Eleições 2016 - Oposição caxiense inicia discussões sobre formação de aliança suprapartidária para disputar sucessão de Léo Coutinho

4.3.15
Integrantes do movimento de oposição posam para foto. Cláudio Sabá, Jota Mota, professor Chiquinho, Júnior, Ricardo Rodrigues, Sérgio Emilio, Catulé Júnior, Tom do PT, Natanel, Pila, Taniery,Robério Cantalice, Catulé, Fábio Gentil, Análio Júnior, professor Arimatéia Silva, Irmão Filho.

Com um propósito de tratar sobre a união das oposições ao prefeito Léo Coutinho, um grupo de vereadores e lideranças políticas caxienses deram início na noite desta terça-feira, 03, a uma série de reuniões com vistas a unir todo o grupo em torno da ideia.

Dos 5 vereadores de oposição, 3 deles (Catulé, Fábio Gentil e Taniery Cantalice) compareceram, sendo que os demais justificaram a ausência, mas estarão no próximo encontro.

Membros de várias agremiações partidárias e lideranças políticas fizeram-se presente e deram depoimentos afirmando estarem prontos para a batalha eleitoral do próximo ano nas fileiras oposicionistas.

Realizado na residência do professor Chiquinho, localizada no bairro Salobro, figuras que participaram da Frente Caxiense de Oposição que elegeu Humberto Coutinho em 2004 estiveram lá e deram depoimentos pregando a união do grupo.

Robério Cantalice, professor Arimatéia Silva, Natanael dos Reis Pereira, Catulé além de outros que estavam juntos no movimento exitoso de 2004 mostravam o mesmo vigor do antigo movimento. “Me sinto como um jovem de 18 anos pronto para seguir nesse caminho”, disse Natanael dos Reis Pereira, abordando a satisfação de fazer parte de um movimento nobre como é esse de mudar a realidade de Caxias.

O vereador Catulé também falou da formação de um movimento parecido com aquele que se iniciava. “Já vi muito prefeito cair e já participei de muitos movimentos políticos em Caxias”, lembrou o vereador  ressaltando que naquela época todos perderam a vaidade e elegeram Humberto Coutinho que, aliás, nem queria ser candidato. “Nem ele e nem a família, pois enfrentavam problemas políticos e também financeiros”.

Fazendo um paralelo entre as duas situações, Catulé disse que no movimento de 2004 a oposição enfrentava um grupo igualmente poderoso, “que tinha a máquina da Prefeitura, o governo do estado e um deputado federal”.

Ainda comparando os dois momentos da política caxiense, Catulé apontou as diferenças entre os dois grupos dominantes. “A diferença de hoje é que o governo atual é que essse compra com nomeações, pois é so abrir o Diário Oficial”.

Na condição de vereador e ex-candidato a deputado estadual, Fábio Gentil fez um alerta para os participantes do encontro sobre as formas que o governo municipal fará para desfazer o grupo. “Eles vão fazer de tudo para cooptar os membros aqui reunidos objetivando desfazê-lo”, disse Fábio pedindo aqueles que estavam no encontro serenidade nas discussões e “deixando as vaidades de lado”. “O mais importante é a apresentação de nomes, de ideias, sendo que hoje somos 20, 25, mas amanhã seremos 50, 60, 70 e depois milhares”.

Mostrando determinação, Fábio Gentil conclamou por várias vezes pela união de todos, “pois a hora é agora, a cidade é grande e vamos percorrer todos os bairros e a zona rural levando a proposta desse grupo”.

Membros do Partido dos Trabalhadores, os advogados Tom do PT e Adenilson, além do sindicalista Natanael dos Reis Pereira, não falaram em nome da agremiação, mas deixaram claro que, desde já, estão integrados no movimento de oposição.

Nosso primeiro objetivo é Caxias”, discursou Tom do PT esperançoso pelo sucesso do projeto, “Vejo a necessidade de surgir uma coisa nova e isso pode surgir aqui nesse grupo”, avaliou o petista que por várias vezes afirmou seu compromisso com o movimento.

Parece que estou começando tudo de novo”, entusiasmou-se Catulé diante do desafio de um movimento político novo nascendo naquele dia.

