as comunidades entre os dias 10 a 22 de maio.  Cada equipe será formada por 3 profissionais que farão a vacinação contra a gripe durante este período.

Para ter acesso à dose da vacina contra a gripe é necessário levar ao Posto de Saúde o Cartão de Vacinação. O atendimento ocorre das 8h às 17h.

Após a mobilização do Dia “D” neste sábado, 30 de abril, as equipes continuarão vacinando no Centro de Saúde, Agência do INSS, e nos Centros de Referência em Assistência Social – CRAS da Vila Costa Pinto e Erasmo Marcelino, até o dia 20 de maio quando se encerra a Campanha Nacional.

É muito importante que as pessoas possam se prevenir das diferentes variantes da gripe. Nós, disponibilizamos toda a rede de saúde para que possamos alcançar a meta e vacinar um maior número possível de pessoas, Por isso, fazemos esse chamamento para que neste Dia “D”, todos aqueles que fazem parte do público alvo compareça nos locais de vacinação e não deixe para depois, pois com saúde não se brinca e o mais importante é prevenir”, frisa o prefeito Dr. Tinoco.

Locais de Vacinação contra a Gripe em Aldeias Altas

- Centro de Saúde
- Igreja de São Francisco (bairro Greenville)
- Posto de Saúde da Vila Costa Pinto
- Posto de Saúde do Bairro São Francisco
- Escola Maria da Conceição

O que é a Influenza A/H1N1?

A influenza suína (gripe suína) é uma doença respiratória dos porcos causada por um vírus de influenza do tipo A, que é motivo de surtos regulares em porcos. As pessoas, normalmente, não contraem a gripe suína, porém infecções em seres humanos podem acontecer e de fato acontecem. Estudos mostraram que os vírus da gripe suína podem se disseminar de pessoa para pessoa; porém, no passado, essa transmissão era limitada e não sustentada para além de três pessoas.

ASCOM: Aldeias Altas 2016

Menos de 48 horas depois do blog cobrar os carros fumacê em Caxias... Não é que eles apareceram!!!

Com medo de mais cobranças, começaram logo a propaganda 
para ganhar dividendos com a população
Que o governo Léo Coutinho é um desastre administrativo, isso não é novidade para ninguém. E que só funciona na base da pressão, também é do conhecimento de todos.

Após as postagens do blog sobre o grave surto de chikungunya que assola o município (reveja aqui e aqui), políticos caxienses de A a Z colocaram o assunto como prioridade. Como não poderia deixar de ser, a administração coutinhiana entrou na ‘onda’ das cobranças do blog e resolveu tomar as providências que esta página eletrônica recomendou.

O reforço da mídia palaciana no combate ao mosquito aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika, acaba de anunciar que os carros fumacê, cobrados duramente no blog na última terça-feira, 26, estarão novamente em Caxias.

Como o titular do blog cobrou uma ação rápida do prefeito Léo Coutinho, infelizmente, como tudo no seu governo, esses carros fumacê, que pertencem ao governo do Estado, só estarão em Caxias a partir da próxima semana.

Mas antes de reforçar o combate ao mosquito, os carros fumacê já estão trabalhando a todo vapor, só que numa área onde eles não servem pra nada: o marketing da mídia palaciana.

O blog também cobrou nesta semana que o prefeito monte brigadas de agentes de saúde, que podem ser com voluntários e/ou recrutas do Exército, para livrar nossa cidade das doenças transmitidas pelo aedes. Além disso, pedi para que Léo Coutinho equipare os salários dos agentes de saúde e de endemias com os demais profissionais da região, o que acho pouco provável que aconteça.

No início da sua gestão, Léo Coutinho contratou, por uma fortuna, a Fundação Dom Cabral para ministrar uma espécie de curso intensivo com secretários e coordenadores no intuito de dinamizar a sua gestão.

Como o blog costuma fazer muitas cobranças, e o prefeito costuma segui-las, já começo a pensar em receber alguma recompensa pelos meus préstimos.

Se nem a Fundação Dom Cabral conseguiu colocar algum rumo nessa administração, o blog do Sabá tem feito uma diferença danada.

Vou começar a cobrar...

Agritec Codó: Maranhão recebe mais de R$ 14 milhões para investir na agricultura familiar

28.4.16

A Feira da Agricultura Familiar e Agrotecnologia do Maranhão (Agritec) do Território dos Cocais iniciou, nesta quinta-feira (28), em Codó, com uma novidade para o Maranhão. O estado receberá mais de R$ 14,5 milhões do Governo Federal para ampliar a capacidade produtiva e qualidade de vida das famílias rurais no interior do estado.

Na abertura da Agritec Codó, Solange Amarilis, da coordenação do Projeto Água Doce do Ministério do Meio Ambiente (MMA), oficializou junto ao Executivo Estadual, o investimento de R$ 9.667.110,79 milhões para beneficiar 11.500 pessoas.

