1.960 pessoas devem ser imunizadas em Caxias com o 1º lote da vacina de Oxford/AstraZeneca

26.1.21

Maranhão recebeu na tarde desse domingo (24) o primeiro lote de vacinas.

Primeiras doses da vacina AstraZeneza/Oxford chegaram ao Maranhão nesse domingo (24). (Foto: Karlos Gerolmy/Secap)

O Maranhão recebeu na tarde desse domingo (24) o primeiro lote de vacinas contra a Covid-19 da AstraZeneca/Oxford. Nesta primeira remessa, foram 48.500 doses do imunizante que serão distribuídas aos municípios do Estado.

Em Caxias, 1.960 pessoas serão imunizadas com a vacina. De acordo com o governador do Maranhão, Flávio Dino, estas novas doses poderão ser destinadas a profissionais da saúde e, também, a pacientes que estejam em tratamento com radioterapia, quimioterapia e hemodiálise. 

Mais doses

A Anvisa aprovou, na última sexta-feira (22), a distribuição de 4,8 milhões de doses da CoronaVac, porém, o Butantan dispõe de apenas 900 mil doses prontas. Dessa forma, o Maranhão deve receber aproximadamente mais 10 mil doses nos próximos dias do Ministério da Saúde. A chegada das novas doses tratá mais celeridade ao processo de imunização contra a Covid-19 no Maranhão.

Flávio Dino prioriza pacientes oncológicos e em diálise na vacinação e abre novos leitos

25.1.21

Neste domingo (24), o governador Flávio Dino anunciou que a vacinação no Maranhão priorizará pacientes oncológicos e em diálise, e que serão destinados novos leitos exclusivos para o combate ao coronavírus. “Fizemos uma reunião de análise da evolução da pandemia do coronavírus e lamentavelmente constatamos que há nos últimos dias uma tendência de crescimento nos casos com internação hospitalar”, pontuou o governador. 

O governador anunciou que haverá fortalecimento da diretriz de ampliação da rede estadual de saúde para casos de coronavírus. Leitos exclusivos estão sendo destinados para pacientes com Covid-19 e o governador disse ainda que serão intensificadas as obras que estão sendo realizadas ao longo dos últimos meses no Maranhão.

“Entregaremos a ampliação de leitos em Imperatriz, junto com a nova Policlínica de Açailândia e mais 50 leitos do Hospital Aquiles Lisboa, em São Luís”, reforçou Flávio Dino ao destacar o pedido que fez às prefeituras municipais para que também adotem medidas de ampliação na rede de atendimento à população.

Neste domingo (24), o Maranhão recebeu mais algumas vacinas oriundas do Ministério da Saúde. “Além dos profissionais da saúde, estamos orientando que haja disponibilização também para pacientes em tratamento de radioterapia, quimioterapia e hemodiálise. Esses são pacientes que podem ter um quadro mais grave de Covid e estão submetidos compulsoriamente a uma rotina hospitalar. Essa é uma nova diretriz que passa a integrar o Plano Estadual de Vacinação do Maranhão”, disse Flávio Dino.

O governador destacou ainda a essencialidade das medidas preventivas, citando que já foram adotadas deliberações importantes sobre a suspensão das festas de carnaval em ambientes públicos e privados no Maranhão. “Nesta semana voltaremos a sublinhar a imprescindibilidade do uso das máscaras em lugares públicos, já que elas, além de protegerem contra a Covid-19 ajudam na prevenção de outras síndromes gripais que marcam esse período de chuvas no Maranhão”, finalizou o governador.

Judicialização da política

Da Coluna do Sarney

Todos sabem que sempre fui um crítico da Constituição de 1988, mas reconhecendo que o capítulo dos direitos individuais e os dispositivos que tratam dos direitos sociais são muito bons e expressam uma Constituição moderna e atualizada.

Quando convoquei a Constituinte, disse que devíamos aproveitar a oportunidade para fazer um Carta moderna que servisse de exemplo ao mundo, introduzindo os direitos sociais – já que o peleguismo getuliano tinha prejudicado a visão entre o capital e o trabalho -, buscando um capitalismo moderno. Mas apenas a partir das greves de São Bernardo surgiu no país um sindicalismo livre – implantado durante meu governo com a libertação dos sindicatos da tutela do Ministério do Trabalho.

O represamento dessa modernização é um dos responsáveis pelo populismo anárquico e ideológico com que passamos a viver. A Constituinte de 88 foi uma oportunidade perdida de termos uma Constituição moderna, sem o hibridismo que a atual tem de ser ao mesmo tempo parlamentarista e presidencialista.

A Constituição possibilitou, inclusive, a existência de algumas anomalias, como medidas provisórias e outros dispositivos que hoje tumultuam a política brasileira.