Catulé Júnior, ex-candidato a deputado estadual, defendeu a tese de que só a união pode fazer frente ao desafio que será a disputa sucessória de 2016. “Não será a briga de Davi contra Golias, será a briga de Davi contra vários Golias”, ressaltou o jovem advogado enumerando a força política e financeira do grupo dominante. “Temos que percorrer toda essa cidade pregando a ideia desse movimento, descobrindo novas lideranças que querem ou possam ser candidatos a vereador”, pregou Catulé Júnior conclamando a todos para “derrubar os coutinhos, pois essa página deve ser virada na história de Caxias”.

No encontro não foram discutidos nomes para encabeçar o movimento oposicionista e nem colocado barreiras contra a participação de nenhum outro.

Ao final ficou acertado o convite ao ex-candidato a deputado federal Paulo Marinho Júnior, assim como aos ex-prefeitos Paulo e Márcia Marinho, o que caracteriza o movimento como suprapartidário e sem exclusão de nenhuma liderança política de Caxias.

Outra reunião do grupo será feita no próximo dia 17 na residência do vereador Fábio Gentil.

Governo e movimentos sociais se unem para construir política de agricultura familiar

Pela primeira vez na história do Maranhão, os movimentos sociais ligados à área rural são envolvidos na construção de uma política estadual de desenvolvimento da agricultura familiar. O secretário de Estado de Agricultura Familiar, Adelmo Soares, reuniu na manhã desta terça-feira (03)  com várias entidades, iniciando a elaboração de um plano estratégico para desenvolver o setor.

A reunião foi realizada na Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais do Maranhão (Fetaema),  com a participação de representantes do Movimento dos Sem Terra (MST), da Associação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas do Estado do Maranhão (Aconeruq), Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma), além da Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (SAF).

Cansamos de esperar e nada acontecia nesse estado na agricultura familiar, mas agora estamos confiantes na prioridade que o governo deu para o setor. A criação de uma secretaria para a área demonstra o compromisso do governo com os pequenos produtores”, ressaltou  Maria José Palhano, representante da Aconeruq.

Para o representante do MST, Elias Araujo, a iniciativa do Governo do Estado de envolver todos os setores da agricultura familiar em um ambiente de construção coletiva gera boas expectativas de resultados positivos. “Outros estados do Nordeste têm várias experiências exitosas na área, precisamos avaliar esses projetos e formatar um plano para o Maranhão”, ressaltou Elias.

O presidente da Fetaema, Francisco Miguel, também elogiou a ação do Estado em chamar os movimentos sociais para construir a política estadual de agricultura familiar: “Da nossa parte, nos dispomos em fazer parcerias, dar nossa contribuição para melhorar a produção agrícola do Estado”, destacou.

Essa construção coletiva é histórica. Estamos ouvindo os movimentos sociais, suas propostas, e juntos estamos formulando as estratégias para desenvolver a agricultura familiar no Maranhão, compromisso do governador Flávio Dino. Isso é fundamental para reduzir as desigualdades sociais e melhorar o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) dos municípios maranhenses”,  avaliou Adelmo Soares.

Humberto Coutinho passará por novo procedimento cirúrgico

3.3.15
Deputado Humberto Coutinho
Mal assumiu a presidente da Assembleia, o deputado Humberto Coutinho terá uma nova dor de cabeça. Ele passará por um novo procedimento cirúrgico delicado na parte do intestino fino.

O presidente deve se tratar em São Paulo para corrigir problemas na colostomia que são derivações intestinais na parede abdominal, formando um novo trajeto e local para a saída das fezes (que é chamado de estoma).

O deputado e primeiro vice-presidente Othelino Neto (PCdoB), deve assumir pela primeira vez a presidência da Assembleia Legislativa na ausência de Humberto Coutinho. (Do blog do Neto Ferreira)

Léo Coutinho demite Silvia Carvalho sumariamente

A mais longeva assessora graduada da história política de Caxias, professora Silvia Carvalho, teve seu ‘reinado’ interrompido na manhã desta terça-feira, 03. Foi exonerada pelo prefeito Léo Coutinho no meio de uma reunião.

A demissão da secretária de Educação aconteceu no Palácio da Cidade quando o prefeito cobrava dela o andamento de algumas demandas da pasta que comandava.

