Em entrevista, Catulé Júnior anuncia pré-candidatura a deputado estadual, fala de rusgas com o prefeito Fábio Gentil e da sua atuação como secretário de turismo do MA

21.9.21

Secretário estadual do turismo, advogado de formação e um apaixonado por Caxias, Catulé Júnior concedeu uma entrevista nesta segunda-feira (20), ao programa Podcast Upload, onde falou sobre sua vida, o trabalho como secretário de Estado e também sobre sua disposição de disputar o mandato de deputado estadual nas eleições do próximo ano.

O programa, realizado na plataforma do youtube, tem feito sucesso em Caxias devido ao estilo inovador, sem a linguagem tradicional das emissoras de rádio e TV, pois é conduzido por Nei Lima e Noronha Filho, 2 jovens sem atuação profissional no jornalismo e produzido pela agência Criativo, uma produtora de vídeo de renome na cidade e que garante a qualidade da iniciativa inovadora.

De forma descontraída, como o estilo que o programa propõe, Catulé Júnior abordou sua trajetória de vida, sua atuação na Secretaria de Turismo do estado, onde atendeu um convite feito pelo governador Flávio Dino para iniciar o desafio da estaca zero, uma vez que a pasta não existia no organograma da administração.

A infância e adolescência em Caxias tomaram os primeiros minutos da entrevista, onde, com ar de saudade, lembrou das festas no Cassino Caxiense e da segurança que a cidade oferecia naquela época.

Sem um roteiro definido, a entrevista discorreu sobre assuntos variados, mas sendo a política o cerne principal.

Demonstrando uma certa rusga com o prefeito Fábio Gentil, onde o secretário estadual explorou o fato de hoje ter um certo distanciamento do chefe do Executivo, o detalhe acabou sendo o ponto nevrálgico da entrevista, onde, apesar de não ter falado em rompimento, pois não usou essa expressão, o assunto foi rapidamente explorado pela mídia local.

Sobre o distanciamento de Fábio Gentil, leia-se a dificuldade de acessibilidade ao mesmo, uma queixa recorrente entre os correligionários e motivo maior da insatisfação de muitos que orbitam no seu grupo político.

O contato com o universo político deu-se na primeira eleição disputada pelo pai, vereador Catulé, quando tinha apenas 7 anos de idade, lembrou Júnior.

Com uma capacidade de comunicação que cativa seus interlocutores, e que foi fundamental na formação do grupo que venceu as eleições municipais de 2016, Catulé Júnior anunciou que será, mais uma vez, candidato a deputado estadual (também foi candidato em 2014).

“Nosso estado passa por uma crise de representação política muito forte”, disse justificando sua candidatura e que, em 2018, abriu mão de ser candidato novamente “para manter a unidade do grupo”, comentou sobre o fato do pai do prefeito, José Gentil, tentar o retorno à política via uma candidatura a deputado estadual, cargo que já havia ocupado por várias oportunidades. “Foi uma decisão acertada, pois hoje me sinto mais preparado em todos os sentidos para representar nossa cidade e nossa região [que em 2018]”.

“Não é um projeto só meu, é um projeto de pessoas, de amigos que pensam na política da mesma forma que eu penso. Esse projeto está mais amadurecido”, declarou o secretário sendo questionado pelos entrevistadores de forma incisiva, se o projeto da candidatura era mesmo firme: “Sim, sou pré-candidato a deputado estadual”.

“Tenho feito alianças [políticas], tenho andado por todo o estado, sempre respeitando os limites legais”, declarou o secretário ressaltando que irá se desincompatibilizar do cargo em abril de 2022, prazo máximo dado aos agentes públicos que desejam participar das eleições do próximo ano.

Confira a entrevista na íntegra:

0 comentários:

Postar um comentário