Com 78,17% dos votos válidos em Caxias, urnas consagram Fábio Gentil como a maior liderança política da história do município

16.11.20

Prefeito foi reeleito com 62.025 votos e confirma as previsões dos institutos de pesquisa ao longo da campanha

As projeções estimadas por vários institutos de pesquisa para o resultados das eleições em Caxias se confirmaram neste domingo. Fábio Gentil foi reeleito com 62.025 votos (78.17% dos votos válidos). Adelmo Soares ficou em segundo lugar com 10.334 votos (13,01% dos votos válidos); Constantino Castro foi o terceiro colocado com 2.773 votos (3,49% dos votos válidos); Júnior Martins veio em seguida com 2.604 votos e César Sabá na quinta colocação com 959 votos (1,21% dos votos válidos). Professor Arnaldo Rodrigues obteve 357 votos e AJ Alves recebeu 192 sufrágios.

A vitória maiúscula de Fábio Gentil teve dois efeitos simbólicos no município, pois ao mesmo tempo em que o projeta como a maior liderança política da história da cidade, por outro lado reduz drasticamente a oposição no município, uma vez que a supremacia demonstrada nas urnas torna inócua a gritaria dos adversários.

A performance sofrível do deputado Adelmo Soares nas urnas em Caxias não orna com o poderio político e financeiro em torno dele, que teve a sua disposição uma emissora de televisão 100% voltada para atingir seus objetivos políticos, além de uma invejável estrutura de campanha, onde os eventos pelas ruas da cidade (passeatas, motocadas e carreatas) impressionavam pelo nível de organização e de material utilizado, mas que de nada adiantaram para reverter o fiasco da sua tentativa de ocupar o cargo de prefeito.

A superioridade de Fábio Gentil também foi demonstrada na eleição da Câmara de Vereadores, onde do total de 19 cadeiras no legislativo, 16 serão ocupadas por aliados do prefeito reeleito.

1 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    QUE TACA GRANDE !

Postar um comentário