Bastante irritado com a auxiliar, que era tida pelo governo como centralizadora, Léo teria chegado ao limite por conta do atraso de reformas de escolas e da realização de licitação para aquisição de merenda escolar.

Assim que foi demitida, Silvia Carvalho reuniu assessores da pasta e comunicou a todos que estava deixando o governo Léo Coutinho.
 
Logo após demitir sua secretária de Educação, o prefeito de Caxias viajou para São Luis com a justificativa de assinar alguns convênios.

Até o fechamento desta postagem ainda não estava certo quem irá assumir a Educação de Caxias.

Mesmo com o cargo vago, a professora Lucita é a mais cotada para assumir a missão.

Ainda hoje mais detalhes sobre o episódio.

Bomba!!! Vereador Antonio Luis denuncia esquema de pagamento de propina na Vigilância Sanitária em Caxias

O vereador Antonio Luis Assunção (PSB) fez um grave denúncia contra a Vigilância Sanitária em Caxias nesta segunda-feira, 02. O parlamentar acusou fiscais do órgão de estarem oferecendo produtos, no caso um manual, para comerciantes da cidade que pretendem conseguir Alvará de licença para seus estabelecimentos.

A grave denúncia aconteceu na sessão da Câmara Municipal de Caxias.
Vereado Antonio Luis fez grave acusação contra fiscais 
da Vigilância Sanitária do município

Dependendo do tamanho do estabelecimento, esses fiscais estariam cobrando entre 500 e R$ 600 reais”, disse o parlamentar.

Demonstrando indignação, o vereador governista citou até o nome da suposta entidade que seria responsável pela confecção do referido manual. “É uma tal de AEMP”, revelou.

Ainda de acordo com o edil, se a pessoa adquirir esse manual, “tem seu alvará facilitado pelos fiscais da Vigilância”.

Cobrando providências do Palácio da Cidade sobre o caso, Antonio Luis acrescentou que “as pessoas vivem com dificuldades e não podem ser vítimas dessas pessoas”.

Com a palavra o prefeito Léo Coutinho.

Só vai na pressão!!! Mais uma vitória do Sintrap no embate com o governo Léo Coutinho

O Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municiais – Sintrap/Caxias, acaba de anunciar mais uma grande vitória contra o governo Léo Coutinho.

Após muitas denúncias feitas através do informativo do Sindicato (Jornal A Voz do Trabalhador) e também junto ao Ministério Público Estadual e Federal, o Caxiasprev, órgão responsável pela gestão dos recursos destinados aos aposentados do município, finalmente reconheceu o erro que tanto prejudicou a categoria e está reparando as perdas praticadas contra milhares de beneficiados.

Num comunicado feito ao público ainda ontem (segunda-feira, 02), o Sintrap recomenda aos aposentados se dirigirem ao Caxiasprev para corrigirem seus salários, levando cópias autenticadas dos seguintes documentos:

• Do diário oficial que saiu a aposentadoria;
• Dos documentos pessoais;
• Último contra cheque;

• Comprovante de residência.

Além disso, o Sindicato solicita também a correção dos salários e o pagmento retroativo das diferenças dos salários anteriores.

(Com informações do Sintrap)

“Quem está mentindo, o prefeito ou o Ministério Público?” Taniery Cantalice cobra cumprimento de acordo do prefeito com o MP e aponta contradição em mensagem de Léo Coutinho enviada à Câmara

Vereadora Taniery enumerou incoerências entre a 
mensagem do prefeito e a realidade da cidade
Lendo reportagem publicada neste final de semana no Jornal O Estado do Maranhão que mostra postos de saúde fechados por conta de paralisação das reformas, a vereadora Taniery Cantalice cobrou, na sessão desta segunda-feira, 02, providências do prefeito Léo Coutinho para a solução das deficiências apresentadas na reportagem.

Taniery lembrou ainda da mensagem enviada ao legistivo na semana passada onde o mesmo apresentou dezenas de obras que teriam sido concluídas ainda no ano passado.

O prefeito apresentou como concluído o Centro de Oncologia, postos de saúde, uma UPA e muitos outros”, disse Taniery que fez o seguinte questionamento: “diante do que afirmou o prefeito na sua mensagem, o que está sendo mostrado nessa reportagem [e o que o MP cobrou no TAC - Termo de Ajustamento de Conduta, feito no ano passado], a gente que saber quem está mentindo, se o Ministério Público ou o prefeito?”, perguntou a vereadora oposicionista que disse que a reportagem do jornal O Estado, “mostra a realidade de Caxias”.