É o caso das ADIs, Ação Direta de Inconstitucionalidade, cuja amplitude de iniciativa levou o que é a mais grave responsabilidade do Supremo Tribunal Federal a transformá-lo em árbitro da política. Por esse e outros caminhos, os partidos passaram a levar à Justiça questões que podiam e deviam ser resolvidas interna corporis. A facilidade de alterar a Constituição viciou o governo a tudo fazer por emendas constitucionais, dando ao Congresso o poder de engessar o Executivo, fazendo a corrupção entrar nas decisões congressuais.

O ministro Nelson Jobim foi quem primeiro detectou o problema e profeticamente avisou: “Judicializaram a política e o passo seguinte vai ser politizar a Justiça”. E o resultado foi o surgimento de decisões judiciais criando insegurança jurídica e a enxurrada de pedidos de impeachment, acuando presidentes e ministros do Supremo Tribunal Federal, o que colocou o país no meio de um redemoinho administrativo.

E a visão de Otávio Mangabeira, que dizia ser a Democracia uma plantinha frágil, agora foi repetida pelo presidente Biden em seu discurso de posse.

Se não cuidarmos dela, vem um Trump e manda invadir o Capitólio.

SES distribuirá vacina de Oxford e anuncia mais 10 mil doses de CoronaVac

23.1.21


O secretário de Estado da Saúde do Maranhão, Carlos Lula, afirmou hoje (23), em vídeo encaminhado à imprensa, que a distribuição das 48,5 mil doses da vacina de Oxford/AstraZeneca, deve começar durante a próxima semana.

Segundo ele, a SES aguardará que pelo menos 70% das doses já distribuídas da CoronaVac sejam aplicadas antes de enviar o novo imunizante aos municípios.

Lula anunciou, ainda, que pelo menos mais 10 mil doses da vacina do laboratório chinês Sinovac devem chegar ao Maranhão nos próximos dias. (Blog do Gilberto Léda)

Governo Dino confirma cancelamento do Carnaval do Maranhão

22.1.21

A Secretaria de Estado da Cultura (Secma) do governo Flávio Dino (PCdoB) confirmou hoje (22), por meio de nota, o cancelamento do Carnaval do Maranhão, nos moldes como vinha sendo realizado nos últimos anos – com circuitos no Centro Histórico de São Luís e cidades do interior.

Segundo o comunicado, a decisão foi tomada em virtude do fato de que, até agora, não há vacinação em massa no país.

Apesar disso, a Secma não trata na nota da proibição de pequenas festas privadas – mas com a ressalva de que estas sejam feitas com até 150 pessoas, como detemrina decreto estadual.

Veja a nota:

“A Secretaria de Estado da Cultura (Secma) informa que, em razão da falta de vacinação em massa contra a Covid-19, o Governo do Maranhão decidiu não realizar qualquer evento que gere grandes aglomerações, a exemplo do carnaval. Eventos desse porte só serão retomados pela gestão estadual quando houver segurança sanitária e liberação das autoridades de saúde competentes.

Também não há previsão de nova data para celebração do carnaval 2021. A definição de um novo calendário da festividade no Maranhão dependerá da liberação das autoridades em saúde pública.

A Secma esclarece ainda que continuará realizando ações em apoio aos profissionais da arte, assim como foi feito em 2020, quando foram lançados editais públicos com recursos estaduais e por meio da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc (Lei Federal n° 14.017/20), que beneficiou mais de 3.000 fazedores de cultura de todo o Maranhão.

A fiscalização de festas privadas de pré-carnaval que eventualmente descumpram o decreto estadual n° 36.203, de 30 de setembro de 2020 – norma que autoriza apenas eventos com no máximo 150 pessoas – cabe às prefeituras, à Superintendência de Vigilância Sanitária (Suvisa) e à Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP).”

Setur premia melhores atendentes dos Centros de atendimento ao Turista

21.1.21

O Programa de Reconhecimento dos colaboradores dos Centros de Atendimento ao Turista (CAT) tem o objetivo de aumentar a qualidade na recepção e informações aos turistas melhorando a experiência dos nossos visitantes. A premiação aos 9 destaques dos CATs q em 2020, ocorrida na tarde deste terça-feira (19), aconteceu após o fechamento do último módulo de 12 cursos de atualização oferecidos aos colaboradores Secretaria de Estado do Turismo (SETUR).

No período de sete meses, a Setur ofertou curso de atualização em Atendimento Criativo ao Turista, Gastronomia Maranhense, Artesanato Maranhense, Atualização dos 10 Polos turísticos, Rota das Emoções e Primeiros socorros, totalizando 40h/aulas.

Segundo o secretário de Estado do Turismo, Catulé Junior, os cursos e o reconhecimento são importantes aliados na retomada do turismo. “Reconhecemos que os colaboradores dos CAts são nossa linha de frente, e o programa de reconhecimento é o resultado dos esforços dos trabalhadores dos Cats que contribuem diariamente, divulgando nossos destinos turísticos”, enfatiza o gestor, Catulé Júnior.

