Vereador Catulé destaca os 34 anos de fundação da APAE/Caxias

17.9.21

Vereador Catulé recebendo o titulo de sócio benemérito da APAE

Na manhã dessa quarta-feira (15), o vereador Catulé usou o pequeno expediente da Câmara Municipal (assista vídeo abaixo) para enaltecer os 34 anos de serviços prestados pela APAE caxiense.

Catulé, que foi agraciado com um título de sócio honorífico daquela instituição, no último domino (12), disse que “a APAE de todo o país é para dar assistência aos menos favorecidos da sorte, aqueles que não têm condições de dar um tratamento adequado para os seus filhos e os mais necessitados, até porque o tratamento é caro e precisa de especialistas de alto nível. Aqueles que precisam da APAE Caxias nem o SUS têm”.

“Lá eu assisti, como todos os convidados, o relato do Jerônimo do início até a chegada dos 34 anos. E hoje nós assistimos aquela instituição, como eu disse em meu discurso, sendo laboratório, servindo de exemplo para outras cidades; como a distinta Tutoia, que veio buscar lições para poder instalar uma APAE lá”, observou o parlamentar.

Conforme o vereador, “a instituição cresceu a tal ponto no município que hoje o Jerônimo faz parte do Conselho Nacional das APAEs. A APAE de Caxias cresceu e com isso tirou das costas do município muitos e muitos atendimentos, porque a APAE é especialista em dar assistência a pessoas especiais”.

Ele lamentou um discurso feito no mês passado pelo ministro da Educação, “que tem que dar os melhores exemplos, dizer que não é possível a escola ter dentro da sala de aula aluno especial. A APAE não faz essas diferenças”.

Vereador Catulé lembrou quando a APAE começou, em um galpão, e ele teve a felicidade de contribuir, na década de 80, apresentando uma lei municipal que a tornou entidade de Utilidade Pública. 

"Hoje, a APAE atende neurologia, neuropediatria, ortopedia, otorrinologia, fisiatria, fisioterapia, terapia ocupacional, fonoaudiologia, psicopedagogia, clínica, nutrição, enfermagem, psicologia, assistência social, psiquiatria, pedagogia, dispersão de OPMs, exame de radiometria, logoaudiometria, imitanciometria, BERA e teste de orelhinha. “Essa instituição tem um atendimento que nem a nossa rede municipal tem. Então, se eu já tinha admiração por aquele trabalho, saí de lá mais consciente que o nosso município é importante em vários setores”, acrescentou.

Catulé finalizou deixando um abraço afetuoso para os funcionários da APAE, não só ao Jerônimo, “que vem carregando com sua família ao longo dos 34 anos e perdeu nesse ano duas peças importantes: dona Alzira, sua esposa, e o colega [Uaryni] que dava os primeiros passos no legislativo, com pernas fortes e decisões inteligentes”.

Em tempo

No evento alusivo aos 34 anos de fundação da APAE Caxias, o vereador Catulé recebeu um diploma de sócio benemérito da instituição.

0 comentários:

Postar um comentário