Reportagem de O Estado mostrou atraso 
na reforma de postos de saúde em Caxias
A mensagem enviada pelo prefeito Léo Coutinho à Câmara Municipal mostrou-se um festival de contradições e uma verdadeira afronta ao bom senso, pois ele apresentou obras concluídas ainda na gestão do seu tio, em 2011 e 2012 como sendo feitas em 2014.

A reportagem do jornal O Estado jogou luzes na fantasia palaciana e desmonta, com fotos e dados, postos de saúde em reformas intermináveis, outros em péssimo estado de conservação e também sem médicos.

O prefeito celebrou o TAC com o MP onde ficou acordado um prazo [que já acabou] para que ele colocasse essas unidades de saúde em perfeito funcionamento, mas até agora a situação continua do mesmo jeito”, finalizou a vereadora.

Suspeitos de roubarem veículo são presos após troca de tiros com a polícia

2.3.15
Foram apresentados na DEPOL em Caxias na manhã desta segunda-feira (2), os suspeitos de tomarem de assalto um veículo Hilux, cor preta, placas EMV 8916. O carro de propriedade do professor Paulo Amorim, foi roubado na noite do domingo (1º) quando a vítima estava chegando numa igreja evangélica do centro da cidade.

Depois de roubarem o veículo, os elementos empreenderam fuga em direção à Teresina. A vítima acionou a polícia que imediatamente iniciou as buscas. O carro foi recuperado na manhã de hoje na cidade de Timon, numa operação que envolveu O Serviço de Inteligência e a força Tática do 2º BPM, com auxilio da polícia militar daquele município.

Durante a abordagem houve resistência e troca de tiros. Dois bandidos acabaram feridos e ao chegarem em Caxias foram levados para o HGM e logo que recebem os primeiros socorros serão encaminhados de volta à DEPOL para prestarem depoimento. (Fonte: Mano Santos/Portal Noca)

A importância das redes sociais para o debate político saudável

1.3.15
Por Luis Lacerda, vereador em Caxias

Acredito eu, que o Facebook pode ser uma ferramenta importantíssima, quando utilizado para o bem, mas infelizmente existem pessoas que utilizam essa ferramenta para tecer comentário maldosos.

É interessante que se conheça bastante alguém antes de falar algo que possa ofender a sua moral. No entanto, ainda existem políticos ruins em vários aspectos em nosso país, bem como em nossa cidade. Por conta disso, algumas pessoas generalizam em dizer que todo político só procura o eleitor no período eleitoral.

Por conta de comentários desse tipo, venho por meio deste, esclarecer aqueles que ainda tem dúvidas quanto a pessoa do vereador Luís Lacerda.

Desde que assumi meu mandato, venho realizando trabalhos, buscando alcançar uma qualidade de vida melhor para a população de Caxias. Não fujo de responsabilidade alguma. Sempre que alguém me procura para reivindicar algo, ouço com bastante atenção e na medida do possível procuro resolver. Não trato os bairros de forma diferenciada, pois sou vereador de toda a cidade tanto zona urbana quanto rural, e quem estar exercendo um cargo público tem que ser imparcial e respeitar também o princípio da isonomia.

Destaco aqui, que o vereador pode sugerir e cobrar do Executivo melhorias para os bairros por meio de requerimentos, que são documentos enviados à prefeitura. Mas para que isso aconteça na prática, é preciso que haja um contato permanente entre vereadores e a população. Por isso digo aqui, que nunca deixei de utilizar a tribuna para requerer os serviços indispensáveis para os cidadãos, quando cobro algum serviço de melhorias por meio do Facebook, é para mostrar o quanto essa ferramenta é importantíssima na vida das pessoas e não para substituir o parlamento, pela rede social. Muita gente trabalha ou estuda e não tem tempo de ir a câmara municipal ou até mesmo assistir telejornal para acompanhar de perto o serviço do legislativo.

