Mesmo com uma candidata a deputada da linha de frente de Weverton Rocha, Cleide Coutinho tenta manter controle do hospital Macrorregional

11.4.22

Enquanto tenta mostrar apoio político a Carlos Brandão e preocupação com o Hospital 
Macrorregional de Caxias, Cleide tem interesse mesmo é na eleição de Cláudia Coutinho

Já é do conhecimento de todos em Caxias que a deputada estadual Cleide Coutinho quer, de todas as formas, manter o controle do Hospital Macrorregional Everardo Aragão.

Externando seu solitário, insosso e infrutífero apoio político ao governador Carlos Brandão nas últimas semanas, Cleide Coutinho tem focado também na divulgação de supostas ações em prol do hospital da alçada do governo do Estado em Caxias.

Considerado por muitos como uma espécie de comitê informal das campanhas eleitorais da família Coutinho, a referida unidade de saúde tem a sua diretora, Cláudia Coutinho, como pré-candidata a deputada estadual apoiada justamente por Cleide Coutinho.

Prefeito de Matões, Ferdinando Coutinho, é um valente e
audacioso cabo eleitoral de Weverton Rocha

Se afastando recentemente da direção do Hospital Macrorregional Everardo Aragão devido a legislação eleitoral, Cláudia é esposa do prefeito de Matões, Ferdinando Coutinho, este, um dos mais valentes e audaciosos apoiadores da candidatura de Weverton Rocha ao governo do Maranhão.

Apesar de afastada da direção do hospital estadual de Caxias, os diretores e demais funcionários da unidade de saúde são todos indicados pela esposa do prefeito de Matões.

Caso a estratégica aproximação de Cleide Coutinho junto ao governador Carlos Brandão tenha sucesso, e o controle do Hospital Macrorregional em Caxias continue nas mãos dos apoiadores do senador Weverton Rocha, estaremos diante da maior anomalia política da princesa do sertão nas últimas décadas.

Caindo nesse conto do vigário, Brandão mostrará o tamanho do seu preparo para disputar a reeleição em outubro próximo.

Essa turma de Caxias mostra mesmo que sabe dar aula para principiantes na política.

Vai cair nessa, Brandão?!

0 comentários:

Postar um comentário