Os cursos fazem parte do Programa Mais Qualificação e Turismo (SETUR) para os funcionários dos CATS nas cidades de São Luís, Raposa, Paço do Lumiar, São José de Ribamar e Alcântara.

Um das vencedoras foi a guia de turismo do CAT Aeroporto, formada pelo Instituto Federal do Maranhão (IFMA), Letícia Rodrigues, afirma que é importante o reconhecimento, “O ano foi muito diferente para todos nós, por conta da pandemia e o reconhecimento do nosso trabalho nós dá mais gás para trabalharmos e estarmos sempre atualizados para receber os turistas com fornecemos novas informações”,  Leticia foi reconhecida com o prêmio de 1º lugar, com troféu, bottons, kit promocional do destino Maranhão e voucher para passeio em Barreirinhas.

“Esse tipo de reconhecimento por parte da Setur é muito importante para todos, primeiro pelo trabalho desenvolvido ao longo de todo o ano, e segundo pelos prêmios que valorizam os destinos que nós divulgamos, criando uma oportunidade de irmos in loco, apreciar o passeio como visitantes e repassar informações no dia-a-dia com a emoção de quem já esteve no local, afirma o guia de turismo do CAT aeroporto, Paulo Juraci Carvalho Neto, que foi reconhecido com o 2º lugar levando troféu de prata e voucher para um passeio na Raposa. O terceiro lugar ganhou diária em hotel na cidade de São Luís.

Durante a cerimônia, a coordenadora dos CATs, Fernanda Guterres, parabenizou a todos e afirmou que toda as equipes dos Cats compostas por 36 profissionais qualificados e que sente muito orgulho. “Foi muito difícil dar o resultado, pois é visto no dia-a-dia, o esforço de cada um. Tenho certeza que ano que vem termos ainda mais a comemorar”, afirma.

Profissionais de saúde da UBS da Nova Caxias são imunizados contra a covid-19


Na manhã desta quinta-feira (21), os profissionais de saúde da Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Nova Caxias foram imunizados contra a covid-19. Ao todo, 30 doses da vacina CoronaVac foram destinadas à unidade que tem por objetivo a prevenção contra o novo coronavírus. O presidente da Câmara Municipal de Caxias, Teódulo Aragão, representou o prefeito de Caxias, Fábio Gentil, na solenidade que marcou a vacinação dos profissionais.

“Este é só o início da esperança que a gente quer que chegue logo para imunizar a todos. Todos os profissionais de saúde estão recebendo a imunização agora, mas a gente acredita que com a força de todos vamos conseguir imunizar logo toda a nossa sociedade”, frisou Teódulo Aragão.

“Os profissionais de saúde da unidade são contemplados, desde ASD até o médico. Estamos trabalhando em mutirão e estamos vacinando quem está no plantão. A mesma coisa está acontecendo nos hospitais. E, assim, estamos fazendo o que podemos com as poucas unidades que recebemos. A segunda dose deve estar chegando entre 15 e 20 dias”, frisa Verônica Aragão, coordenadora da Vigilância Epidemiológica.

As vacinas foram enviadas pelo governo federal por meio do governo do estado. A Prefeitura de Caxias recebeu 2.466 doses nesta primeira fase, na qual serão priorizados os profissionais de saúde com a vacinação. Posteriormente os demais públicos prioritários serão imunizados. A segunda dose da vacina será administrada nos próximos quinze ou vinte dias, após a primeira dose.

“Essa vacina é acima de tudo uma vitória da ciência, do SUS, e veio para provar que temos uma luz nesse caminho. Esse é o primeiro passo para uma vida normal. Ainda temos um longo processo até o retorno da normalidade, mas já é um grande passo”, frisa Sabrina Medeiros, médica.

“A gente se sente mais protegida. Sente a responsabilidade de cuidar dos pacientes que procuram a nossa unidade. É bastante gratificante a gente estar sendo priorizado”, lembra Deysilane Rocha, enfermeira.

“Nós elaboramos a estratégia, onde uma equipe se desloca até a UBS com a relação nominal de todos os profissionais e eles recebem as doses da vacina. Na zona rural, nós estabelecemos um ponto fixo que é a Secretaria Municipal de Saúde. Então, à medida que os profissionais vão se deslocando para as rotas, eles recebem as doses. O objetivo é contemplar todos os profissionais da Atenção Primária”, lembra Camila Lopes, coordenadora da Atenção Primária.