Me dirijo a população do bairro Cangalheiro e em especial aos das ruas e travessas: rua da Pólvora, Cotovelo, beco da Pólvora, 2 ª travessa do Fio, angelim e das 1ª, 2ª e 3ª travessas, do alecrim, Tiradentes, do espirito santo, 1ª travessa do espirito santo e travessa do cotovelo e rua das Lages, que não descansarei para que os serviços da prefeitura cheguem o quanto antes em nosso bairro.

Agradeço a todos que confiaram em mim e digo que nunca deixarei de lutar pelo bem de quem quer que seja. Continuo a disposição de todos.

Aproveito para publicar parte dos requerimentos em que busquei e conseguir atender à necessidade das pessoas.

- SERVIÇOS DE CONCRETAGEM SOBRE À GALERIA QUE SE INICIA NA RUA DO FIO ESTENDENDO-SE ATÉ À RUA DA PÓLVORA BAIRRO CANGALHEIRO (AGUARDANDO CONCLUSÃO);

- INSTALAÇÃO DE FAIXA DE PEDESTRES EM FRENTE AS ESCOLAS ANTÔNIO EDSON, DEBORAH PEREIRA, CENTRO DE EDUCAÇÃO INFANTIL E TIA JOANA. (CONCLUÍDO);

- CONSTRUÇÃO DE LOMBADAS NA AVENIDA VOLTA REDONDA (CONCLUÍDO);

- ILUMINAÇÃO DA AVENIDA DA COHEB BAIRRO VILA ALECRIM (CONCLUÍDO);

- LOMBADAS DO RETORNO DO BAIRRO VOLTA REDONDA ATÉ A ENTRADA DO BALNEÁRIO VENEZA (CONCLUÍDO);

- CONSTRUÇÃO DE MANILHAS NO BECO DA PÓLVORA BAIRRO CANGALHEIRO (REQUERIMENTO FEITO);

- SUBSTITUIÇÃO DOS CANOS DE AMIANTO POR DE PVC EXISTENTES NO BAIRRO CANGALHEIRO (CONCLUÍDO);

- RECUPERAÇÃO DA PAVIMENTAÇÃO DE CALÇAMENTO DA RUA DO SOL BAIRRO CANGALHEIRO (CONCLUÍDO);

- CONSTRUÇÃO DE UMA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE VILA SÃO JOSE (ESTÁ EM FASE DE CONCLUSÃO);

- INSTALAÇÃO DE LOMBADAS NA RUA DO ESPIRITO SANTO E RECUPERAÇÃO DO TRECO DA ENTRADA DA TRAVESSA 21 DE ABRIL BAIRRO CANGALHEIRO (CONCLUÍDO);

- CONSTRUÇÃO DE DUAS LOMBADAS NA RUA COLINAS BAIRRO VILA LOBÃO (CONCLUÍDO);

- RECUPERAÇÃO DA PAVIMENTAÇÃO DE CALÇAMENTO DA RUA CHAPADINHA BAIRRO VILA LOBÃO (CONCLUÍDO);

- CONSTRUÇÃO DE UMA FAIXA DE PEDESTRES E UMA LOMBADA EM FRENTE O CCI DO BAIRRO CANGALHEIRO (CONCLUÍDO);

- RECUPERAÇÃO DA PAVIMENTAÇÃO DE CALÇAMENTO DA LADEIRA DA RUA 15 DE DEZEMBRO BAIRRO VILA ALECRIM (CONCLUÍDO);

- INSTALAÇÃO DE SEMÁFOROS NO ENTRONCAMENTO DA RUA BOM PASTOR E PORTO DA PEDRA E FAIXA DE PEDESTRE NOS TRÊS CORAÇÕES BAIRRO CENTRO (CONCLUÍDO);

- BENEFÍCIOS PARA O BAIRRO PIRAJÁ: INSTALAÇÃO DE FAIXA DE PEDESTRES EM FRENTE À ESCOLA COSTA SOBRINHO E CONSTRUÇÃO DE LOMBADAS NA AVENIDA PIRAJÁ INICIANDO NA IGREJA DE NOSSA SENHORA DE NAZARÉ ATÉ A BR 316 (CONCLUÍDO);