O convênio tem o objetivo de fornecer água de qualidade para consumo humano e pretende instalar 30 sistemas de dessalinização, entre eles, três serão sistemas de arranjo produtivos abrangendo os municípios de Codó, Caxias, Coroatá, São João do Sóter, Timbiras, Aldeias Altas, Duque Bacelar, Itapecuru, Pirapemas, Araioses, Água Doce, Primeira Cruz e Chapadinha. O público alvo são agricultores familiares, comunidades quilombolas e assentados de programas dos governos estadual e federal.

Com a assinatura do convênio, o Maranhão passa a ser o décimo estado da federação a ser beneficiado com as ações do Programa. É uma satisfação trabalhar em parceria com um governo que trabalha para que os recursos cheguem a quem mais precisa”, enfatizou Solange Amarilis, da coordenação do Projeto Água Doce do Ministério do Meio Ambiente.

O secretário de Desenvolvimento Regional do Ministério da Integração, Glauco Mendes, também firmou parceria com o Governo do Estado e assinou acordo de responsabilidade de empenho na ordem de R$ 5 milhões do Programa ‘Água Para Todos’ para construção de barreiro e kit de sistema simplificado para beneficiar produtores dos municípios de Duque Bacelar, Chapadinha, Vargem Grande, Codó e Caxias.

O secretário de Estado de Agricultura Familiar, Adelmo Soares disse que, passo a passo, estão sendo construídas políticas públicas para todos os maranhenses ao serem aplicados corretamente os recursos públicos.“Vamos continuar apoiando a produção e os agricultores familiares. Acreditamos que esse é o caminho correto, investir na educação e na produção. Nós temos uma crença profunda de que estamos no caminho correto”, destacou o secretário.

Adhemar Lopes, secretário Nacional de Reordenamento Agrário do Ministério do Desenvolvimento Agrário, durante o evento parabenizou a SAF pelo empenho para destravar os recursos do crédito fundiário na ordem de R$ 11.781.232,55 para execução de Subprojetos de Investimentos Comunitários (SIC).

A ação está garantindo as condições de infraestrutura básica e produtiva aos agricultores familiares por meio de associações de trabalhadores rurais. A Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (SAF) operacionaliza os empreendimentos rurais que beneficiam centenas de famílias assentadas pelo programa no Maranhão. A ação é executada por meio da Unidade Técnica Estadual (UTE), que coordena o crédito fundiário no estado.

Dona Maria de Jesus (Dijé), coordenadora do Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu, representando todos os movimentos sociais, agradeceu a oportunidade que o Estado está dando para as quebradeiras mostrarem seus trabalhos e como cuidar da natureza. “Nós tiramos nosso alimento da natureza e a preservamos. Sem agricultura familiar não é possível a sobrevivência das famílias, aqui é um espaço de muito aprendizado”, declarou.

Abertura da Agritec

Além dos importantes anúncios de investimento do Governo Federal, na abertura da Feira foi entregue três motos e três GPS para a regional da Agerp de Codó executar o Cadastro Ambiental Rural (CAR), e beneficiar agricultores familiares, comunidades e povos tradicionais. O CAR é uma ferramenta utilizada para auxiliar o processo de regularização ambiental de propriedades e posses rurais.


Na ocasião, foram firmados contratos de financiamento do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) que beneficiarão agricultores do município de Codó com a concessão de créditos bancários para ampliar a produção da família produtora rural. Foram entregues ainda 18 kits feira para atender a regional de Codó. O kit é composto por: barracas, balanças, caixas plásticas, gaiolas, caixas de isopor, pallet, jalecos, bonés e camisas.

O Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma) entregou títulos de terra de 1.517 hectares para a Associação dos Pequenos Produtores Rurais do Povoado Riacho Seco, beneficiando 32 famílias.

A Agritec é uma realização do Governo do Estado do Maranhão, por meio do Sistema SAF, composto pela Secretaria de Agricultura Familiar (SAF), a Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e de Extensão Rural do Maranhão (Agerp) e o Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma), em parceria com Embrapa/Cocais, Sebrae, Prefeitura municipal de Codó e Movimentos Sociais como a Aconeruq, Fetaema, Fetraf-MA, MIQCB e MST.

A Feira é uma verdadeira vitrine de oportunidades para o homem do campo, pois é um espaço de capacitação e acesso às novas tecnologias, de modo que ele possa melhorar sua produção quantitativa e qualitativamente.

Participaram da abertura o presidente da Agerp, Júlio César Mendonça, presidente do Iterma, Mauro Jorge, prefeito de Codó Zito Rolim, vereador de Codó Pedro Belo, secretários estaduais e municipais, vereadores, lideranças e representantes dos movimentos sociais.