A Prefeitura de Caxias reforça a necessidade das medidas preventivas já orientadas pelo Ministério da Saúde e pelo Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Novo Coronavírus, a exemplo de lavar as mãos com água e sabão ou álcool em gel, manter o distanciamento social e usar máscara facial. (Da assessoria)

Câmara Municipal de Caxias continuará com sessões remotas em 2021; Téodulo Aragão confirma primeira sessão legislativa para 03 de fevereiro

O presidente da Câmara Municipal de Caxias, Téodulo Aragão, anuncia para o próximo dia 03 de fevereiro o retorno dos trabalhos legislativos.

“Continuaremos trabalhando através de sessões remotas”, informa o presidente. “Enquanto estiver vigente o estado de calamidade por conta da pandemia do coronavírus”, acrescentou ele.

O trabalho remoto, instituído na maioria das casas legislativas do Brasil, tem garantido a realização das sessões sem prejuízos aos assuntos debatidos entre os parlamentares.

Com a facilidade do acesso ao mundo digital, a ferramenta tem contribuído para uma participação maior da população, que pode assistir ao vivo as decisões que podem afetar o dia a dia de todos.

Fábio Gentil desmente fake news de que “furou fila” para tomar vacina

O prefeito de Caxias, Fábio Gentil (Republicanos), desmentiu categoricamente fake news propagadas por alguns blogs e replicada em grupos de WhatsApp de que teria “furado” a fila para tomar a vacina contra a Covid-19, cujas doses começaram a ser aplicadas nessa terça-feira (19) no município.

Fábio Gentil esclareceu que a foto que ilustra a matéria mentirosa, que mostra ele tomando uma injeção, é de 2018, durante a campanha de vacinação contra a influenza. O prefeito disse que decidiu se deixar fotografar para dar exemplo e estimular as outras pessoas a procurar a imunização.

O gestor caxiense atribuiu a disseminação da notícia falsa a pessoas maldosas e exigiu dos indivíduos que cometeram o ato infeliz que respeitem o momento de dor vividos por centenas de milhares de famílias mundo afora, que perderam entes queridos para o novo coronavírus.

“Respeitem o momento em que o povo nesse momento, começam a enxergar a esperança, através da vacina”, protestou.

Leia a resposta de Fábio Gentil à fake.news:

Pessoas maldosas, que não respeitam o momento em que o país e o mundo vive, ainda fazem brincadeira com um assunto tão sério como o enfrentamento a essa doença que tantas vidas já tirou.

Nesta foto que foi tirada em 2018 em uma campanha de vacinação contra a influenza estou tomando a dose até para darmos o bom exemplo enquanto gestor público, mas as pessoas do mal, que só propagam a discórdia e pouco se importam com a vida, espalharam informando que eu teria pulado a fila e tomado a vacina contra a Covid-19. MENTIRA!

Estamos trabalhando muito sério em Caxias para SALVAR VIDAS!

Respeitem o momento em que o povo nesse momento, começam a enxergar a esperança, através da vacina.

Politizar esse momento com mentiras, só piora a situação.

Vamos seguir em frente trabalhando para salvar vidas através da vacina e as ações de enfrentamento que continuam.

A pandemia não acabou e precisamos, todos nós, fazermos a nossa parte, principalmente sendo responsáveis com as informações que se publicam. QUE DEUS ABENÇOE À TODOS!!

UEMA emite nota de esclarecimento sobre possível crime de estupro envolvendo discentes da instituição em Caxias

20.1.21

Procuradoria Jurídica da UEMA recorrerá aos órgãos de segurança e/ou judiciais que estão investigando o caso, a fim de colher informações oficiais e precisas acerca da apuração dos fatos.

NOTA DE ESCLARECIMENTO – CASO CAXIAS

A Reitoria da Universidade Estadual do Maranhão tomou conhecimento nesta semana, por meio de publicações em redes sociais, de um fato que teria ocorrido no ano de 2019, na cidade de Caxias (MA), relativo a um possível crime de estupro envolvendo discentes da instituição, fora do ambiente do campus.

Nesse sentido, a Procuradoria Jurídica da UEMA, por determinação da Reitoria, recorrerá aos órgãos de segurança e/ou judiciais que estão investigando o caso, a fim de colher informações oficiais e precisas acerca da apuração dos fatos.

Após o exame de tais elementos, nos limites de sua competência e de acordo com os seus regimentos, esta IES procederá com a eventual apuração administrativa na modalidade de sindicância.

A UEMA, como instituição social e de conhecimento, repudia veementemente toda e qualquer forma de violência, seja física, psicológica e especialmente de natureza sexual, e reitera que atuará firmemente pautada nos fundamentos que alicerçam o Estado Democrático de Direito, sobretudo a dignidade da pessoa humana.

Cidade Universitária Paulo VI, em São Luís, 19 de janeiro de 2021.

Prof. Dr. Gustavo Pereira da Costa

Reitor

(Fonte: Ascom/UEMA)