- SERVIÇO DE SINALIZAÇÃO COM FAIXAS DAS AVENIDAS: SENADOR CLODOMIR CARDOSO BAIRRO CANGALHEIRO E AVENIDA DA COHEB BAIRRO VILA ALECRIM ( COHEB CONCLUÍDA / AGUARDANDO CLODOMIR CARDOSO);

- INSTALAÇÃO DE FAIXA DE PEDESTRES E CONSTRUÇÃO DE LOMBADAS EM FRENTE AO INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO BAIRRO CENTRO (CONCLUÍDO);

- PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA DAS SEGUINTES RUAS E TRAVESSAS: RUA NOSSA SENHORA DE FATIMA, 2ª, 3ª E 4ª TRAVESSA DA COHEB BAIRRO VILA SÃO JOSE (CONCLUÍDO);

- SERVIÇO DE EMPIÇARRAMENTO DA RUA DO AÇUDE E TRAVESSA MOCAMBINHO BAIRRO ANTENOR VIANA (CONCLUÍDO);

- REFORMA DA U.I.M JOSE CASTRO BAIRRO PONTE E COSTA SOBRINHO (ÀS OBRAS ESTÃO EM ANDAMENTO).

Bastidores & bastidores

Falsas esperanças
Dizem que a esperança é a última que morre para tentar acalmar a tristeza dos desesperados. Em Caxias, os políticos que acompanham o grupo Coutinho depositavam na eleição do governador apoiado por eles uma espécie de tábua da salvação. Passados 2 meses, a esperança que tinham começa a se transformar numa dura realidade. Até agora nada de mudanças na relação com o Palácio da Cidade.

Eleição
Com a campanha de reeleição batendo na porta, tem parlamentar governista que ainda não fechou as contas da campanha passada.

Prestígio
Mas as contas da campanha passada tornaram-se os menores do problemas dos vereadores. O não cumprimento de acordos políticos com o prefeito Léo Coutinho tem tirado o sono da rapaziada. Isso sem falar na falta de prestígio dos detentores de mandato.

Barulho
Mas se vereadore de mandato não está tendo ‘moral’ com o Palácio da Cidade, alguns postulantes ao cargo de vereador estranhos no ninho estão emplacando de tudo no principal endereço da Praça do Panteon.

Sem noção
A volta do grotesco slogan “Pode arrochar” na publicidade do governo Léo Coutinho mostra que o mesmo perdeu a noção do ridículo. Abandonado depois das críticas nas redes sociais e também dos secretários municipais, que se divertem com a infeliz frase, o prefeito ordenou a volta da mesma por achar que agora, com a ajuda do governo do estado, tudo vai ficar maravilhoso e o povo vai achar tudo lindo.

Folga
O apresentador e diretor da emissora de TV da Prefeitura de Caxias (leia-se Sinal Verde), Ricardo Marques, está sossegado nos últimos dias. É que o enrolado marqueteiro Carlos Alberto anda muito ocupado na direção de comunicação da Assembleia Legislativa. Com R$ 25 milhões para serem gastos com publicidade do legislativo maranhense neste ano, o marqueteiro não está tendo tempo para futricas caxienses.

Debilitado
Mas que ninguém pense que Carlos Alberto estava tendo vida fácil em Caxias. Perdeu praticamente todos os embates com Marques na Sinal Verde. Até uma nova grade de programação sugerida por ele para ser colocada em prática na emissora teria sido vetada por um conselho administrativo da empresa.

Queridinho
Por sua vez, Carlos Alberto ainda é o queridinho do deputado Humberto Coutinho, que o trata como um filho. Bem, até ele aprontar ‘das suas’ no poder Rangedor. E olha que ele sabe aprontar...

Buracos
Continuam sendo o terror dos caxienses e a alegria dos proprietários de oficinas.

Fura olho
Vereadores caxienses estão com um problema que se agiganta a cada dia. Quando pedem ao prefeito Léo Coutinho um emprego para algum correligionário, um assessor do alcaide fica de olho e protela o pedido. Dias depois chama a pessoa indicada pelo parlamentar e consegue a tão sonhada oportunida de trabalho para ela. Só que junto com a boa notícia vem a queimação do padrinho vereador: “Olha, quem está conseguindo esse emprego para você sou eu, não é nenhum vereador”, diz o assessor. Tem vereador da base aliada desesperado com esse assédio e já falam em rompimento com o prefeito.